18/06/2014

Meu Erro Favorito - Capítulo 2








— O que é toda essa coisa com pavão?

Isso foi uma hora depois e eu estava tão presa com Joe quanto no momento em que ele entrou pela porta. Eu até tinha ido à administração, que era logo na descida do nosso dormitório, mas ninguém estava lá. Muito ocupados tendo certeza de que os calouros não entrariam em colapso sob o peso de seus pesados eletrônicos quando os levassem ao fundo do corredor, sem dúvida.
Eu estava fazendo o meu melhor para ignorar Joe, mas ele não se calava. Claramente, ele era um daqueles caras que gostavam de conversar.
— Você não sabe que penas de pavão dão má sorte? — Com o canto do meu olho, eu vi seu bíceps com a tatuagem de sete flexionado quando ele puxou algumas camisetas do seu baú.

Sim, eu sabia que elas eram má sorte para a maioria das pessoas. Não era de sua conta porque eu as tinha em todos os lugares, inclusive no meu edredom, penduradas em molduras na parede e amarradas em um apanhador de sonhos que minha irmã tinha me dado. Não era da sua maldita conta.

Eu queria que Dallas estivesse aqui. Minha irmã teria sabido exatamente o que dizer para Joe para fazê-lo sair. Ela não podia sair de seu trabalho como técnica jurídica, e minha mãe não podia sair do trabalho também. Eu acho que elas pensaram que sendo eu uma estudante de segundo ano, mudar-me não era uma coisa tão grande. Ainda assim, eu sentia falta de Dallas.
— Você está chateada comigo, Missy?

O apelido foi a última gota.
 Eu virei e olhei para ele.

— Olha, eu não conheço você e você não me conhece. Assim que for humanamente possível, vou tirar você daqui, entendeu? Eu não sou sua querida. Eu não sou uma daquelas garotas que você pode sorrir e elas rastejarão para a cama com você. Entendeu? Fique longe de mim.

Aqueles olhos azuis queimaram dentro de mim. Ele era o tipo de cara que pode ver coisas que outras pessoas não podem , coisas que eu passei a minha vida inteira encobrindo e escondendo de todos. Eu só conheci algumas pessoas que poderiam ver através da minha fachada cuidadosamente cultivada. Eu rompi com a maioria delas como um hábito ruim, com a exceção de uma. Eu teria que acabar com este o mais rápido possível, antes que ele decidisse que ele poderia querer ver o que o mundo tinha feito para me irritar tanto.

— É meio difícil ficar longe de você, quando estamos vivendo no mesmo lugar. — disse ele.
— Eu. Sei. Disso. — eu disse com os dentes cerrados.
Ele ergueu as mãos.
— Não fique com raiva de mim, o destino escolheu o seu nome.
— Eu não acredito em destino.
Ele riu.
— Eu também não. Eu só acredito em sorte. — Ele apontou para o sete em seu braço. — Nunca se pode ser muito cuidadoso.
— Eu não acredito em sorte também.
— Claramente.
Fomos interrompidos por uma voz potente. Joe passou por cima do caos que ainda cobria o chão e enfiou a cabeça para fora da porta.
— Nick, cara, porque você demorou tanto? Você se perdeu?
Uma voz masculina respondeu:
— Não, eu só me atrasei. Este é o seu lugar?
— Claro, apenas entrem todos.
— Não, eu só entrei em um quarto aleatório e comecei a colocar minhas coisas nele. Sim, este é o meu lugar.

Ele entrou na sala de estar, e eu o segui. Selena e Miley saíram do seu quarto. Eu ouvi muitas batidas e gritos, então, provavelmente elas estavam pendurando os quadros de Selena conforme suas exigentes especificações.

Em pé na nossa porta estava um cara que parecia que poderia ter sido irmão de Joe. Seu cabelo era um pouco mais claro, sua constituição um pouco mais forte e seus olhos mais escuros, mas não havia dúvida quanto à semelhança.
— E quem são essas encantadoras damas? — O cara novo disse.
— Estas são Demi, Selena e Miley, minhas colegas de quarto. — Joe respondeu, apontando para cada uma de nós em sequência.
— Cara, você está falando sério? Como diabos você consegue tanta sorte o tempo todo?
— Nascido sob a estrela certa. — disse Joe. — Este é o meu primo, Nick.
— Prazer em conhecê-lo, Nick. — disse Miley, mergulhando para frente para apertar sua mão. Nick pegou e apertou sua mão, parecendo um pouco confuso. — Eu sou Miley.
— Prazer em conhecê-la, Miley. Eu estou supondo que você deve ser Selena — disse ele, apontando para Selena, que acenou — e você deve ser Demi. Eu ouvi muito sobre você. — Como ele pôde? Eu olhei para Joe, que fez uma cara de inocente. — Foi tão bom você aceitar o meu infeliz e pobre primo em sua hora de necessidade. Eu pensei que ele ia ser capaz de ficar no meu sofá, mas um dos meus companheiros de quarto deu para um outro cara que estava disposto a pagar para ficar, e eu fui derrotado. Desculpe, cara.
— Está tudo bem. — disse Joe.

