24/03/2013

My Best Friend ( Mini Fic Cap 19)

LINDA *-*




“Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Às vezes encontram e, por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.” Carlos Drummond de Andrade.






Joe fechou os olhos quando tirou toda a camisola dela, conclusão: Ela estava apenas de calcinha na frente dele, mais uma vez...
Teria que controlar todo seu instinto já que dessa vez ela estava enferma, jamais tentaria algo com ela nesse estado, nem consciente ela estava.
Mas tudo não passava de uma grande tortura, ou uma difícil provação.
Tinha que se segurar, acima de tudo ele a respeitava...

Ligou o chuveiro e foi controlando a temperatura pro morno, evitava a todo custo olhar diretamente para o colo nu, seria atiçar demais seu instinto masculino!
Pegou o chuveirinho e com cuidado foi jogando a água sobre o corpo dela...
Demi tremeu o corpo todo e, encolheu-se sussurrando alguma coisa.
Sua boca automaticamente começou a ficar roxa.

Joe a trouxe pra perto de seu corpo, erguendo-a...
Aninhando-a e sentindo o doce cheiro de seus cabelos, a ardência devido à febre e a textura da epiderme que o deixavam em estado de loucura.
Fechou os olhos mais uma vez controlando seus ânimos, o prazer que se ele bobeasse, viria de maneira avassaladora.

- Por que você faz i-isso comigo, hum? (Joe sussurrou perto do ouvido dela, enquanto continuava a molhar as costas dela)

Selena apenas deixou a roupa no closet, não iria entrar jamais naquele banheiro.
Mesmo que soubesse que o primo não faria nada pelo estado de Demi, mas tinha plena certeza de que ele precisava de um momento a sós com ela, uma maneira que talvez o fizesse pensar melhor sobre a decisão que estava tomando, a de se casar...

- Não briga mais comigo... P-por favor? (Joe continuou nos sussurros)

“Lembro daquele beijo que você me deu, que até hoje está gravado em mim...”
(Sergio Passos cantado por Ivete Sangalo).

Joe buscou forças através de âmago...
Lutou contra sua essência masculina, mas preservou o lado respeitador e a amizade, que por mais estremecida que estivesse, era um grande porto seguro em sua vida.
Ele tinha plena certeza de que se arrependeria por não ir a fundo naquele banho, mas pior do que isso era sua mente acusá-lo de se aproveitar de um momento de fragilidade de Demi, na qual ela nem estava consciente...
Ele não queria dessa maneira, se fosse pra ter algo a mais, que ela estivesse em sã consciência e por vontade própria.
Seria o mesmo que molestá-la ou pior, um estupro. Não nas reais conseqüências, mas algo que na mente dele soaria igual.
- Eu sei que pode ter sido nossa última chance, mas você não está em condições pequena e, tenho certeza que nem quer olhar na minha cara, que dirá outras coisas! (Joe afirmou desligando o chuveiro)
Inconsciente totalmente ela não estava, mas não conseguia ter forças pra falar algo.
A força que faltava não era devido à sua enfermidade, era por estar entrando no caminho da desistência...
Demi estava jogando a toalha, desistindo de algo que ela tanto almejava, mas que por determinadas razões não deixou acontecer.
Agora seria a hora de esquecer o passado e recomeçar, voltar pra estaca zero e erguer a cabeça na tentativa de ser feliz.
Não tentou, mas sacrificou-se para vê-lo bem, feliz. Em sua concepção, mas talvez não pudesse afirmar tal coisa!
Joe a enxugou minuciosamente, não raciocinando quando sua mão envolta da toalha tocava em partes íntimas e que mexiam com sua libido.
De maneira calma, foi colocando cada peça íntima e o pijama nela, sentiu um alivio quando ela estava vestida.
Tortura a menos pra sua vida!
Pegou-a no colo com a mesma delicadeza, a deitou na cama e aconchegou-a entre as cobertas.
Tocou na testa dela e, parecia estar mais fresca, tirou a prova com o termômetro e viu que estava com 37°.
Suspirou aliviado, já não estava mais com febre alta...
Suspirou dedilhando com carinho o rosto dela, beijou-a na testa e voltou ao banheiro pra trocar de roupa.

