17/08/2014

Meu Erro Favorito - Capitulo 37






Eu sentei no chão do corredor por alguns segundos atordoados antes de eu levantar e bater na porta. Claro, eu não tinha minha chave, então eu bati nela até Miley timidamente abrir e deixar-me entrar.

— Obrigada por isso. — eu atirei.
— Eu... Eu não sabia o que fazer. Eu apenas... Eu nunca tinha o visto assim. Ele foi no seu quarto e trancou a porta e ele não vai sair.

Liam estava no processo de bater na nossa porta do quarto.

— Aqui, deixe-me. — Eu disse, pegando seu lugar na porta. — Eu estou saindo, seu desprezível. Eu tenho apenas uma coisa para dizer para você. Eu.Odeio.Você. Se você não acredita em mim, que seja. Mas eu não estou saindo permanentemente. Eu estava aqui primeiro antes de você invadir meu caminho. Eu não me importo onde você vai, mas quando eu voltar amanhã, é melhor você ter ido embora. Vai se foder, Joseph Jonas.

Eu peguei minha bolsa e saí, ligando para Megan para perguntar se ela tinha um sofá livre para a noite.

— É claro, o que aconteceu?
— Eu vou lhe dizer quando eu chegar aí.

Sassy rugiu para a vida, e eu dirigi o mais rápido que eu podia longe do campus sem ser pega pelo segurança do campus por correr.
Eu não estava chorando, ainda. Oh não. Lágrimas eram a última coisa na minha mente. Eu estava irritada. Além de irritada. Eu estava lívida.
Megan estava esperando com um prato de bolo de chocolate e um simpático ombro.

— Jake ainda está no trabalho, e seus rabugentos amigos não estão vindo esta noite, então o sofá é todo seu. Eu já arrumei com alguns lençóis. Você precisa de algumas roupas?
Eu tinha fugido sem nenhuma, mas eu tinha um estoque de emergência no meu carro para momentos como este.
Enquanto eu cortava através de dois pedaços de bolo pegajoso e um copo de leite, eu contei à Megan todas as coisas. Eu realmente não tive a chance de encontrá-la de novo por um tempo, então eu a enchi sobre o caso do anel e tudo mais.

— Ele está conseguindo dinheiro e está escondendo isso. Se isso fosse de seus tios, ele teria admitido isso. Eu apenas continuo voltando para esse cara Mark.
— Então ele teve um encontro com ele e ele disse algo sobre não esperar... Alguma coisa. Talvez isso fosse o dinheiro.
— Essa é a primeira coisa que eu pensei. Eu quero dizer, seus pais estão mortos, esse cara estranho, Mark tem um encontro com ele, e então isso. — eu disse, segurando o anel — E então o cheque de cinco mil. Tem que estar conectado. Eu apenas não sei porque ele mentiria para mim sobre isso.
— Eu odeio dizer isso, mas você está mentindo para ele, também.
— Isso é diferente.
— Isso não é e você sabe disso. Você não pode esperar que ele seja aberto com você se você não é aberta com ele. Isso vale para ambos, babe.
— Eu sei isso.
— Apenas passe a noite aqui e pense sobre isso e veja como você se sente de manhã. Esse sofá é seu enquanto você precisar. Eu prefiro ter você aqui do que os amigos brutos de Jake.
— Obrigada, Meg. Eu não sei o que eu teria feito.
— Você é uma garota engenhosa. Você teria pensado em alguma coisa.
— Obrigada.
— Boa noite.
— Noite.

Eu dormi horrivelmente no sofá, mas eu disse a Megan que dormi bem. Jake tentou não fazer muito barulho quando ele veio para casa às seis, de seu turno da noite, mas ele não poderia ajudar nisso. Eu levantei tão cedo quanto eu poderia de manhã. Eu não tinha nenhuma classe cedo e nem Megan, então nós fizemos panqueca e conversamos um pouco mais.

— Alguma revelação após uma noite de sono? — ela disse.
— Não. Mas minha caixa postal está cheia no meu celular, e eu tenho umas mil mensagens de texto que eu não tenho que ler.
— Talvez você deva falar com ele. Resolver as coisas.
— Eu só não sei se nós podemos. Existem muitas coisas no nosso caminho.
— Coisas que você não põe fora.
— Exatamente. Meg, você sabe que eu não posso fazer isso. Eu apenas não posso. Nem mesmo por ele.
— Você sabe que todos tem segredos. Alguns maiores que outros, mas isso parece como se ele tivesse um igual ou tão grande quanto o seu. Então por que você não o chama e troca isso, mesmo? Por que deixar isso ficar no caminho de algo que pode ser maravilhoso?

