25/08/2013

O Pai Perfeito - Prólogo





Prólogo


- Ok, Simon. Agora faça exatamente o que a titia Demi está pedindo e tudo acabará bem.
Demetria Lovato respirou fundo e meneou a cabeça, para então levar outra colherada de papinha, já gelada àquela altura, à boca do sobrinho de oito meses. Afastou de seus olhos, com a ponta do dedo, uma mecha do cabelo loiro, curto e desfiado, sentindo algo pegajoso. Ao afastar a mão, viu que seus dedos estavam cobertos com uma massa colorida. Sorrindo melancolicamente, depositou a colher no pratinho de Simon e pegou um guardanapo para tirar o que fosse possível da papinha que grudara em seu cabelo.
— Desta vez você me pegou direitinho, não foi, seu malandrinho?
Simon soltou um gritinho entusiasmado e sorriu, agitando-se feliz em seu cadeirão. (Demi)
Selena Henrie, irmã de Demi e mãe de Simon, ergueu os olhos da salada que devorava com apetite e sorriu.
— Eu já tinha avisado que dar de comer a Simon era uma aventura perigosa, principalmente para alguém vestido para sair. Você me ouviu? Nããão! Veja só o que aconteceu! (Selena)
Miley Cyrus, a colega de Selena que completava o trio de amigas íntimas que compartilhavam a refeição matinal de domingo, não pôde deixar de rir.
— Que belo suéter!(ela comentou, a respeito do cardigã vermelho de lã de Demi) 
— Quanto pagou por ele? (Miley)
Demi suspirou ao inspecionar a peça de roupa em questão. Além do suéter, seu uniforme de bar tender, composto de camisa imaculadamente branca, gravata de seda multicolorida e calça preta de corte masculino, também estava decorado com outras cores: vermelho-beterraba, verde-ervilha e amarelo-abóbora.
— Comprei o suéter em uma liquidação, ok? Mas isso não dá a este mocinho o direito de arruiná-lo na primeira vez que o estou usando. (Demi)
Demi olhou cautelosamente para sua amiga e sua irmã. Ambas trabalhavam como enfermeiras-chefes na ala da maternidade de um renomado hospital: Miley no berçário e Selena na obstetrícia. Lançou para o sobrinho um olhar desconfiado. Em contrapartida, ele também a olhou da mesma forma, para então oferecer-lhe um sorriso com apenas dois dentes e lindas covinhas. Foi o bastante para a tia perdoá-lo de qualquer transgressão.
— Será que algum dia ele vai ter cabelo? (Demi quis saber, notando uma vez mais a cabecinha pelada do bebê desde o nascimento)
Selena balançou a cabeça, meneando o cabelo castanho
— Quem sabe? Acontece que já estou tão acostumada com ele assim que não sei se o reconheceria com cabelo. (Selena)
Miley afastou a grossa trança de cabelo ruivo de seu ombro, garfando um ovo apimentado do prato sobre a mesa.
— Ele está cada dia mais fofinho, Sel. Você deveria inscrevê-lo em uma agência fotográfica. Ele poderá pele menos fazer o papel do "Eu Era Assim" em algum anúncio para tônicos capilares. (Miley)
Demi riu gostosamente.
— Bem, tudo leva a crer que a titia Demetria aqui vai ter que usar uma nova tática para alimentar este malandrinho. (Ela ergueu novamente a colher e então vibrou os lábios juntos para imitar o som de um motor.)
Simon sorriu para a tia, intrigado. Demi também sorriu. Parecia que iria funcionar.
— Agora abra a sua boquinha para deixar o aviãozinho entrar. (Demi)
O bebê fez o solicitado até a mão de Demi estar a poucos milímetros de cumprir a tarefa. Então Simon fechou a boca apertando os lábios e cruzou os bracinhos sobre o estômago, virando a cabeça para o lado. Demi não pôde deixar de rir ante a expressão do sobrinho.
— Ora, Simon. Você é definitivamente um Lovato em todos os detalhes. Nem sua mamãe nem sua titia fazem nada que não queiram. (Demi)
— E quando sua tia quer fazer algo (completou Selena) tome cuidado. Porque nada, absolutamente, vai fazê-la mudar de idéia.
— Deve ser algo genético (comentou Miley)
Simon balbuciou algo sem sentido e bateu na tampado cadeirão.
Demi depositou o pratinho de Simon no balcão a seu lado. Ele comera quase tudo. Por isso, tirou-o do cadeirão e disse que iria para o andar de cima limpar o bebê e ela própria, partindo com ele no colo.
Simon era um bebê maravilhoso, ela pensava enquanto prendia a fralda descartável alguns minutos após. Ele olhava a tia atentamente; os cílios absurdamente grandes tornavam os olhos castanhos ainda mais escuros. O bebê sacudia as perninhas e prendia com a mão o dedo indicador da tia, sorrindo.
- Ele não é uma gracinha? (perguntou Miley ao entrar no quarto de Simon, olhando-o por sobre o ombro de Demi.)
— É o bebê mais fofinho que conheço (concordou Demi)
— E o mais esperto (acrescentou Selena ao juntar-se às duas)
Por alguns instantes, as três mulheres ficaram adorando Simon, cujos olhinhos curiosos passeavam de um rosto para outro. Como ele não soltava o dedo da tia, ela acariciou o rosto do sobrinho com a outra mão.
— Há algo que preciso contar para vocês. (Ela ainda não pretendia revelar a novidade, mas de alguma forma o momento pareceu-lhe adequado)
 — Vou ter um bebê. (Demi)
Demetria ergueu os olhos e encontrou as expressões de inegável surpresa de Selena e Miley. Talvez fosse choque. Sim, choque parecia descrever melhor o que via naqueles dois rostos amigos.
