08/07/2014

Meu Erro Favorito - Capitulo 10






A porta abriu um pouco, e ele colocou a cabeça pra dentro.
— Só queria te deixar saber que os caras foram embora, e Miley foi para a biblioteca para ler um pouco, então se você quisesse alguma privacidade você não teria que se esconder aqui.
Miley já tinha quantidades maciças de leitura para fazer, já que ela era uma estudante de enfermagem. Ela também tinha uma obsessão doentia com descrições sangrentas de doenças.
— Onde você vai estar? — Eu disse.
— Onde você quer que eu esteja? — Seu sorriso estava de volta.
— Onde eu não estou. — eu disse, saindo da minha cama e abrindo caminho por ele até a sala de estar. Eu realmente não tinha nenhuma lição de casa que tinha de ser feita esta noite, então eu decidi terminar o livro que ele tinha tão rudemente me distraído de ler naquela manhã.

Eu peguei meu e-reader e me dobrei no sofá. Eu tive que usar minha mão esquerda para segurá-lo, porque a direita ainda estava se recuperando do encontro com o rosto do Joe. Eu provavelmente deveria ter colocado mais um pouco de gelo nela, mas não queria dar-lhe a satisfação.
A cozinha estava impecável, os pratos já no escorredor e todas as outras evidências do buffet de café da manhã tinham ido embora. Acho que a limpeza era um talento escondido também. Selena não tinha tido a oportunidade de fazer nossa tabela de tarefas ainda, mas eu tinha certeza que ela estava trabalhando nisso.

— Você se importa se eu tocar?
— Não, vá em frente. — eu disse, não olhando para cima do meu livro.

Ele foi ao nosso quarto e voltou com seu violão. Eu não tinha realmente olhado para ele no dia anterior, mas definitivamente tinha passado por muita coisa. Era preto, mas todo amassado e arranhado. Ele sentou na cadeira em frente ao sofá e colocou a alça em volta do pescoço. Eu continuei lendo, mas esperei ele começar.
— Pedidos?
— Eu pensei que tinha que pagar por eles. — eu disse.
— Eu estou me sentindo generoso. Vou te dar algumas amostras grátis.
— Que generoso. — Ele toca um acorde. Eu penso por um segundo. — Smooth Criminal. Qualquer versão.
Ele pareceu surpreso por um segundo e então começou a tocar. Eu não pude me impedir de desfrutar a melodia familiar. Contra minha vontade, minha cabeça balançou e meus pés se contraíram. Ele não cantou, mas tocou a música e isso foi o suficiente. Ele era muito talentoso. Quando a música terminou, ele continuou a dedilhar uma melodia de transição
— Próxima?
— On my Own.... — Não havia nenhuma maneira de ele saber essa. Eu tinha tido uma breve obsessão em musicais no Colégio e tive um papel menor na produção do teatro comunitário de Les Miserables. Eu queria mais do que qualquer coisa interpretar Eponine, mas haviam muitas outras garotas que tentaram e tinham estado no Teatro desde que nasceram, por isso eu não consegui o papel. Eu tinha ficado ligeiramente devastada por pelo menos um mês.
— Você acha que vai me pegar, mas eu lhe asseguro, eu posso tocar praticamente qualquer coisa. — ele disse antes de se lançar em uma versão de guitarra da música.

Honestamente, eu pensei que mesmo que ele a conhecesse, ele não seria capaz de tocá-la em um violão. Eu tinha me provado errada novamente. Eu ainda estava segurando meu e-reader, mas o livro não estava me cativando tanto quanto Joe.
Ele se perdeu na música, jogando todo o seu corpo na canção. Era como se ele não estivesse nem ciente do que ele estava fazendo; ele só estava se perdendo na música. Era bonito de se assistir. Joe tocou com tudo o que ele tinha e ele era bom. Não, ele não era bom. Ele era incrível. Hipnótico. Poderia este ser o mesmo garoto que tinha dito que eu era fodível ontem à noite?
Ele terminou abruptamente a música, colocando sua mão sobre as cordas para que elas parassem de vibrar.

— Tempo de pedido gratuito acabado. Se você quiser pagar, eu continuo.
Eu só podia imaginar o que ele pegaria como pagamento, então eu apenas peguei meu livro novamente.