A coisa era que eu não tinha uma boa resposta. Deixar Joe saber meu segredo não parecia tão grande mais.
Ver o olhar em seu rosto na última noite foi terrível. Isso me colocou em um lugar escuro que eu tinha pensado que eu tinha escapulido anos atrás. Eu apenas não pensei que eu estava pronta.
Houve um bater na porta, e Megan foi checar.

— Eu não estou deixando você entrar. Isso cabe à ela. — ela disse, movendo a porta, então eu pude ver quem era.

Joe. Com seu violão.

— Por favor. Apenas escute. Eu... Eu sinto muito. Eu tenho tentado pensar como eu poderia mostrar isso a você, e isso é tudo que eu pude trazer junto. Você não tem que fazer nada, mas ouça. Apenas ouça.

Megan olhou para mim, e eu assenti.

— Eu vou estar na cozinha. Apenas grite se você precisar de alguma coisa e eu vou estar aqui com uma faca ou duas.
— Obrigada. — eu virei minha atenção para Joe e seu violão. — Você pode ficar no alpendre. Da mesma forma que você me deixou no chão, fora do nosso apartamento.
— Eu não sabia o que mais fazer. Você encontrou o cheque e eu entrei em pânico.
— Isso não é desculpa.
— Eu sei. E eu não estou dizendo que isso fará as pazes por tudo. Eu estou tentando fazer você confiar em mim de novo. Eu quero que você confie em mim. Eu apenas... Eu não consegui dormir ontem à noite sem você. Isso foi a coisa mais estranha, estando no quarto sozinho, sem você. Eu não podia ouvir você respirando, e sua risada foi indo e você foi indo, e isso foi como se parte da minha vida tivesse perdida. Uma grande parte. Eu tropecei indo ao banheiro e bati com a cabeça. Vê? — Ele apontou para um corte lindo na testa. — E então eu queimei minha mão na torradeira. E então meu carro não dava a partida. De novo. Eu nunca tive tanto azar na minha vida.

Ele trouxe o violão ao redor e o instalou para que pudesse tocar.

— Eu tenho estado pensando sobre essa música desde que eu fechei a porta em você. Eu ia visitá-la ontem à noite, mas eu queria dar espaço à você.
Eu esperei.
— Então, aqui está a parte um da minha desculpa.
Ele dedilhou o violão numa melodia familiar e começou a cantar.

Era Honey, Come Home da The Head and The Heart. A música era sobre um casal onde o marido estava implorando à mulher para voltar. Ele tinha lavado os pratos e limpou a casa, e tudo que ele queria era estar ao lado dela, com a única que ele amou.

Ele tinha feito um novo arranjo que estava triste e bonito. Eu me derreti pela música e a voz de Joe e eu podia ver isso. Eu podia ver-nos lavando os pratos e acordando enroscada nele pela manhã. Ele estava tão perto que eu podia sentir o gosto. Eu podia sentir seus lábios nos meus.
Quando ele terminou a canção ele olhou para mim.

— Posso entrar?
— Eu não confio em você.
— Eu sei, Missy. Mas eu não confio em você também. Você tem um segredo, também. Você foi me empurrando para longe para mantê-lo. Eu empurrei você para longe para manter o meu.
— Você estava tão irritado. Eu tive com medo de você.
— Eu estava com medo de mim, também.
— Você vai me dizer?
— Se isso é o que vai fazer você voltar para casa. Sim. Você pode não gostar, mas se você quer saber tanto assim, então sim.
— Ok, então. Você pode entrar.
— Você está bem? — Megan disse.
— Estamos bem. — eu respondi.
— Ok, eu vou tomar um banho. As facas estão aqui se você precisar delas. — Momentos depois, ouvi a batida da água para a vida, e Megan cantarolando.
— Não me admira que vocês duas sejam amigas. Ela canta no chuveiro, também. — disse ele, entrando
lentamente.
Ao invés do sofá, ele pegou uma cadeira de merda caindo aos pedaços que os caras usam quando têm noite de jogo.
— Então, Mark. — eu disse.
— Mark. — Joe respirou fundo. — Mark é o meu advogado. Bem, ele é realmente advogado dos meus pais. Quando morreram, ele foi encarregado de gerir o dinheiro deles até que chegasse a idade. Agora que eu cheguei, ele ainda está no comando de tudo.
— Por que?
— Porque eu não quero nada disso.
— Quanto dinheiro?
— Eu não sei mesmo. Milhões.
Eu quase engasguei com minha língua.
— Milhões?
— Sim. Meu pai era um executivo do petróleo no Texas. Então, ele tinha um monte de dinheiro.
— Por que você não quer? — Quem não gostaria de milhões de dólares? Eu não poderia pensar em ninguém.
— Porque é dinheiro de sangue.
— Como?