— Um bebê? (Selena conseguiu perguntar, ofegante)
— Quando? (completou Miley)
— Logo (informou Demi) 
— Acho que no Natal. É uma linda ocasião para ter um bebê, não acham? (Demi)
— Mas para chegar o Natal ainda faltam onze meses. (lembrou Miley) — Parece que sua matemática anda precisando de uma reciclagem.
Demi fez uma careta para a amiga.
— Bem, você sabe que só é preciso nove meses para se gerar um bebê, não sabe? (Miley)
— Claro que sei (assegurou Demi)
Selena suspirou.
— Ok, irmãzinha. Se você vai ter um bebê, quem vai ser o pai? Apesar de você ter muitos fãs, sei que até agora ainda não achou ninguém suficientemente interessante para... Não me diga que finalmente apareceu alguém especial! (Selena)
Demi sorriu, desafiante.
— Ainda não decidi quem vai ser o pai. (Demi)
Selena ergueu a mão e levou-a à testa da irmã.
— Nenhum sinal de febre (Selena informou a Miley) 
— Então deve ser algum trauma psicológico. (Miley)
— Nada disso! (Demi assegurou, afastando a mão da irmã mais velha. 
— Vou ter um bebê. Em dezembro o mais tardar. E ainda não sei quem vai ser o pai. (Demi)
— Vou ligar para o Dr. Clifferman (disse Miley a Selena)
—Quem é Dr. Clifferman? (Demi)
— É o melhor psiquiatra que conheço. Você, pegue a camisa-de-força. (Miley)
— Querem parar com isso? (pediu Demi)
 —Não estou delirando. Ainda não estou grávida, mas logo estarei. (Demi)
As outras mulheres voltaram a encará-la, mas dessa vez os comentários foram mais realistas.
— Por que diabos você quer ficar grávida?Acredite, sei do que estou falando. Aqueles nove meses não foram nenhum piquenique, principalmente quando se está só e não se tem a mínima experiência. (Selena)
— Mas eu quero ter um bebê. (Demi disse dando de ombros)
—Você não acha que seria interessante primeiro encontrar um pai para essa criança? E se apaixonar, primeiro? E casar? E assim que as coisas tradicionalmente acontecem, mesmo no Século Vinte. (Miley sugeriu)
— Eu não sou urna pessoa tradicional (Demi)
— Bem, isso é verdade (Selena)
— Não tenho o mínimo interesse de prender-me permanentemente a um homem. Eles só dão trabalho. Você, Sel, mais do que ninguém deveria saber disso. (Demi)
— Ei, só o que sei é que agora estou casada com o homem mais maravilhoso do mundo e mal posso esperar para dar um irmãozinho a Simon. (Selena ergueu a mão para a irmã que já se preparava para contra-argumentar) Ouça, não vou negar que cometi muitos erros antes de David entrar em cena, mas... Esta é mais uma razão para eu sentir que existe alguém perfeito para você, também. Só dê um tempo para que isso aconteça, Demi (Selena suspirou enquanto Demi balançou a cabeça)
— David é um em um trilhão. Não há mais ninguém como ele no mundo. Além do mais, gosto de ser solteira. Mas também quero ser mãe. Conviver com Simon mexeu com algo dentro de mim: É um sentimento delicioso, Sel. Agora sei que meu destino é ser mãe e tenho certeza de que serei uma boa mãe. (Demi)
— Não temos a menor dúvida.Você é fantástica com crianças. É com essa história do pai que estamos preocupadas. (Miley disse olhando rapidamente a Selena, que meneou a cabeça, concordando)
— Você sabe o que sinto a respeito, Demi. A minha situação com David depois que Simon nasceu poderia preencher um livro. Você precisa ter cuidado. Ter um bebê não é algo que possa decidir sem considerar todas as conseqüências (Selena)
— Mas você não pensou. (Demi ergueu o queixo na defensiva)
— E verdade, mas veja só o transtorno que isso me causou. (Selena)
— Mas seu caso teve um final feliz, não teve? (Demi)
Sabia que Selena não tinha argumentos para isso. Ela e o marido eram o casal mais feliz que Demi conhecia. Mas havia outro motivo para querer ser mãe tão rapidamente e decidiu que Selena e Miley mereciam conhecê-lo.
— Existe outra razão que me deixa ansiosa para ter o bebê o mais rápido possível. Eu realmente não tenho muita escolha. (Demi disse devagar e Selena e Miley fitaram-na curiosas.)
— Por que não? (Selena perguntou e Demi suspirou)
— Meu tempo para ser mãe está se esgotando. (Demi)
— Por quê? (As outras duas repetiram)
— Fui ver minha ginecologista na semana passada e ela confirmou algo de que eu já vinha suspeitando. Evidentemente estou com alguns problemas no meu sistema reprodutivo. A Dra. Deleasa acha que eu só tenho mais um ano de fertilidade. Depois disso, minhas chances de engravidar vão diminuir muito. Se quiser ter um bebê preciso fazê-lo agora. Depois disso... (Demi disse num sussurro)
— Demetria, precisamos conversar mais a esse respeito (Selena)
— Por favor, pense muito antes de tomar uma decisão. (Selena)
— Já pensei muito e decidi que o bebê vai chegar na época do Natal. (Demi)
— E o pai? (Miley indagou, mostrando-se mais entusiasmada que Selena e Demi sorriu)
— Tenho dois meses inteiros para decidir. (Demi)
— Dois meses (repetiu Miley, demonstrando o quanto a idéia lhe parecia maluca)
— Dois meses, é o quanto preciso para encontrar o pai perfeito para meu bebê. (Demi disse voltando a sorrir)


