18/03/2013

My Best Friend (Mini Fic Cap 10 - Maratona)




There's just one life to live and there’s no time to waste, so let me give your heart a break… “




- Hei, está pensando na morte da bezerra? (Joe perguntou sorrindo parado em frente a ela)
- Estava lembrando da primeira vez que me trouxe aqui. (Demi)
- Está triste por lembrar de sua avó? (Joe)
- Não, afinal de contas ela virou meu anjinho da guarda. (Demi exclamou sorrindo)
- Sem sombra de dúvidas. (Joe falou beijando-a na testa)
- Vem amor, temos que ensaiar. (Camilla exclamou se aproximando e pegando na mão dele)
- Vamos, você também madrinha Loira. (Joe afirmou rindo e sendo puxado pela noiva)

Demi respirou fundo olhando os dois, de fato não se acostumava com aquela cena.
Não entrava em sua cabeça que ele se casaria, não aceitava, mas não conseguia fazer nada pra reverter àquela situação.
Não sabia como agir!

- Ela faz de tudo pra tirar o Joe de perto da Demi, queria matar essa bruaca projeto de índia Potira. (Selena sussurrava pra Nick)
- Talvez ela sinta ciúmes, assim como todas as namoradas que ele já teve. (Nick)
- É claro, fica chamando de pequena e cheio de carinhos com ela, é óbvio que faz isso porque ama, até as namoradas dele percebem isso, menos ele! (Sel)
- Eu nem me envolvo mais com esses dois, sempre levo soco ou sou xingado, então eles que se entendam. (Nick)
- Eu vivo brigando com o Joe, e até eu vê-lo com a aliança no dedo esquerdo não vou sossegar, ele pode nem olhar mais na minha cara, mas eu vou fazê-lo desistir dessa porcaria de casamento, nem que ele tenha que virar viado! (Sel)
- Falando de mim? (Danny perguntou rindo e se aproximando)
- Bebê, é de um gay, mas não você! (Sel)
- Hum... Ai esse casamento vai ser um porre, ensaio mais chato! (Danny)
- Fora às cafonices dessa louca, como pode um médico estiloso e lindo casar com ela? (Sel)
- Vai ver ela é gostosa na cama. (Danny)
- Joe é frouxo, não se apega às mulheres nessa questão. (Nick exclamou rindo)
- Vai pensando, só lembro das histórias que ele contava, chego a sentir nojo desse cafajeste com cara de nerd, que agora acha que virou gente pra casar. (Sel)

- Deixe-o em paz Sel, se ele quer casar que case, ele que vai quebrar a cara morena! (Danny)
- Eu andei conversando com ele, nem adianta. Ele está muito decidido. (Nick)
- Que decidido e que deixar em paz, nasci pra infernizá-lo e farei isso até o dia em que ele desista dessa palhaçada. (Selena)
- Não sei viu, agora olhem lá a assanhada da Miles se jogando pra cima do Kev, essa não toma vergonha na cara mesmo. (Danny exclamou rindo e apontando Miley que conversava ao pé do ouvido com Kevin)
- Ela quer se envolver com todos os amigos, daqui a pouco sobra pra Dem e pra você. (Nick falou rindo)
- Deus me livre, fico o resto da minha vida sem homem, mas voltar a pegar mulheres jamais. (Danny)
- Concordo com você, os homens são mais interessantes. Mas não os cretinos dos Street Dancers, raça maldita. (Sel exclamou fechando os punhos)
- Esquece esse imbecil. (Nick)
- É isso mesmo, esquece esse cara ridículo, segue em frente morena. (Danny)
- Já estou seguindo, mas ainda fico com raiva! (Sel)
- É porque está recente, mas vai passar. Vou lá falar com a Demi. (Danny exclamou saindo de perto deles)
- Sel? (Nick)
- Sim? (Selena)
- É, depois que sair daqui vai fazer alguma coisa? (Nick perguntou não olhando nos olhos dela)
- Não sei, por quê? (Selena)
- Quer jantar c-comigo? (Nick perguntou entre gaguejadas, seu rosto ruborizou na hora e seus batimentos cardíacos aceleraram descompassados)
- Sim, claro. (Selena respondeu sorrindo)

O ensaio acabou por volta das 20 horas...

- Veio de carro, Dem? (joe perguntou saindo da igreja)
- Não, vim de táxi. (Demi)
- Então vem comigo, agora que voltamos a ser vizinhos é bem mais fácil, vou deixar a Camilla na casa dela e depois vamos pro prédio! (Joe)

Grande piada, nada estava fácil com ele mais próximo...
Novamente morando no mesmo prédio que ela e, ainda deparando-se com fato de ver Camilla entrando no prédio pela noite e, saindo pela manhã.

