25/07/2014

Meu Erro Favorito - Capitulo 16






Depois do tour mais longo da história pelo campus da UMaine, Dallas decidiu que era a hora dela voltar para Belfast.
— Lembre-se do que eu disse. Ele poderia ser a melhor ou a pior coisa que pode acontecer com você. Cabe a você escolher. — ela disse enquanto ela me abraçava — Não deixe meu passado ditar seu futuro, ok? Eu quero que você seja feliz.
— Você está soando como cartão de presente. — eu disse quando ela me soltou.
— Eu sei do que eu estou falando, Kid. — Ela pressionou o dedão dela no meio da minha testa, como se fosse para passar a sabedoria dela para o meu cérebro — Eu te ligo quando eu voltar. Quando é a próxima vez que você vai para casa?
— Não tenho certeza, talvez em um fim de semana em outubro, se eu não for, eu vou no dia de Ações de Graças.
— Eu vou tentar vir de novo antes, então. Amo você, irmãzinha.
— Amo você, irmã mais velha. — eu disse antes dela colocar o teto do Volvo para baixo e ligar o rádio.
Ela buzinou enquanto dirigia, indo embora, eu apenas balancei a minha cabeça.

****

Quando eu voltei para casa, Joe não estava, mas havia outra nota na minha cama.

“Saí para fazer alguma mulher de objeto. Talvez faça sexo com algumas. Volto mais tarde. Falando nisso, sua irmã é bem vinda para voltar a qualquer hora.”

Ele assinou apenas com a letra J.

Eu enfiei o bilhete na minha mesa junto com o outro, pelo que eu sei, ele estava fazendo sexo com um monte de garotas diferentes. Eu odeio admitir isso, mas eu espiei o celular dele em uma noite enquanto ele tomava banho e olhei os contatos dele, ele tinha mexido com o meu, então eu apenas devolvi o favor. Eu reconheci alguns dos contatos dele, incluindo o primo dele e os amigos dele, os outros nem tanto, seis dos contatos dele eram só Ashleys — "Ashley B, D, H, F, R e T." 
O padrão continuava para outros nomes comuns como Heather, Sarah e Liz. Eu não conseguia nem contar quantos nomes tinham lá.

Com tudo isso, eu estava surpresa? Não muito.
Eu raramente o via falando no telefone dele, mas ele mandava muitas mensagens. Toda hora que ele fazia isso, eu imaginava qual das Ashleys era.


Eu não o vi até a noite em que eu voltei da casa da Megan onde eu me recarreguei com chocolate, conversa de garotas, Richard Gere e Channing Tatum.
— Você se divertiu conversando sobre os seus períodos? — ele disse, não tirando os olhos de alguma coisa no colo dele.
— Yeah, nós até começamos a discutir o exame de mama. Hey, isso é o meu e-reader? — certeza que era.
— Talvez. Você deixou em cima da sua mesa.
— Então você pensou em apenas usá-lo? O que mais das minhas coisas você tem usado?
— Só suas lingeries. — ele disse, os olhos ainda na tela.
— Me devolve. — eu disse, estendendo minha mão.
— De jeito nenhum, eu preciso descobrir com quem ela vai terminar. — ele levantou o braço dele, deixando o e-reader fora do meu alcance.
— Me devolve. — eu disse, saltando na cama e pegando o braço dele. Ele continuou movendo o braço, continuando a deixa-lo fora do alcance.
Eu segurei o braço dele com os meus dois e empurrei, mas ele escolheu esse momento para cutucar com o dedo dele aquele ponto de cócegas bem em baixo das minhas costelas.

— Joe, para. — eu disse, tentando não me curvar em uma posição fetal enquanto ele continuava a me fazer cócegas.

Eu tentei alcançar o e-reader, mas não teve nenhuma utilidade, ele jogou o negócio na minha cama e veio até mim com as duas mãos, me virando em cima da minha mala e me atacando. Eu estava rindo tanto que eu não conseguia respirar, ele estava rindo de mim, mas não tinha nada que eu pudesse fazer.

— Você quer isso de volta? Você realmente quer isso de volta?
— Sim. — eu arfei.
— Então me diga que se eu beijasse você agora, você não me beijaria de volta.

As mãos dele não deixaram minhas costelas, mas as cócegas pararam. Eu tentei recuperar o ar e inclinei minha cabeça para eu conseguir olhar para ele. Ele estava sério. O corpo dele pairava sobre o meu, e eu percebi que eu estava deitada na cama dele, os lençóis estavam cheios com o cheiro dele e eu queria virar minha cabeça para que eu pudesse inalar melhor.
— Você tem uma risada ótima, por sinal. Baixa e sexy.
— Eu não iria beijar você de volta. — eu disse vagarosamente, por que me levou muito tempo para achar as palavras.

