23/06/2014

Meu Erro Favorito - Capitulo 4





Eu não voltei para dentro até que minha mão doesse tanto que eu precisava desesperadamente de gelo. A sala estava em silêncio quando eu escapei para dentro e a maioria das caixas se foi, e Selena foi desembalar seus tachos e panelas na cozinha.

— Ei, você está bem? Ficamos meio preocupados com você. Joe, Miley e Nick foram buscar pizza.
— Eu estou bem. Só preciso de um pouco de gelo. — eu disse, segurando a minha mão, que estava púrpura em torno dos meus dedos.
— Oh, meu Deus. — disse ela, correndo para o freezer.
Felizmente, alguém tinha deixado uma bolsa de gelo no congelador que a manutenção tinha esquecido de limpar. Ela envolveu-a em um pano de prato que ela tirou de uma das caixas e entregou-a a mim.
— Como está o rosto dele? — Eu meio que queria que eu o tivesse estragado, só um pouco.
— Você bateu bem. Ele já está ficando com um hematoma.
Ponto.
— Será que suas bolas se recuperarão?
— Eu acho que ele vai ser capaz de ter filhos algum dia. — disse ela, estudando-me como se eu estivesse a ponto de me assustar e fazer de novo. Ela se inclinou sobre o balcão, sua organização abandonada por agora. — O que aconteceu? Tudo o que ele nos disse foi que ele disse algo que você não gostou e que ele mereceu.
— Ele disse isso? — Eu estremeci quando o gelo frio encontrou minha mão em chamas.
Fiquei surpresa. Eu pensei que ele tinha me culpado por tudo e me chamado de puta psicopata. No fundo da minha mente eu tinha um pequeno raio de esperança de que meu episódio de violência iria assustá-lo tanto que suas coisas teriam desaparecido quando eu voltasse. Não tive sorte.
— Sim, ele falou.
— Huh.
Vozes vieram pelo corredor. Vozes familiares. Eu me virei, e eles pararam quando me viram. Joe tinha duas caixas de pizza, e Miley carregava dois sacos com batatas fritas e refrigerante. Nick tinha o que, provavelmente, era um pouco de cerveja, habilmente escondida em duas camadas de sacolas de compras.
— Hey. — eu disse a todos eles.
Eles entraram com cautela, de modo que era quase engraçado. Eu era tanto a pessoa mais baixa como a mais jovem do lugar, mas eles tinham receio de mim.

— Como está a sua mão? — Miley disse, colocando os sacos em cima da mesa de jantar.
— Tudo bem. — eu disse. Ela começou a examiná-la de qualquer maneira, e eu olhei para Joe. — Como está o seu rosto? E as suas bolas? — Eu esbocei um sorriso, esperando que não parecesse muito louca.
Joe sorriu de volta para mim.
— Ambos vão se recuperar, eu acho. Você tem um inferno de um gancho, Missy. — disse ele, tocando seu queixo. Havia uma marca impressionante de aparência azulada crescendo. Ótimo.
— Eu te julguei mal, eu acho. Respeito. — disse Nick, aproximando-se e dando-me um cumprimento de punho. Eu dei-lhe um com a mão esquerda, e ele me deu uma piscada.
Acho que o comportamento arrogante era genético.
— Eu pedi essa com todos os vegetais. Não tinha certeza do que você gostava. — disse Joe, segurando uma das caixas de pizza em minha direção. Todos prenderam a respiração quando eu peguei a caixa de Joe. Inferno, era mais delicioso do que um ramo de azeitonas.
— Azeitonas. — eu disse. — Eu odeio azeitonas. Todo o resto é jogo justo.
— Podemos? — Miley disse, agora que a tensão foi quebrada.
— Claro. — eu disse, abrindo a caixa.

O cheiro celestial de pizza do Pat encheu meu nariz. Era a mesma receita por todos os muitos anos desde que tinha sido aberto, servindo famintos, com ressaca ou chapados estudantes universitários por décadas. De alguma forma, eles haviam encontrado a perfeita combinação entre queijo e molho para massa fina e coberturas. Uma relação perfeita, e era por isso que tinha sobrevivido por tanto tempo em uma cidade que tinha pelo menos doze pizzarias para cada estudante universitário.
— Você já desembalou os pratos? — Miley disse a Selena.

Procuramos com afinco os pratos, guardanapos e copos e, de alguma forma, todos nós terminamos no chão da sala de estar com pratos de papel, toalhas de papel e copos Solo com refrigerante ou cerveja. Eu não era uma grande fã de cerveja, então eu peguei a soda. Selena, Miley e Nick tinham todos vinte e um anos e brincaram sobre eu e Joe sermos menores de idade. Joe era apenas alguns meses mais velho do que eu com vinte, enquanto eu era a bebê com dezenove anos.

