16/07/2013

Made of Honor (Mini fic Capitulo 4)




Capitulo 4 – A constatação.

Joe acordou e cumpriu sua rotina diária, mas sentia falta de ter Demi por perto. Hoje ele tinha o jogo de basquete semanal com os amigos. Tudo estava ótimo e eles jogavam animadamente. Em um dos tempos de descanso os caras começaram a conversar.
- Que houve hein cara você tava meio aéreo hoje. (Justin perguntou a Joe)
-Nada demais, eu só to meio cansado só isso (Joe)
-Ih, quem foi a gata que te quebrou ontem? (Kevin perguntou fazendo Joe rir)
-Cara na boa não sei que graça vocês vêem em dormir com uma mulher diferente todo dia (Nick, o melhor amigo de Joe disse se sentando no banco ao lado dos outros)
- Você diz isso porque não tem idéia do que é dormir com uma mulher diferente todo dia, já que você é casado Nicholas (Kevin disse debochado)
-Pode ser, mas vocês não conhecem as maravilhas que um casamento pode trazer, não sabem o que chegar cansado de um dia de trabalho e encontrar alguém te esperando pra te dar carinho e atenção em casa (Nick)
-Mas eu tenho isso (Joe disse dando de ombros)
-É cara você tem o melhor dos dois mundos (Kevin disse sorrindo)
-Valeu Hanna Montana! (Justin disse fazendo todos gargalharem)
-Mas sabe que você tem razão Kevin, eu saio e durmo com quem eu quero e volto pra Demi depois, é a vida perfeita (Joe disse sorrindo)
-É, mas talvez não seja pra Demi (Nick disse fazendo Joe parar de sorrir)
-Como assim Nick? O que quer dizer? (Joe perguntou confuso)
-Ah qual é Joe? Você nunca parou pra pensar nisso? (ele seguia sem entender) Cara a Demi é mulher e já tem quase trinta (Nick)
-E daí? O que tem isso? (Joe)
-Você acha que a vida perfeita dela é chegar em casa e te encontrar depois de você ter transado com outra? (Nick)
-Isso te faz pensar né? (Justin comentou enquanto Joe seguia pensativo)
Joe ficou o dia todo pensando no que Nick havia dito, estava preocupado com aquilo e não entendia por que. Ele precisava falar com ela e no fim da tarde depois de tentar por varias vezes finalmente pode ouvir sua voz sonolenta do outro lado da linha.
-Alô (Demi)
-Demi? (Joe)
-Joe? Oi, aconteceu alguma coisa? (Demi perguntava sonolenta olhando o relógio da mesinha de cabeceira)
-Ah, não eu só queria falar com você, er... Então como está o tempo aí na Inglaterra? (Joe)
-Está ótimo, só que eu to na Escócia (Demi)
-Ah, eu me confundi, então não tem sol né? (Joe)
-Joe são três da manhã (Demi)
-Ah desculpa, então ta escuro né? (Joe)
-É importante? (Demi)
-Advinha o que aconteceu? (Joe)
-O que? (Demi perguntava bocejando)
-Eles taparam (Joe)
-Taparam? Taparam o que Joe? (Demi)
-O buraco, aquele em frente ao meu apartamento (Joe)
-Ah, que ótimo... Joe, eu vou voltar a dormir ta bom? (Demi)
-Ah, tudo bem (Joe)
-Eu te amo (Demi)
 -Boa noite e me Liga aman.. (ela já havia desligado)