--------------------------------------------------------------
Bom galera ta aí o prólogo, em breve eu venho postar o primeiro capítulo.
Falem, opinem e digam o que acharam da sinopse e do prólogo ok?
Quero saber se gostaram ;)

Por hoje é só pessoal!
bju nas crianças!

11 comentários:

  1. perfeito amei posta logo

    ResponderExcluir
  2. A sinopse me deixou de queixo caido!
    Eu amei, amei... Amei!
    Agora, voltando...
    Covinhas *-*
    Eu amo covinhas!
    Eu tenho e amo kkkkkk'
    Eu amo fic com bb's sabia? Kkkk
    Da para perceber afinal eu coloco uma criança sempre que posso nas minhas fics *-*
    Fiquei bolada, isso explica o por que dela querer engravidar tão rapidamente!
    Não vejo a hora dela conhecer o Joe.
    Quero saber mais sobre esse solteirão invicto *-*
    Posta logo viu :)
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  3. Eu amei isso aii..
    Fiquei curiosa demais..
    Garanto que vai ser tudo perfeito..:D
    Ah, e sobre a sua pergunta do outro post..
    Eu amooo, E se fosse Verdade..É tão lindooo;..*-*
    Eu super leria u.u
    Hey..
    Posta Logoo ;)
    s2

    ResponderExcluir
  4. Adorei o Prólogo
    Poste logo! Bjs

    ResponderExcluir
  5. AAAAAAAAAAAAA QUE PERFEITO <3
    APAIXONEI PELA FIC,MAL POSSO ESPERAR PARA O PRIMEIRO CAPÍTULO ~ANSIOSA~
    ESPERO QUE A DEMI ACHE O PAI PERFEITO PARA O FILHO DELA OI FILHA KKKKKKK...
    POSTAAAA LOGOOOO MINHAS BEBÊS
    BEIJOS SUPER ESPECIAL PARA CADA UMA >.<

    ResponderExcluir
  6. Divulga,http://fanmadehistorias.blogspot.com.br/ muito bom ta no cemecinho

    ResponderExcluir
  7. to amandoooo

    Postaaa logooo pleaseee

    ResponderExcluir
  8. Eu ri muito com esse prologo "tenho dois meses inteiros para decidir", não parei de rir.
    Divulga por favor? mechamoilusao-fanficjemi.blogspot.com
    Posta logo, estou ansiosa

    ResponderExcluir
  9. Ooooown meu Deus, que perfeito, que tudo, que fofo!
    Lembrei do filme Plano B, por acaso a fic é inspirada?
    Que foooofo esse Simon! Irônico o nome, né? huasuhas'
    Dois dentes e lindas covinhas, ownt!
    Meeu, essa Demetria é louca!
    2 meses pra engravidar? Iih, corre! hsauhsa'
    Wow, o que a Demi tem que só tem um ano de fertilidade??
    Quero ver como o Joe vai aparecer, tô muito ansiosa haha'
    POOOOSTA LOOOGO!
    Beeijos hoooney :3

    ResponderExcluir
  10. SOCORRO *-*
    EU TO NO CHÃOOO LARGADA
    QUE COISA PERFEITA É
    VEIIO TO SUPER HIPER MEGA ULTRA CURIOSAA
    POSTA LOGOOO AMORE
    BEIJOS!!!

    ResponderExcluir

Sem comentários ........... sem capítulos!