Depois de alguns minutos, ele começou novamente, apenas escolhendo músicas e notas aleatórias. Ele tocava algumas linhas de uma canção, o suficiente para eu reconhecê-la, e então ela se transformava em outra coisa.
— Posso te perguntar uma coisa? — Eu disse meia hora mais tarde.
— Você pode perguntar o que quiser, não significa que eu vou responder. — Ele puxou rapidamente uma corda.
— Por que você é um estudande de comércio? Eu preferiria comer vidro antes de admitir, mas você tem talento.
— Isto? — disse ele, apontando para o violão.
Eu assenti.
— Para que eu possa ser uma artista morto de fome? Há dez mil caras com violões que podem tocar.
— Mas se você gosta de fazê-lo, então por que você não faria?
— Estou fazendo isso. Agora.
Só queria uma resposta real dele. Se eu ia ficar presa com ele pelo resto da semana, nós poderíamos conhecer uns aos outros. Ele podia ser um idiota, mas ele era um idiota intrigante. Eu queria saber como ele tinha se tornado o cara que ele era. Você sabe, antes que eu o jogasse para fora em sua bunda.
— Você sabe o que quero dizer. — Ele deu de ombros e voltou a dedilhar. — Ah, então você desliga quando você não quer falar. Eu vejo como é. — disse.

— Você não quer saber sobre mim, Demi. Você realmente não quer. Acredite em mim quando eu digo que essas coisas não valem a pena conhecer.
— Eu poderia ser a juíza disso, eu acho.
Ele me deu um sorriso, mas ele era torto.
— Isso é o que todas dizem. Todo mundo diz que elas querem conhecê-lo, mas elas não querem. Elas querem saber as coisas boas, coisas bonitas. Ninguém quer saber as partes feias, as partes que te deixam acordado à noite. Elas dizem que estão bem com isso, mas depois vão embora e você nunca as vê novamente. Eu vi isso acontecer muitas vezes. Meninas não querem saber dessa merda.
— Talvez esta queira.
Seu sorriso apareceu novamente.
— Isso é o que todas dizem. — ele repetiu.

Decidi desistir e voltei ao meu livro. Ele voltou a dedilhar, e ficamos assim até que Selena voltou às 10:30. Ela parecia chocada ao nos encontrar em nossas posições atuais, mas recuperou-se rapidamente.
Miley voltou um pouco mais tarde, quando a biblioteca fechou, os olhos vidrados de toda a terminologia médica que ela tentou comprimir em seu cérebro em poucas horas. Eu estava exausta da noite anterior, então eu queria dormir cedo. Fiz questão de tomar minha maldita pílula, para que eu não acordasse todo mundo com meus terrores noturnos. Eu já estava na cama e tinha os olhos fechados quando Joe veio após seu banho.
O cheiro de sua pele limpa inundou o quarto, e eu tentei identificar o que era.
Era algo semelhante à madeira ou canela. Algo quente.
Eu o ouvi subir na cama e tirar seus shorts.
— Eu não sei se você está acordada ou não, mas boa noite, Demi.
Decidi fingir que estava dormindo. Ele esperou por uma resposta, mas quando eu não a dei ele se virou e suspirou.
— Dane-se. — eu o ouvi dizer sob sua respiração.

De volta pra você. Idiota.



----------------------------------------

Hey.... mais um capítulo pra vocês, vamos animar depois desse vexame da seleção brasileira, eu não perdi inteiramente porque tenho origem alemã .............. mas queria ver o Brasil ganhando, gritei muito, falei muito  rsrsrs', mas chega ! acabou. 

Bom .... lindo, boa noite >.<

COMENTEM!!!



8 comentários:

  1. Posta mais por favor

    ResponderExcluir
  2. Adorei o Capítulo.
    Poste logo!! Por favor. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Você escreve muito bem. Comecei a ler a fic hoje, to amando, sério. Parabéns! E meu Deus, to muito curiosa. Noto que Joe também tem suas complicações e talvez um lado obscuro, e sobre a Demi, quero entender o porquê dos remédios. Enfim, a fic ta realmente incrível! Gostaria de saber com que frequência você posta, pra eu ficar ligada e me atualizar. Posta logoooo <3

    ResponderExcluir
  4. posta maisssssssssssssssssss pleaseee quero saber os segredos da Demi e os segredos do joe

    ResponderExcluir
  5. Esse Joe me seduz!! Kkkkkk
    Posta mais ficou perfeito esse capítulo!! <3
    Continuaa
    Fabíola Barboza :*

    ResponderExcluir
  6. ei, depois de tanto tempo voltei. Eu estou amando esta fic e pelo jeito não é só a Demi que tem algo misterioso em seu passado não, parece que algo de ruim também aconteceu com Joe, não vou comentar muito, só estou comentando por agora pq desde o inicio das férias estou tentando ficar em dia com as fics que leio, mas saiba que a fic está ótima e sempre que eu tiver um tempo vou vir aqui para ler e comentar. bjsss

    ResponderExcluir
  7. Cara que perfeito!
    Posta logo gata!
    Beijos com glitter
    Amo você :-D

    By - Milena

    ResponderExcluir
  8. Tô curtindo muito essa fic, espero logo o próximo capítulo! Estou intrigada com os segredos da Demi e do Joe, já tenho uma ideia sobre o da Demi. .. quero ver se estou certa ou não haha
    Enfim, não me torture por muito tempo ):

    ResponderExcluir

Sem comentários ........... sem capítulos!