Joe passou toda a semana pesando no que havia acontecido, e em como Demi fazia falta em sua vida. Ele tentou se distrair saindo com varias mulheres, mas sem querer acabou tentando fazer com elas as mesmas coisas que fazia com Demi. E não deu muito certo. Nenhuma delas gostava das mesmas coisas que ele como ela gostava, nenhuma conseguia adivinhar o que ele iria comer ou gostava de comprar coisas em antiquários como ela.
Ele já estava enlouquecendo e tentava de todas as formas falar com ela, mas não conseguia, o sinal era muito ruim na região e ele só conseguia chiado e mais chiado e quando ela ligava de volta, ou ele não conseguia atender, ou o mesmo chiado atrapalhava.
Em uma das vezes que Joe ligou, Demi atendeu, mas a ligação estava péssima eles não conseguiam se ouvir. E pra piorar chovia torrencialmente na estrada e Demi estava presa no meio do nada.
-Alô (Demi)
-Demi? (Joe)
-JOE? ALÔ? OI EU NÃO CONSIGO OUVIR, JOE SE FOR VOCÊ EU POSSO TE LIGAR MAIS TARDE? ESTOU PRESA NO MEIO DE UMA TEMPESTADE RODEADA DE VACAS, EU TE LIGO QUANDO CHEGAR AO HOTEL (Demi)
-O que? DEMI? Eu não to ouvindo, droga (Joe resmungou quando a ligação caiu)
Depois desse dia, Joe estava cada vez mais estranho, ele se sentia vazio sem Demi por perto, fazia tudo que eles faziam juntos, mas dessa vez sozinho. Até a padaria ele ia e comia as duas tortas que eles gostavam. Caminhava pelo Central Park observando a paisagem, quando se deparou com um casal de velhinhos tentando entrar num barco para passear no rio. Logo ele se ofereceu para ajudar.
-Vocês precisam de ajuda? (Joe)
-Oh meu querido seria muito bom, não conseguimos subir sozinhos (a senhora disse terna)
-Claro (Joe segurou o barco enquanto o casal subia e logo depois os dois já remavam e acenavam pra ele sorrindo)
-Obrigado rapaz (o senhor agradeceu)
-De nada, tenham um bom dia! (Joe)
Joe acenou sorrindo enquanto os via remar e se abraçar carinhosamente sorrindo. Ele pensou que gostaria de ter alguém para estar com ele assim um dia, e logo sua cabeça parou em Demi. Ela era a única pessoa nesse mundo que ele confiava, que ele admirava, que ele... Amava? Então ele se deu conta: Ele estava completamente apaixonado pela sua melhor amiga, e isso o assustava demais.
No jogo de basquete com os amigos, Joe estava mais aéreo ainda, errando jogadas, caindo e fazendo tudo errado. Logo os caras desconfiaram de que algo estava acontecendo.
-Qual é o problema com você cara, você esquisito demais hoje? (Kevin)
-Nada, é só... Eu acho que eu to apaixonado pela Demi (Joe)
Dito isso, todos pararam de correr e Nick parou de driblar a bola a deixando cair ao chão. Todos o olharam ao mesmo tempo de boca aberta.
-Que foi? Relaxa vamos jogar (ele pegou a bola e se virou começando a driblar enquanto todos ainda o olhavam perplexos)
-Eu sei la cara, talvez a vida seja mais do que ficar transando por aí (Joe)
O jogo seguiu depois da revelação e no final quando eles estavam se preparando pra ir embora Joe conversava com Nick.
-Eu vou falar pra ela quando ela voltar,  vou dizer que quero ficar com ela, nada de casamento só ficar juntos. (Joe)
-Se você acha que tem que ser assim vá em frente (Nick)
 E assim Joe se preparou todos essas semanas esperando ansiosamente a volta de Demi, para finalmente dizer o que sentia por ela.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Galerinha, me perdoem, meu navegador esta ruim, estou há dois dias tentando postar o capitulo pra vocês mas não conseguia abrir o blogger. Hoje graças a Deus consegui, e bom, hoje vou postar dois pra compensar o tempão que fiquei fora ok?  Então, só devo aparecer aqui agora no sábado, pois minha semana será muito agitada, tenho espetáculo no teatro na quarta (me desejem muita merda porque to precisando) e sexta tenho um compromisso, então se tudo der certo nos veremos no sábado e quero isso aqui lotado de comentários viu?
Amo vocês tudo!
Bju nas crianças!


2 comentários:

  1. *Primeira* Eu acho ou...
    Tenho certeza kkkk são 3h45
    Eu estou sem sono... Mais vamos lá.
    Finalmente chegamos a minha parte favorita kkkk
    Ele finalmente se tocou de que ama a Demi ;)
    Igreja posso ouvir aleluia??
    ALELUIA!
    E esses amigos? Kkkkkkk
    Rachei com...
    Valeu Hannah Montana *-* kkkkkkkk
    Ainda to rachando... :D
    Ela disse "eu te amo" pra ele... E essa anta do José nem percebeu :OOO
    Eles foram feitos um para o outro...
    Lerdo e lerda <3<3<3<3<3
    Boa sorte pra você com o teatro :-)
    Até sabado <3<3<3<3<3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AUSHDUSHDUSHSDUHSDUASHDUSAHDAUDHAUSD vc ainda não viu nada meu bem, vai ficar pior ;)

      mulher não em deseje boa sorte, me deseje MERDA, ou QUEBRE A PERNA ( é assim que se deseja boa sorte no teatro, e não "boa sorte" literalmente, dizer isso da azar ausdhuasdh)

      e sim eles são feitos um pro outro.. LINDOS *-*

      saudades de vc e to MORRENDO com Two Pieces *-* quero maaaaaaais post la hein u.u

      bjus e até

      Excluir

Sem comentários ........... sem capítulos!