Grande parte do meu cérebro estava distraída pelo rosto, corpo, quão quente ele era e o quão bem ele cheirava, e outros pensamentos sobre ele.
O rosto dele veio tão perto que a respiração dele movia o meu cabelo na testa.

— Mentirosa. — ele disse e vagarosamente saiu de cima de mim.
Eu fiquei onde estava, incerta se eu realmente podia me mover.
— Aqui está, Missy. — Meu e-reader veio em minha linha de visão. Ele estava lendo o primeiro livro da série que eu estava lendo. — Eu estou torcendo pelo vampiro.

Ele disse isso antes de sair do quarto e fechar a porta. Levou-me vários minutos para eu me levantar da cama dele. A maioria do meu sangue parecia ter ido embora do meu cérebro e ido para outros lugares. É bom que eu não seja um cara, senão eu precisaria de um banho gelado e alguns minutos sozinho. Joe estava certo, eu estava mentindo. Eu teria beijado ele de volta, eu teria feito muito mais do que isso. Eu queria que ele fizesse qualquer coisa e todas as coisas e depois pedisse por mais. Yeah, eu precisava de um banho frio.

****

As coisas esfriaram uns dias depois disso.
Joe se afastou. De novo.
Não parou os comentários sobre querer dormir comigo ou dizer que eu estava quente ou qualquer coisa assim, mas ele parou de invadir meu espaço pessoal. Bom, ele parou de invadir muito ele.
Ele começou uma nova rotina toda noite que nós íamos para a cama.

— Me ama? — eu respondia não. — Me odeia? — eu respondia isso com um comentário sarcástico, listando as coisas que ele faz que me irritaram no dia, a lista geralmente era bem longa e no final eu respondia não também.

Então nós dois nos virávamos e íamos dormir. Era uma coisa estranha de se fazer, mas no final nós dois éramos pessoas estranhas.
Eu parei de me importar se ele me via colocando o meu aparelho. Ele começou a pegar mais coisas minhas e ligar menos quando eu ficava brava.
Selena veio do encontro dela com o Nick com os olhos brilhando. De algum modo ele a ganhou completamente e ele se tornou algo permanente na nossa casa, assim como Dev e Sean. Os dois eram um pouco apaixonadinhos demais pela Miley, e ela flertava de volta, mas nunca passava disso.

A intensidade das classes aumentou, e eu passava mais e mais tempo lendo e escrevendo tarefas e outros trabalhos. Joe e eu passamos nossa primeira mediação com o chefe do dormitório trocando comentários sarcásticos. O Chefe do Dormitório, Chris, tentou nos guiar de volta ao caminho certo, mas ele não era um bom mediador. Eu terminei a sessão querendo socar o Joe, e ele terminou com um sorriso na cara. Então, nós fizemos zero de progresso. Nós ainda tínhamos uma sessão na próxima semana e eu não tinha nenhuma esperança que as coisas fossem mudar.

Além disso, eu tinha concordado com a aposta, então eu não podia realmente ir e me desfazer dele sem voltar atrás, e eu não iria fazer isso. Eu dei minha palavra e eu vou ficar com ela.
Na quarta, eu finalmente recebi um e-mail sobre o trabalho na biblioteca, e eles me queriam para uma entrevista na próxima tarde. Foi um aviso de última hora, mas eu aceitei ir. O dinheiro que eu ganhei no meu trabalho de verão na loja de lagosta estava rapidamente desaparecendo.

Eu encontrei o departamento no fundo da biblioteca, situado em um canto. Havia um monte de canos e uma cor verde feia na parede e estava claro que essa era uma parte negligenciada do prédio.
Eu encontrei com Tom, o chefe do departamento, e ele me perguntou sobre minha ética de trabalho e todas essas questões. Coisas desse tipo. Eu tinha praticado antes e estava agradecida de ter feito isso. Eu pensei em perguntar para o Joe se ele me deixaria praticar com ele, mas ele apenas iria me perguntar coisas ridículas e não teria ajudado em nada. Então eu pedi para Miley para me ajudar quando Joe estava em aula.

Considerando tudo, eu pensei que eu tinha ido bem, então quando eu levantei e balancei a mão do Tom e saí, eu me sentia confiante que eu tinha conseguido.
Eu peguei um desvio indo para a academia antes de eu voltar para o apartamento. Fazia séculos que eu não malhava, e eu realmente estava sentindo falta da minha aula de kickboxing. Por sorte, havia uma lista para se inscrever na aula de sábado à tarde, eu imediatamente escrevi meu nome. Eu fiquei um tempo no elíptico e depois fiz um treino com peso, mas eu desejava ter alguma coisa para socar.