- Não se preocupe, vou de táxi ou peço carona pra Miles ou pro Danny. (Demi)
- Nada disso, até parece Lovato, vem comigo e assunto encerrado. (Joe exclamou sorrindo e abrindo a porta da frente pra Camilla que, sorriu em seguida pra Demi)
- Ok. (Demi afirmou respirando fundo, odiava ver os dois juntos e, odiava aquele sorriso de Camilla, que ela julgava ser falso)...

Demi ia observando em silêncio o caminho que percorriam, olhava pra fora na intenção de não ver os beijos em que Joseph e Camilla davam a cada farol que paravam...
Ela percebia que Joe tentava afastar-se, mas talvez fosse uma criação de sua cabeça, um desconforto que não existia!

- Está quieta, Dem. (joe)
- Estou cansada, é isso! (Demi afirmou sorrindo)
- Pelo que o Joe diz, você trabalha demais. Precisa reservar algum tempo pra futilidades e diversões, por isso eu não faço nada, curtir a vida é bem melhor! (Demi)
- Curtir a vida tem um preço, não se diverte sem o dinheiro e, pra tê-lo somente trabalhando, quer dizer, as pessoas que ainda não dependem de papai e mamãe. (Demi alfinetou sem intenção)

Joe arregalou os olhos e virou sua mirada pra Camilla que, estava completamente sem graça.
Demi colocou a mão na boca percebendo a gafe, foi nessa que tentou concertar as coisas...

- Mas há quem como você, não precisa trabalhar e está certo, tem que curtir a vida mesmo, te apóio. (Demi exclamou forçando um sorriso)
- Pois é. (Camilla)
- Você sabe pra onde a Sel e o Nick foram? (Joe perguntou tentando mudar de assunto)
- Acho que foram jantar. (Demi)
- Não confio deixar minha irmã sozinha com ele! (Joe)
- Eu não confio deixar o Nick sozinho com a Sel. (Demi exclamou rindo)
- Eles estão tendo algo? (Camilla)
- Não. (Joe)
- Mas poderiam ter e até torço. (Demi)
- Eles formam um belo casal, mas parecem ter personalidades diferentes e acho que isso não dá muito certo. (Camilla)
- Por isso mesmo tem tudo pra dar certo, as pessoas devem ser diferentes pra se completarem, aquela velha história de que os opostos se atraem, um imã positivo só consegue se unir ao imã negativo! (Demi mais uma vez alfinetando).

Nick e Selena acabavam de entrar em um luxuoso restaurante indiano.
A decoração típica e ao fundo um belo quadro do Taj Mahal.
Também estavam espalhados pelo local, frases e pensamentos de Mahatma Gandhi.

- Esse restaurante tem uma energia ótima. (Sel exclamou sorrindo)
- Sempre venho aqui, fora que a culinária indiana é deliciosa. (Nick)
- Quero experimentar, deve ser boa. (Sel)
- Uma mesa pra dois na área de fumantes ou não fumantes? (um garçom perguntou ao se aproximar dos dois)
- Vai fumar Sel? (Nick)
- Não, parei com essa droga, ninguém merece ficar cheirando fumaça. (Sel)
- Que bom hein, então uma mesa pra não fumantes. (Nick)
- Venham comigo. (o garçom)

A mesa para os dois era ao lado de uma bela fonte que, exalava um doce aroma de sândalo.

- Aqui estão os cardápios! (o garçom)
- Eu não sei o que escolher, Nick. O que você vai comer? (Sel)
- Eu gosto muito desse,
 Chicken Makanvala, são pequenos cubos de filé de frango com molho curry e outras especiarias, tem cebola também. Parece um frango xadrez, mas bem mais apimentado. (Nick)
- Deve ser bom, vou pedir o mesmo que você. (Selena)
- Dois Chicken Makanvala (falando ao garçom) e, o que quer beber? (Nick)
- Tem alguma bebida indiana? (Sel)
- Tem essa chamada
 Lassi, ela é feita de iogurte de vários sabores e, essência de rosas. (Nick)
- Quero experimentar essa. (Sel afirmou sorrindo)
- Duas, por favor. (Nick)
- Ok, vou pedir pra prepararem, querem algo como aperitivo? (o garçom)
- Quer? (Nick)
- Não! (Sel)
- Por enquanto só isso mesmo, obrigado. (Nick exclamou ao garçom)
Em um grande telão passava alguns clipes de música indiana e, cenas de filmes gravados em Bollywood, a capital do cinema na Índia.

