12/10/2015

Sempre Foi Você - Capítulo 5


Dentro de poucos instantes, desejou não ter feito isso. De jeito nenhum ela poderia manter aquele livro consigo. Valia mais que todas as suas coisas juntas. E mais um pouco ainda.
Bem no momento em que ela estava considerando devolver o presente, o alerta de novo e-mail tocou.


De: RSJonas@Columbia.edu
Para: HMLovato@Nottingham.ac.uk
Assunto: Observando você?

Demi,
O prazer é meu. E, sobre a sua questão, depende muito do que você anda fazendo.
Joseph
PS: O quarto 101 contém seu maior medo?


Ela sorriu ao ler a mensagem, extremamente feliz por ele ter respondido tão rápido. Olhou o relógio. Eram quatro da tarde no Reino Unido, o que significava que eram onze da manhã em Nova York. Imaginou que ele estava ou na biblioteca ou em casa, em sua escrivaninha, trabalhando no laptop. Depois de morder as unhas por um tempo, decidiu responder.

De: HMLovato@Nottingham.ac.uk
Para: RSJonas@Columbia.edu
Assunto: Meu pior pesadelo
Joseph,
Como você leu Harry Potter, suspeito que já sabe qual é meu maior pesadelo. Mas como não posso dizer o nome dele, digo em vez disso que estou dividindo o quarto com uma amazona francesa de 1,90 m que fuma como uma chaminé. Não tenho dúvida que um certo alguém com o nome começando com V morreria de medo dela. Sei que eu morro.
Demi

---------------------------------------------------------

De: RSJonas@Columbia.edu
Para: HMLovato@Nottingham.ac.uk
Assunto: Constrangedor…

Demi,
Estou tentando manter minha reputação e não deixar ninguém saber que passei as férias de verão lendo livros infantis. Podemos manter isso entre nós?
Quando o próximo livro sai, aliás? Posso pegar o seu emprestado?
Joseph

---------------------------------------------------------


De: HMLovato@Nottingham.ac.uk
Para: RSJonas@Columbia.edu
Assunto: Envergonhado… você?

Joseph,
É sempre triste quando um garoto rico de Manhattan como você não pode se dar ao luxo de comprar um livro. Vou ponderar a questão enquanto como a última novidade do refeitório. Acho que teremos algo especial hoje – caçarola de atum com uma porção de espinafre cozido. Pensarei em você enquanto estiver mastigando.
Demi
PS: Existe uma coisa chamada biblioteca…


---------------------------------------------------------

De: RSJonas@Columbia.edu
Para: HMLovato@Nottingham.ac.uk
Assunto: Prefiro ler o seu
Sério.
Joseph
bjs


Demi sorriu com o beijo no último e-mail enquanto terminava a sessão. No fim das contas, aquele estava sendo um dia bom… um dia muito, muito bom.

***

Na sexta-feira seguinte, Demi estava nos bastidores da sala de concertos da universidade, abrindo caminho entre os corredores lotados de bandas de rock, comediantes e outros artistas, todos brigando por um espaço nos camarins.
Por ser a banda principal, a Fatal Limits tinha um camarim próprio, separado do resto dos artistas. Demi conseguiu se enfiar lá dentro e pôde ver que pelo menos um membro da banda estava se aproveitando do fato de ter um séquito de groupies.

Um sussurro ao lado da sua orelha fez um arrepio percorrer sua espinha.

– Desde que assinamos contrato, o resto da banda parece ter se transformado em animais.

Ela se virou e viu Tom McLean bem atrás dela. Ele lhe deu um sorriso torto e a puxou para seus braços, suas mãos apertando a cintura dela enquanto ele a abraçava.
Nos dois meses desde que haviam se visto pela última vez, a vida de Tom tinha dado um giro de 180 graus para o melhor. A Fatal Limits tinha fechado contrato com uma pequena gravadora independente, que estava trabalhando duro para aumentar a reputação da banda. O primeiro passo do plano era enviá-los em uma turnê pelas universidades britânicas, para estabelecer uma base forte de fãs entre os estudantes e, então lançar o álbum já com um público preexistente.

– Olhe só pra você, Tom – Demi puxou o cabelo dele, notando o corte moderno; seus cachos cor de areia ainda caíam um pouco sobre a testa, mas de algum modo pareciam mais arrumados. – Não acredito que está virando o Chris Martin.

Tom a abraçou mais forte. O rosto dele tocava o dela, e ele murmurou na sua orelha:

– Se comparar a gente com o Coldplay no seu artigo, faço você comer a revista.
– Se você insistir em tocar “Yellow”, não terei escolha.
– Se eu insistir em tocar “Yellow”, você vai se derreter aos meus pés, como da última vez.

Demi afastou-se de Tom, olhando para ele com as sobrancelhas levantadas.

– Sério? Você acha que eu fiquei impressionada com um cover do Coldplay?
– Não acho que tenha ficado impressionada com minha voz. Suspeito que tenha sido meu corpo.

Demi começou a rir e bateu no braço dele.

– Cuidado com o braço da guitarra!
– Ainda não fez um seguro? – ela estendeu a mão e esfregou o bíceps dele, surpresa ao encontrá-lo bem definido. Tom obviamente estava freqüentando academia.
– Estou tomando as providências. Aparentemente, Keith Richards fez um seguro de três milhões para o braço dele.
– Bem, Keith Richards é um idiota. E provavelmente tem um pau pequeno também.
– Você vai ficar feliz em saber que eu não sofro desse problema. Talvez eu possa te mostrar mais tarde…
– Talvez você possa manter o zíper fechado, ou achar uma groupie interessada – Demi o empurrou, pegando seu bloco de notas. – A entrevista começa agora, então se quiser continuar sendo um cretino, fique à vontade. – Ela piscou para ele saber que só estava brincando.

O flerte era automático; ele não podia evitar agir assim com toda garota com quem falava. Era parte do seu charme natural.

– Ok, Lester Bangs, podemos fazer toda essa coisa de sexo mais tarde. Qual é sua primeira pergunta? – Tom abriu um sorriso lento e casual.

Parecia que estava se divertindo.

Demi revirou os olhos, puxando uma caneta do bolso enquanto virava a página do bloco.


– Minha primeira pergunta, Tom McLean, vocalista da banda em ascensão Fatal Limits, é: quando você se tornou um babaca?


------------------------------------------

Gostaram ?? Depois tem mais <3 





7 comentários:

  1. Aaaah já estou esperando outro viu
    Muito booom

    ResponderExcluir
  2. Oeeeeeeeeeee posta mais, ta maravilhosa

    ResponderExcluir
  3. Amei. Não deixe de postar. Estou sempre aqui. Esperando. Pfv.

    ResponderExcluir
  4. Amo essa fic,demora muito não para postar

    ResponderExcluir
  5. Posta Logoo por favor uma mini maratona de feriado a fic está perfeita!!!

    ResponderExcluir
  6. Posta logo essa fic está perfeita. Não demora tanto por favor

    ResponderExcluir
  7. Posta logo!!! Não me faz sofrer tanto, por favorrr

    ResponderExcluir

Sem comentários ........... sem capítulos!