20/12/2014

Papai por um Tempo - Capítulo 20






Eles saíram pela porta dos fundos, onde o carro de Joseph estava estacionado. Após uma curta viagem por uma estrada particular sinuosa, ele tornou a abrir a porta do lado do passageiro, e ambos correram como adolescentes para o pequeno chalé com vista para o mar.

No momento em que a porta se fechou, e eles se viram do lado de dentro, Joseph a tomou nos braços e, correndo as mãos por seus ombros nus, por suas costas, beijou-a outra vez. Quando suas bocas se separaram, por fim, a respiração de ambos era difícil.

— Não foi fácil bancar o anfitrião educado a noite inteira e não carregá-la para cá mais cedo!
— Como tinha tanta certeza de que eu viria?

Ele soltou a alça de tecido de sua nuca.

— Eu sabia que poderia convencê-la...

O vestido caiu aos pés de Demetria, e seus olhos cintilaram para os dele antes que ela saísse do monte de seda a seus pés e o chutasse para o lado. Nua exceto por uma discreta calcinha de seda, Demetria sorriu.

— Pode começar a me convencer.

Joseph sentiu cada gota de sangue em suas veias se aquecer até o ponto de ebulição.
Num impulso, ele a ergueu nos braços e a carregou para o quarto principal. Havia deixado instruções para que arrumassem a cama e deixassem velas acesas a partir da meia-noite. Demetria o fitou com adoração e passou a mão pelo rosto moreno enquanto ele a colocava sobre o colchão. Ao contrário da última vez, não se deitou, submissa.

Em vez disso, pôs-se de joelhos à sua frente, e passou a desabotoar a camisa clara lentamente, enquanto Joseph, tentando se controlar, se livrava do smoking e dos sapatos. Ansiosa, ela lutou para desabotoar a faixa de cetim que ele usava na cintura, depois o cós da calça. E, o tempo todo Joseph não tirou os olhos dela, observando o modo como seu belo corpo se movia enquanto ela se esforçava por despi-lo; reparando como suas mãos hábeis e suaves correram por seu peito nu tão logo a camisa foi posta de lado.

Durante toda a noite, o perfume leve, floral e, ao mesmo tempo, sensual de Demetria o deixara louco... Ela era muito sexy.
Enquanto conversava com os convidados, ele a imaginara se aprontando para aquela noite, perfumando pontos estratégicos: atrás das orelhas, os pulsos, entre os seios, a linha do biquíni... Ofegante, ele ficou de pé diante dela completamente nu.

Demetria não perdeu tempo: agachou-se a sua frente e, sem aviso, guiou a já pesada ereção para a boca. Joseph fechou os olhos com um gemido. Estava acostumado com sexo. Já havia desfrutado muitas mulheres e de todas as formas possíveis... Mas nunca fora levado àquele estágio de excitação antes.

Conforme a mão de Demetria o segurou por baixo, e ela afundou mais a cabeça, ele não teve certeza de que conseguiria se conter. Apertou mais os olhos e correu os dedos pelos cabelos longos e sedosos enquanto, pouco a pouco, os movimentos de ambos aumentavam de ritmo até que ele chegou perto demais do ponto crucial.

— Estou gostando do que está fazendo comigo! — gemeu, com dificuldade. — Na verdade, estou gostando até demais!

Demetria o fitou com olhos embaçados pelo prazer e um sorriso que era puro pecado. Conforme ela se deitou, Joseph a agarrou pelas laterais da calcinha e agradeceu em silêncio quando ela ergueu as pernas de modo a ajudá-lo a se livrar da peça.

Demetria estendeu os braços para ele, então, e Joseph se posicionou entre os joelhos dobrados e abertos. Segurando-a pelas coxas, ele se deliciou com a visão dela, sentindo a maré dentro dele subir cada vez mais. Afobado, apanhou o preservativo na mesa de cabeceira. Uma vez pronto, seguroua pela parte de trás do pescoço e a beijou com volúpia ao mesmo tempo em que mergulhava fundo no corpo quente.

Esforçou-se para ir devagar e ditar o ritmo; porém, a forma como ela o beijou de volta, tão faminta e profundamente, fez pouco para impedi-lo de chegar ao limiar do prazer.

— Deus, senti tanto sua falta! — ele murmurou, contra a boca úmida.
— Pensei que você não fosse ligar nunca!
— Fui um idiota por esperar tanto tempo!

Demetria sorriu de encontro aos seus lábios.

— O convite chegou dois dias depois de eu ter voltado.


— Foi como eu disse. — Joseph mordeu seu lábio inferior. — Tempo demais!

Quando ela agarrou seus quadris e enroscou as pernas na parte de trás de suas coxas, todos os pensamentos de Joseph, cada fibra de seu corpo, foram reduzidos a zero, transformando-se em uma única sensação escaldante. Ele se sentiu em chamas, por dentro e por fora, e, conforme aumentou o ritmo, Demetria o fez saber, com seus suspiros e movimentos, que também já estava quase lá. Aquele calor era bom demais.

Aquela boca mordiscando a sua era de enlouquecer!

Demetria começou a tremer e se agarrar mais a ele, e a mente de Joseph se esvaziou por completo. Foi como se o mundo entrasse em colapso ao redor. E, naquele fragmento estelar e preciso de tempo, Joseph soube: se ele se apaixonasse, iria querer se sentir exatamente daquela maneira.



3 comentários:

  1. Tão fofos ❤️❤️❤️❤️
    Simplismente adorável esses dois ❤️
    Ainda bem que estão juntos ❤️
    Falta só o bebê para completar kkk
    Posta logooo bebê
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Quero mais!! Eles são tão linfo 👏👏

    Esse hot 🔝🔝

    ResponderExcluir

Sem comentários ........... sem capítulos!