Talvez seu pai tinha estado envolvido no crime organizado.
Talvez era isso. Isso não me surpreende muito.

— Porque o meu pai matou minha mãe e depois se matou.




---------------------------------------------

Surpresos ????????? ........ HAUSHAUS
É .. triste história essa do Joe :'(
Mas agora dá para entender algumas coisas ......... mas e o "pedido de desculpa" ... ta válido?? eu achei fofo >.<

COMENTEM!!!!

11 comentários:

  1. AI MEU DEUS!!!
    Nunca cheguei nem sequer a pensar que o segredo do Joe era isso!!! estou O.O jhvsakdjavskjfasf agora é hora da Demi abrir o jogo e contar o segredo dela para ele, e o mais rápido possível, ela deixar Joe tirar esse cartão V dela kkkkkkkk
    Super fofo o pedido de desculpas do Joe, ele é muito fofo quando quer, parecia que eles eram namorados/casados e eles brigaram, não que eram colegas de quarto shgdshadg
    Muito ansiosa para os próximos!! poste o mais rápido que puder!!!
    Beijooos! <3

    ResponderExcluir
  2. Oh merda!!!
    Eu preciso de mais se não eu vou morrer aqui!!
    Posta mais por favor.

    To ficando desesperada!

    ResponderExcluir
  3. Posta mais um por favor

    ResponderExcluir
  4. ooooooownt o joe é lindoooo,eu teria corrido e beijado ele, pelo pedido de desculpa mais lindo.Que triste a historia dele.

    ResponderExcluir
  5. AINNNNNNNNNNNNNNNNNN Q FOFSSS ELES DOIS ,quase chorei quando o joe falou do pai e da mae dele!!!agora so falta saber o segredo da demi muahhhhh ,posta maisss pleasee

    ResponderExcluir
  6. "— Porque o meu pai matou minha mãe e depois se matou."
    Realmente, Joe não tem nenhum motivo pra ser problematico! MAS PORQUE O PAI DELE MATOU A MÃE? ELE ERA LOUCO? PSICOPATA?Coitado de Joe...
    Mas eu quero ver o que Demi vai fazer! Mlr poste logo por favor !!!

    ResponderExcluir
  7. Nossa...que pai louco....triste viu...
    coitado do joe :(
    Ta perfeitooo tudo
    posta logooooo
    Beijoss bebê...

    ResponderExcluir
  8. Que fofos!
    Awn coitadinho do Joe... :-\
    Eu vou morrer se você não postar logooooooooooooooooooo!
    Beijos com glitter
    Eu amo você, vc não sabe o quanto...

    By - Milena... <3 :-D

    ResponderExcluir
  9. Me desculpe o palavrão mas: CARALHOOOOO! PUTA QUE PARIU! Ele por acaso viu o pai matando a mãe? Ai meu Deus! Por que isso? Caralho, eu to até com lágrimas no rosto. Meu Deus, MEU DEUS! Pobre Joe ): deveria realmente ser difícil lidar com esse segredo. O que mais me deixa encantada é o fato dele confiar nela. Agora é a vez da Demi... Quero logo que esses dois se apaixone (ou pelo menos mostrem um pro outro essa paixão) e quero hoooooot nessa fic hehehehehehe. Eu amo sua fic, e posta maissss e maisss. Faça maratona

    ResponderExcluir
  10. Concordo com maratona e capitulo hooooooooooot :3 estou amando isso aqui, e esperando desesperadamente pelo proximo capitulo!! não demora não flor

    ResponderExcluir
  11. Aaaa posto logo,sabia que vc poderia escrever um livro amo sua fic

    O Joe jonas vai ta no Brasil amanha...

    By:Alice

    ResponderExcluir

Sem comentários ........... sem capítulos!