Eu ainda estava bêbada de felicidade por causa da minha entrevista e da malhação naquela noite quando o Joe decidiu fazer outra maluca e deliciosa refeição e chamar todo mundo para vir. De alguma forma isto havia se tornado um ritual, nós até acolhemos mais algumas pessoas do nosso complexo que apareceram por causa do cheiro de comida. Naquela noite nós acabamos alimentando mais de quatorze pessoas. Nós tornamos nosso apartamento uma espécie de corredor bagunçado, no final começamos a deixar a porta aberta. As pessoas vinham e diziam oi, e eu descobri que eu gostava bastante delas.

— O que você está fazendo para a galera hoje? — eu disse.
Joe estava envolto de sacolas de compras. Eu não tinha ideia de onde ele tirava o dinheiro, já que ele nunca mencionou um trabalho.
— Bom, desde que nós estamos alimentando metade do campus, eu pensei em irmos de pizza. De modo que todo mundo possa ter a sua e cozinhar nos seus próprios fogões.
— Soa como um bom plano. Você precisa de alguma ajuda?
— Yeah, se você puder começar cortando esses pimentões, seria ótimo.

Eu peguei a tábua de cortar e comecei a picar. Miley veio e me ajudou quando ela chegou em casa e Selena chegou logo depois com Nick, os dedos dela interligados com os dele.
Eles eram um casal estranho, mas de algum modo eles funcionavam. Nick era tão relaxado e tranquilo e Selena era nervosa e organizada. Talvez eles equilibrassem um ao outro. O tempo iria dizer. Deus, se eles terminassem, seria muito estranho.

Todo mundo entrou e nós tínhamos uma galera em uma fila esperando. Greg e Todd, dois dos caras que vivem do nosso lado, ofereceram o forno deles, e começaram a assá-las assim que nós terminávamos elas. Era um completo caos, mas de algum modo surgiu um grupo de pessoas com uma única meta: pizzas deliciosas.

Eu me recusei a chegar perto dos pepperonis, então Joe lidou com isso, lavando as mãos para depois me ajudar a montar minha pizza veggie e cozinhá-la do lado de uma pizza de queijo comum.

Nossa festa da pizza se espalhou pelos corredores, as pessoas ficavam em pé ou traziam cadeiras do próprio quarto. Nós colocamos uma música e estava alto e louco e divertido. Sophie, Heather e Gabby também ofereceram para usar o forno delas para colocar as pizzas prontas para mantê-las quentes.
Nós pegamos os copos vermelhos e distribuímos para todo mundo para eles encherem com qualquer que fosse o álcool que eles tivessem. Joe achou um rum condimentado em algum lugar e me fez um rum com coca. O álcool se espalhou e todo mundo contava histórias e ria.

— Quinta sedenta! — Alguém gritava em vários diferentes momentos e todos eram requisitados a beber.
Eu esperava que ninguém chamasse um assistente de residentes para checarem nossos RGs. Nós estaríamos definitivamente ferrados.
Em algum ponto, Joe pegou seu violão e começou a tocar.
— Free Bird — alguém gritava.

Joe rolava os olhos e tocava e todos nós cantávamos juntos. Então alguém gritava outra música e outra. Nós tornamos nossa noite de pizza em um cante-junto improvisado. Eu me juntei à cantoria e peguei Hunter me olhando. Ele tocava, mas não cantava. Nós terminamos com uma reedição aguçada de Billie Jean.

Todo mundo voltou para os quartos depois de descartar seus pratos, copos e guardanapos. Todos nós concordamos em fazer isso de novo na próxima quinta e todo mundo votou por uma noite de tacos. Eu estava bem com isso, desde que eu pudesse fazer o meu próprio em uma panela separada.



-----------------------------------------

Hey... olha ai mais um pra vocês >.<
10 coments ............. Thank You, Guys !!!

Feliz hoje !!!! uhuuul 

COMENTEM !!!! 




9 comentários:

  1. Please posta mais!!!! eu estou super ansiosa para saber quando eles irão finalmente se pegar, já passou da hora hahahaha
    Faz uma maratona??? por favor Juh <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari ... vou pensar em uma maratona ^^ amanhã ou no domingo organizarei os caps ... e ai quem sabe >.<


      bjss

      Excluir
  2. haaaa posta mais please estou pirandoooo!!! quero logo capitulo de Jemi !!

    so uma perguntinha nao era vc que se ofereceu pra escrever JEMI 50tons de liberdades ??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim.... estamos resolvendo as coisas... mas logo estaremos com a fis 50 Tons de volta ^^

      Excluir
  3. Amei o Capitulo.
    Poste logo!! Beijos

    ResponderExcluir
  4. Posta,logo. Isso mesmo. Uma maratona vai ser ótimo. Pleasee,quero ver eles dois juntos logo. bjs-Dorothy L.

    ResponderExcluir
  5. Bebê que perfeitooo
    to adorandooo joe tão safado kkk
    posta logoo
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Demi a rainha da dificuldade kkkkkk

    ResponderExcluir

Sem comentários ........... sem capítulos!