Não tinha condições psicológicas de trabalhar, muito menos enfrentar um plantão, mas o trabalho seria bom pra fazer com que sua mente esquecesse os problemas conjugais e extraconjugais.
Mas será que ele não estava fugindo dos problemas?
Ou então, tampando o Sol com a peneira?

- Vou indo, a febre dela abaixou bastante, mas ela está em estado febril ainda, quando ela acordar façam com que ela come coisas leves, mas que tenham sustância. (Joe)
- Pode deixar Joe, vou ficar aqui com ela. (Sel)
- Obrigado por ter vindo, Joe. (Nick)
- Que isso, agora me diz uma coisa, o que fazia aqui? (Joe perguntou estranhando)
- Passei cedo, foi isso. (Nick afirmou dando uma desculpa qualquer)
- Ah ta, bom vou indo. Qualquer coisa me ligue que eu venho correndo. (Joe)
- Ligo sim, vai com Papai do Céu e se cuida. (Selena falou beijando-o na bochecha)
- Vou dormir um pouco, tentar relaxar e depois ir pro hospital. (Joe)
- Se não estiver com vontade, não vá. (Sel)
- Tenho que ir. Vou ficar um tempo fora por causa do casamento e tal, e também sabe bem como é o Senhor Paul, não me dá moleza porque sou filho e não quer ninguém falando que eu sou protegido. Já viu né? Só me ferro... (Joe)
- Mesmo assim, vá se quiser e que se dane o tio. (Sel)
- Eita má educação. (Nick)
- Não enche... (Sel)
- Seria tão fácil mandar tudo se ferrar, mas infelizmente não dá! Bom vou indo, tchau Nick, tchau Sel. (Joe afirmou cumprimentando os dois)
- Tchau! (Sel e Nick)
Demi espreguiçou-se sentindo o corpo moído...
Eram oito horas da noite quando acordou, levantou aos poucos até ficar sentada na cama.
Suspirou lembrando do belo sonho que havia tido.
Ele cuidava dela, da maneira mais especial e respeitosa!
Demi sorriu, pelo menos no sonho podia acreditar um pouquinho que esse amor existia...
Mas ela não sabia que, o sonho havia sido real.

Levantou da cama e foi até a sala, Selena e Nicholas assistiam a um filme abraçados.
Demi sorriu, era bom ver os amigos felizes e juntos!
E como adorava bancar o
 castiçal, foi até o sofá se enfiando entre os dois.

- Hei, invasão de privacidade? (Sel brincou)
- Não, é carência. (Demi sussurrou abraçando os dois)
- Então te damos carinho, está melhor? (Nick)
- Melhor do que? (Demi)
- Dem, já viu que horas são? Desde manhã que está com febre alta, se não fosse o Joe você estava até agora ruim. (Sel)
- O que? (Demi)
- Lembra que eu dormi aqui, não é? (Nick)
- Lembro... (Demi)
- Pela manhã você acordou febril, o dia inteiro ficou assim, mas chamei o Joe e ele cuidou de você. (Nick)
- O J-j-oe? (Demi perguntou arregalando os olhos)
- Esqueceu que ele é médico? (Sel brincou piscando)

Não era um sonho, era real!
Demi calou-se e abraçou ainda mais os amigos.
Estava numa luta de sentimentos contra si própria...
Não sabia como sair daquela situação,  a única coisa que queria era se jogar de cabeça naquele amor.
Mas era tarde demais...