Acabou que Joe também era um estudante de administração; que surpresa. O único outro curso que eu teria escolhido para ele teria sido radiodifusão para que ele pudesse ser um repórter esportivo e assistir muitos jogos enquanto fosse pago para fazê-lo.
Nick foi a maior surpresa.
Seu curso era relações internacionais. Aparentemente, ele queria ir trabalhar no exterior como um diplomata ou algo assim. Seu nome verdadeiro era Nicholas Jerry Jonas III , o que explica o apelido.
— Qual é o seu curso? — Nick perguntou, enrolando um pouco de queijo em torno de seu dedo.
— Que tal adivinhar? — Disse Joe.

Não acabei de socá-lo na cara? Ele estava pedindo por isso de novo? Eu dei-lhe um olhar, mas ele só pegou outro pedaço de pepperoni e mastigou pensativo.

— Educação? Não, isso não pode ser. Nem publicidade. Boxe? Enfermagem? Que tal Engenharia Elétrica?
Eu revirei os olhos.
— Diga-me o que é então. — O sorriso arrogante voltou, como se nunca tivesse deixado o seu rosto.
— Estudos da Mulher. — eu disse, apanhando outra ofensiva azeitona e arrumando-a no meu prato.
— Huh. — disse Joe.
— Sem comentários inteligentes? Não vai me perguntar se eu sou lésbica?
Nick bufou. Miley revirou os olhos. Eu realmente deveria baixar o tom.
— Você é? — Joe levantou uma sobrancelha. Havia sempre piadas sobre o departamento de estudos da mulher ser um bando de lésbicas que odeiam homens. Eu tinha escolhido o curso por um motivo diferente, mas ele nunca ia saber disso.
— E se eu fosse? — Eu disse devagar.
Nick bufou sua cerveja pelo nariz e se engasgou.
Selena bateu-lhe nas costas.
Sim, eu ainda queria que Joe fosse embora, mas eu queria torturá-lo um pouco como vingança primeiro.
— Isso seria uma das coisas mais sexys que você diria para mim. Mesmo que isso não seja verdade. — Ele se inclinou para frente, um olhar predatório no rosto. A sala começou a ficar quente, e eu tomei um gole do meu refrigerante para que eu pudesse parar de olhar para ele.
— O que há com os homens e as lésbicas? Eu nunca entendi a atração.
— Você está brincando? Duas mulheres juntas é super quente, a menos que sejam machonas. Então nem tanto. — disse Nick.
— Mas lésbicas geralmente não querem os homens, então por que vocês são atraídos para elas? — Selena disse.
— Não importa para mim, eu ficaria feliz em assistir. — disse Nick, batendo os ombros em Selena.
Ela revirou os olhos.
— É porque o corpo feminino é lindo. É uma obra de arte. Todas as curvas e a suavidade. Você o dobra e você só tem o dobro da beleza. — Joe olhou para mim quando disse isso.

— Dobre seu prazer, dobre sua diversão. — disse Nick e todos nós rimos.
— Então, quais são seus planos para o resto da noite? Conectar o XBox? — Nick disse a Joe.
— Você tem um XBox? — Miley disse.
Ela era uma jogadora enrustida e estava procurando um usado no quadro de mensagens do campus desde sempre.
— Sim, eu tenho um Kinect também.
— Por favor, me diga que tem Skyrim. Por favor, por favor. — disse Miley, apertando as mãos.
Eu culpo Liam pelo seu vício de jogo.

Joe começou a montar o dispositivo, e eles passaram a hora seguinte ligando-o e jogando Skyrim.
Nick disse que tinha coisas para fazer, então, ele saiu, dizendo que estaria de volta. Adorável.
Eu fui desempacotar o resto do meu quarto e enviei uma mensagem de texto para Dallas.