- Observando esse lugar da até vontade de conhecer a Índia. (Sel)
- Vou ver se consigo ir nas minhas férias. (Nick)
- Meus tios já foram, disseram que lá é muito bonito e tem uma energia muito forte! (Sel)
- Os indianos são muito sábios. (Nick)
- Com certeza, eles mesmo vivendo na pobreza são a raça mais espiritualizada que tem no mundo. (Sel)
- É verdade. (Nick)
- Ah vou ter que te acompanhar nessa viagem hein? (Sel afirmou sorrindo)
- Se sinta convidada desde já. (Nick)
- Quero andar de elefante e, fazer Yôga dentro do Taj Mahal, fora que quero voltar com terceiro olho e totalmente zen, será que isso é possível? (Selena falou rindo)
- Vamos ver se eles são milagrosos também. (Nick exclamou rindo)
- Que mancada hein... (Sel)

Rapidamente o pedido dos dois ficou pronto, já se deliciavam com a comida que haviam pedido.

- Tinha razão, é muito bom! (Selena afirmou sorvendo a bebida)
- Cada vez que venho, ela fica mais deliciosa. (Nick exclamou limpando a boca com um guardanapo de pano)
- Hei, eles mandam bilhetinhos, igual à comida chinesa, aqueles biscoitinho da sorte sabe? (Sel afirmou pegando um bilhete ao lado do prato)
- Esqueci de te falar desse detalhe. São mensagens de Gandhi, e é engraçado que sempre vem uma que parece que foi escolhida a dedo pra gente, é como se fosse uma resposta. (Nick)
- Deixa-me ler então... (Sel)

“Um covarde é incapaz de demonstrar o amor reprimido, isso é privilégio dos corajosos...” Mahatma Gandhi.

Era impressão de Nick ou a mensagem foi como um tapa na cara com luva de pelica?
Gandhi havia falado sem nenhum pudor que ele era um covarde, e claro poderíamos incluir Demetria Lovato nessa lista. Joseph também?

- Profunda essa frase, achei linda. (Sel exclamou guardando o bilhetinho em sua bolsa)
- Não falei, as mensagens são escolhidas a dedo. (Nick)
- Não concordo, não temos amores reprimidos. (Nick)
- Não temos? Ou você não tem? (Nick)
- Eu não tenho, por que? Você tem? (Sel)
- Tenho, já algum tempo. (Nick)
- Sério? E por que não põe esse amor pra fora? (Sel)
- Tenho medo de assustar. (Nick)
- Assustar? Quem não iria gostar de ser a paixão de Nicholas Jerry Watson, o menino da carinha de bebê mais sexy de Manhattan! (Sel exclamou sorrindo)
- Se as coisas fosse fáceis assim, eu já teria me declarado há tempos! (Nick)
- Nunca é tarde pra se viver um grande amor, e não faça que nem seus dois amigos cabeçudos que não assumem logo o amor reprimido e se casam de uma vez. (Selena)
- Você tem razão, mas como diz o Gandhi eu sou um desses covardes. (Nick)
- Não é, coragem Nickito, me diz como é esse seu amor? (Selena)
- A garota mais incrível que eu já conheci em toda a minha vida, fora que ela é linda! (Nick afirmou sorrindo)
- Ai que meigo, você está todo apaixonado, vai atrás do que é seu Nick, tenho certeza que ela vai te querer. (Selena)
-
Você quer? (Nick perguntou sério e a olhando nos olhos)

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------





Galera
Peço MIL DESCULPAS!
Uma arvore caiu aqui ontem a noite e ficamos sem energia elétrica até hoje no inicio da tarde.. Por isso não pude postar os capítulos da maratona... Mas agora vou postar todos que programei... Obrigada pela paciência e compreensão de vcs ;)

Bju nas crianças!

11 comentários:

  1. AAAAAAAAAAAAAHHHH NEMI >< AMEI !!! POSTA MAIS *---*

    ResponderExcluir
  2. ahhhhhhhh posta logoooo! ameiiiii*---* beijinhosss

    ResponderExcluir
  3. nhaaaawwww Jemi e Camila fight ! haha posta logo! beijiemi..

    ResponderExcluir
  4. Lekinha,minha linda ».«
    Tá perfeito,to doida para
    Sabe o que a sel,vai responder...
    Posta logooo,
    Beijos ;)

    ResponderExcluir
  5. muito perfeito ! posta mais! beijonas!

    ResponderExcluir
  6. Ansiosa por mais um capitulo maravilhoso como esse ! beijocas...

    ResponderExcluir
  7. Posta maisss*----*

    ResponderExcluir
  8. Ta lindo<3 Posta mais.....

    ResponderExcluir
  9. To curiosaaaaaa! sera q a Sel quer ? posta logo, ou vou morrer de curiosidade....

    ResponderExcluir

Sem comentários ........... sem capítulos!