“Quem se afasta tem sem dúvida uma parcela de culpa. Quem se cala impõe uma barreira. Pois que de nada adianta plantar sem regar e cuidar. De nada adianta seduzir e abandonar. O amor exige luta, presença, ou corre-se o risco de vê-lo murchar...” Lea Waider.

O que mais Demi queria, era agradecê-lo por ter cuidado dela...
Pedir perdão e, dizer
 eu te amo!
Mas o destino e seu medo lutavam contra.
A impediam de armar o maior escândalo e impedir que Joseph cometesse a pior besteira de sua vida, se casar com outra que não fosse ela.

Segunda chance?
Talvez ela sonhasse com essa oportunidade, mas não se sentia digna disso...
Não tinha direito de brincar com o sentimento alheio e do nada querer passar uma borracha em sua burrada!
Havia errado e as conseqüências seriam eternas, mas algo lhe confortava: Ele seria feliz!

Poucos não sabem, mas o verdadeiro e mais puro amor conforma-se apenas com o sorriso do amado, apenas o sentimento de alegria estampado em sua vida!
Amor não correspondido, talvez seja a mais linda maneira de amar, pois o coração consegue dobrar o sentimento e ama por si e pelo outro...
Mas também a mais dolorida, a que nos faz pensar que a vida é pintada com cores frias, geladas, com colorações e tons escuros e tristes!
Mas o verdadeiro significado do amor, é ver a vida espirrando cores do arco-íris e pensar que se o amor te faz sofrer, é porque o seu momento ainda não chegou!

Era manhã de 15 de Agosto, aniversário de Joseph e o sábado que colocaria um ponto final em seu estado civil de solteiro...
E pra Demi, apenas a plena certeza de que ela havia o perdido... De vez!

“Eu faria tudo pra não te perder assim, mas o dia vem e deixo você ir...”
(Sergio Passos cantado por Ivete Sangalo...)


------------------------------------------------------------------------------------------------------------





E aí meninas!
Desculpem por eu não ter postado essa semana, eu to com muito trabalho, to fazendo 4 apresentações por dia e qnd chego em casa não tenho forças pra vir aqui, mas fiquem trankuilas pq a Juh qnd eu não puder vem postar ;)

Bom a fic ta chegando ao fim galera L
Devem faltar no Maximo uns 4 ou 5 capítulos, vamos terminar de editar e postaremos.
Obrigada pelos coments e por vcs serem umas fofas *-*
Bju nas crianças!

11 comentários:

  1. Pftoooooooooo! Amei mto lindo, socorro. Posta logo please!!

    ResponderExcluir
  2. Ta simplesmente perfeitoooo! Posta logo ! Bjs..

    ResponderExcluir
  3. Awnnn que fofo o Joe cuidando da Demi e se segurando... But...
    Que vontade de entrar não fic e bater nesses dois... Putz que complicados. Custava dar um bjin no delírio? Outch!

    Ok... Acho que as srtas não estão entendendo.... EU PRECISO de mais caps. Pq essa tortura com a gente? Pq tanta maldade no core? Isso não se faz... ;( ;( Magoou....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rs já ia esquecendo... Postaaa logooo pleaseee

      Excluir
  4. o.m.g demi não pode desistir,
    não podeeee.....
    e o joe não pode se casar com
    a vadiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa....
    to amandoooo,posta
    logooooooooooooo,
    beijos >.<

    ResponderExcluir
  5. aaaaaw <3 o joe respeitou muito a demi!
    aff ele n pode se casar!! :/ posta logo ta. bjs

    ResponderExcluir
  6. Awnnnn o Joe esse lindo *-*
    ameiii o capitulo, posta outro capitulo hoje pleaseeeee
    Posta logoooo
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  7. own' achei tao fofo o joe cuidando da demi!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! o joe é muito fofooooooooooooooooo!
    o joe nao pode se casar, naoooooooooooooooooo!
    ta perfeito.
    beijos e posta logo MINHA diva.........

    ResponderExcluir

Sem comentários ........... sem capítulos!