O resto da tarde foi gasto colocando tudo em gavetas e fazendo a minha cama, descobrindo onde encaixar tudo, incluindo a enorme quantidade de livros que eu tinha trazido. Eu gostaria de poder ter me mudado para fora do campus, mas eu tinha uma bolsa que era especificamente para hospedagem no campus, então eu estava presa. Com Joe, aparentemente. Ele ficou fora com Miley e Selena, o que foi ótimo. Eu continuei empurrando suas coisas fora do meu caminho, irritada, mas ao mesmo tempo curiosa para saber o que mais estava no baú. Talvez fosse um corpo.
Selena bateu na porta e perguntou se eu queria ir ao supermercado com ela para comprar algumas provisões. Eu estava louca para sair do espaço pequeno, então eu peguei minhas chaves e algum dinheiro de todos e fiz uma lista.
— Você precisa de ajuda? — Disse Joe.
— Eu pareço como se precisasse?
— Não realmente, mas eu me sentiria um idiota se eu não perguntasse.
— Você é um idiota de qualquer maneira.
Ele balançou a cabeça e voltou para o jogo. Ele provavelmente estaria pronto para outro soco em breve.
Voltei carregada e encontrei o apartamento um caos.
— Ei, nós estamos saindo para o Blue Lagoon, você quer vir? — Selena estava deslizando longos brincos de prata em suas orelhas e tinha se trocado para um jeans skinny e um top prateado brilhante.

— Eu não posso. Não tenho vinte e um anos. — disse eu, apontando para mim.

Blue Lagoon era o nome atual do clube ao lado do campus. Ele continuava sendo fechado devido aos garotos menores de idade que entravam, ou por muitas lutas sangrentas. Por vezes, as duas coisas. Ele tinha um novo dono, mas eu não achava que este iria durar mais tempo do que o anterior.
— Merda, eu esqueci. Sinto muito.
Um secador de cabelos soou no banheiro. Ah, isso deve ser sério se Miley estava arrumando seu cabelo.
— Onde está Joe? — Eu odiava dizer seu nome em voz alta.
— Joe? Não sei. Seu primo voltou, e eles foram para algum lugar. Ele disse que estaria de volta antes de sairmos. — Ela estremeceu quando ela empurrou um de seus brincos dentro do furo.
— Ele não tem vinte e um anos também.
— Você sabe que ele provavelmente tem uma identidade falsa. — Sim, ele provavelmente tem. — Talvez a gente pudesse te colocar para dentro.
— Não, está tudo bem. Eu só vou ficar por aqui. Talvez eu ligue para Megan e vejo se ela quer vir.
Megan era uma amiga das minhas aulas de estudos da mulher que eu me aproximei no ano passado e a única pessoa que eu realmente chamava de amiga. Ela morava com o namorado em um apartamento fora do campus, mas seus amigos estavam sempre aparecendo por lá e ela sempre estava desesperada por um tempo de garotas.
Só então a porta se abriu e Joe e Nick entraram, com dois outros caras arrastando-se atrás.
— Hey. — ele disse, acenando com a cabeça para mim. — Este é Dev e Sean. Gente, essa é Demi, e essa é Selena.
— Oi. — eu disse, acenando.
Selena disse olá.
Dev tinha uma linda pele escura da cor de barro, e cabelos e olhos escuros. Ele também era loucamente alto e magro como um trilho. Sean era emblocado e construído como um lutador, com cabelos loiros e olhos castanhos. Ambos deram a mim e a Selena um olhar de checagem. Eu nunca tinha sido tão checada na minha vida.
— Então, você vem com a gente, Missy? — Ele estava olhando para os meus peitos novamente.
Eu cruzei meus braços.
— Alguns de nós não quebramos a lei.
— Você quebra agora. — disse ele, segurando alguma coisa para mim.

-------------------------------------

Oiiiiiiiiiiiiiiii........ desculpe a demora.
Passei agora antes do jogo para postar pra vocês, eu achei q já tinha postado o 4, mas não... sério, desculpa x.x
Digam se estão gostando >.<

Boa sorte Brasil ....... Vamo que Vamo !!!

Bjsssssss


COMENTEM !!!! 






8 comentários:

  1. To amando, amando, amando! Posta mais!

    ResponderExcluir
  2. perfeito
    hehe joe levando a demi a fazer coisas erradas kkkk....
    posta logo
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Ah! Eu estou curiosa para saber o motivo da Demi para escolher este curso.. Já estou imaginando o que possa ser.. Então, está perfeito! Muito perfeito. E espero que o Joe não meta a Demi em encrenca, acho que ela vai socá-lo novamente :) Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Estou lendo sua fic e estou realmente amando muito muito :)
    Já quero mais por favor, estou curiosa pra saber o que vai rolar a partir de agr :)
    Fabíola Barboza

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Obs. O que será qe vai acontecer neste curso?
      Nova história http://tudoqueeumaisqueroevoce.blogspot.com.br/
      Segue, lê, comente e divulga?

      Excluir
    2. Olha eu aqui de novo.
      Juuh comentei lá na pagina de afiliação está bem?
      Se vc aceitar me avisa lá no blog.

      Excluir

Sem comentários ........... sem capítulos!