Pela primeira vez desde que eu o conheci, eu podia ver outro que não era um idiota arrogante. Alguém real. Mas essa pessoa se foi atrás de um rosto arrogante antes que eu pudesse estudá-lo mais de perto.

— Eu posso ver isso. Você precisa de alguma ajuda?
— Eu acho que eu estou bem. — disse Joe.
Miley levantou a voz.
— Eu poderia usar algum músculo. Minha cama está um pouco torta, e eu não consigo chegar no ponto certo. Quer me dar uma mão? — Ela girou de lado a lado, como se ela estivesse mostrando a ele o que poderia ser seu se ele obedecesse.
Jesus, ela era tão óbvia.
— Claro, não há problema.
Com isso, deixamos outro cara estranho entrar em nosso apartamento. Virei as costas e voltei para o meu quarto, esperando que ninguém mais fosse aparecer de repente. Joe me seguiu.
— Você está com fome? Eu estava pensando em pegar algo do Pat‘s. Seus entregadores provavelmente estão sobrecarregados, então, eu posso ir pegar. Por minha conta. — disse ele enquanto pegava mais camisetas para colocar em seu armário.

Ele estava tentando ser legal comigo? Será que ele sentia pena de mim?
Eu olhei para ele, tentando entendê-lo.

— Você gosta de pepperoni? — Sua voz tinha perdido essa vantagem arrogante. Ela era mais suave, e... Não. Ele era o mesmo. Ele ainda estava tentando jogar comigo. Eu sabia como esses caras eram. Eles apenas eram bons até que eles conseguissem o que queriam, e se eles não conseguiam o que queriam, eles o tomavam.
— Eu sou vegetariana. — eu disse, e fui para o banheiro, apenas para que eu pudesse ficar longe dele.

Quando passei pelo quarto de Selena e Miley, ouvi Nick dizendo algo que fez as duas rirem. Ótimo. Simplesmente ótimo. Eu fechei a porta do banheiro minúsculo e inclinei-me sobre a pia. Eu estava perdendo o controle. Eu me olhei no espelho. A iluminação horrível não fez muito pela minha pele, mas ela realmente não fazia muito para ninguém. Joguei um pouco de água no meu rosto e, em seguida, pulei em cima da pia, colocando minhas costas contra o espelho. Em questão de poucos minutos, meu segundo ano virou completamente de cabeça para baixo.
O que eu ia fazer?
Esse cara estranho tinha acabado de invadir a minha vida. Não só a minha vida, mas o meu espaço. Nosso quarto era menor do que um dormitório duplo. Estaríamos passando por cima uns dos outros o tempo todo. Ele me veria quando eu acordasse de manhã. Ele seria a última voz que eu ouviria quando fosse para a cama. Eu iria ver a maldita tatuagem e aquele sorriso o tempo todo.
Joe Jonas seria a última coisa que eu veria quando eu fosse para a cama e a primeira coisa que eu veria quando eu acordasse. Isso não vai terminar bem.


-------------------------------------------------------

Que bom que vocês estão gostando ... prometo que essa história vai ser muito boaa =) 
Unnie >.< Obrigada pela força que tem me dado, ouvindo minhas bobagens, me dado conselhos quando preciso e estando aqui também, lendo e me dando força pra seguir em frente, na vitória ou no fracasso ... Love you!

Obrigado a todos os outros que tem acompanhado o blog nesses 2 anos de batalha kkkkkk 
Love You, Guys >.<

COMENTEM !!!



9 comentários:

  1. amei ...adorei mesmo essa fic ...posta logo hein ...bjss

    ResponderExcluir
  2. Eu to amando essa fic
    Faz o Nick com a Selena nessa fic por favor
    Posta logo

    ResponderExcluir
  3. Haaaaaaa joe filho use seu charme e dê logo uns pega nela pra ela deixar de arte kkkkk eu sei comentario desnecessario mas enfim to gostando da historia bjs :-)

    ResponderExcluir
  4. bebê *-*
    capítulo simplesmente perfeito <3
    apaixonada pela fic u.u
    posta logooo
    não demora viu :-D
    beijos <3

    ResponderExcluir
  5. Nem preciso mencionar que está perfeito ne???
    Quero mas jubs. Posta logo.
    Quero um Joe pra mim. kkk

    ResponderExcluir
  6. Perceitaaaaa to amando posta logoooo

    ResponderExcluir

Sem comentários ........... sem capítulos!