15/03/2013

My Best Friend (Mini Fic Cap 7)





“But I know if I could do it over, I would trade, give away all the words that I saved in my heart, that i left unspoken…





Demi saiu correndo pelo corredor, até dar de encontro com Nick.

- Dem, o que houve? Aonde você levou a Sel. Está chorando? (Nick perguntou preocupado)
- M-me leva embora, m-me tira daqui! (Demi exclamou chorando)
- O que houve maninha? (Nick perguntou abraçando-a)
- Q-quero ir embora, q-quero minha casa! (Demi)
- Não vai nem se despedir dos outros? Do Joe? (Nick)
- N-não quero... (Demi sussurrou aos soluços)

Nick fez o possível para que ninguém os visse saindo, mas Denise percebeu.
Depois de todo o constrangimento, o jantar acabou e todos foram embora da casa.
Agora seria a hora de Joseph colocar Selena em seu lugar, Denise tentava impedir, mas a ira dele superava.

- Filho, não brigue, por favor. (Denise tentava convencê-lo em vão)
- Não mãe, ela já teve a hora dela de fazer ceninhas, agora vai me escutar. (Joe exclamou furioso e, entrando no quarto da prima feito um furacão)
Selena mexia em seu notebook, sentiu a presença de Joseph, mas ignorou.
Irritando ainda mais o rapaz.

- Selena, olha pra mim! (Joe)

Selena permaneceu concentrada no notebook...

- OLHA PRA MIM! (Joe)
- Joseph... (Denise)
- Mãe, sai daqui, por favor. Eu quero falar com ela a sós. (Joe)
- Lembre-se que são primos, irmãos. Parem de ser infantis e, ajam como adultos. Odeio quando vocês fazem isso, me tiram do sério! (Denise exclamou revoltada e em seguida, saiu do quarto)

Joseph encostou a porta e, Selena ainda continuava com o mesmo joguinho.

- Se não quer olhar, problema seu, mas falarei de qualquer maneira. Não se meta em minha vida, eu faço o que quiser dela, caso com quem eu quiser, rasgo meu diploma, mato uma pessoa, pulo de um precipício, o que for. Mas saiba de uma coisa, não vou permitir que pense que pode falar o que pensa sobre minhas coisas. Se não está contente com meu casamento, problema seu. Com ou sem sua aprovação, eu vou casar. Sua opinião depois de tudo que aprontou hoje, não vale de mais nada pra mim. Estou muito chateado com você e, a minha vontade era de encher a sua cara de tapas, mas não vou perder o respeito que tenho por você! (Joe)

- Faça o que quiser, inclusive pode encher meu rosto de tapas, não tenho medo de você! (Selena exclamou furiosa e fechou o notebook com raiva)
- Não vou fazer isso, é algo muito baixo. (Joe)
- Como ele é o bom samaritano. (Selena debochou)
- Para de bancar a infantil! (Joe)
- Quer saber de uma coisa? LAVO MINHAS MÃOS POR VOCÊ, SE QUEBRAR A CARA EU VOU GARGALHAR DE VOCÊ, NÃO VENHA ATRÁS DE MIM PRA DIZER QUE EU TINHA RAZÃO, NÃO ME PROCURE PRA AFOGAR SUAS MÁGOAS, NEM TÃO POUCO PROCURE A DEMI, NÃO SEJA EGOÍSTA A TAL PONTO. (Selena)
- POR QUE TUDO VOCÊ COLOCA A DEMI NO MEIO? (Joe)
- SE VOCÊ NÃO SABE, NÃO SEREI EU QUE VOU EXPLICAR, AGORA SAI DAQUI E, SE NÃO QUISER MAIS FALAR COMIGO SERÁ UM FAVOR. SEU ESTÚPIDO! (Selena)
- NÃO TEM COMO CONVERSAR COM VOCÊ, NÃO TEM COMO. (Joe explodiu saindo do quarto da prima, batendo a porta com força)
Joseph deu um soco na parede de raiva, de mágoa.
Não sabia ao certo se a raiva era de Selena, ou de sua própria consciência.

Por que as coisas martelavam em sua cabeça de uma maneira que, atormentavam?
Ele queria apenas uma oportunidade de ser feliz, de conseguir ser amado sem que bloqueios surgissem.
Queria constituir uma família, plantar alegrias e semear amor!
Mas seu coração gritava forte, o fazia acelerar os batimentos cardíacos numa freqüência que poderia ser uma nova pesquisa para cientistas.
E o fato era que essa taquicardia, não era por Camilla!

Desceu até a sala de estar, pegou as chaves do carro na mesa de centro e, ia sair.

- Joseph, aonde vai? (Denise perguntou descendo as escadas)
- Mãe, vou dar uma volta, preciso ficar sozinho. Talvez nem durma essa noite aqui! (Joe)
- Não vou permitir que saia. Está nervoso, pode bater esse carro, capotar, causar uma tragédia! (Denise exclamou aflita)
- Não se preocupe, eu ficarei bem. (Joe)
- Filho... (Denise)

Mesmo sob os protestos de Denise, Joe conseguiu sair da casa.

Demi quando chegou em seu apartamento, ficou alguns minutos conversando com Nick que não demorou muito a ir embora.
Enfiou-se embaixo do chuveiro, espalhando espuma e vapor por todo banheiro. Precisava relaxar, mas não conseguia. Sentia como se o mundo estivesse entalado na sua garganta, com isso não conseguia respirar. Estava sufocando, de fato...
Saiu do banho tristonha, vestiu um pequeno short branco e, um top no mesmo tom. Calçou sua inseparável meia colorida que, ia até os joelhos.
Deitou em sua cama, agarrou o travesseiro e seu inseparável Mickey Feiticeiro de pelúcia, havia ganhado na Disney e, desde que foi presenteada, jamais o largou...
Chorou feito uma menininha desamparada, ainda mais que a pessoa que a presenteou com esse ursinho, era a mesma que em pouco tempo lhe arrancaria o coração ao dizer um
 sim pra outra mulher......

- Isso é o sonho de qualquer criança, olha que lindo! Me sinto como se tivesse dez anos! (Demi afirmava empolgada ao andar em direção ao Castelo da Cinderela na Disney)
- Mas Dem, precisava colocar essas orelhas da Minnie? (Joe perguntou rindo)
- Claro, vir pra Disney e não colocar orelhinhas da Minnie ou do Mickey é o mesmo que ir pra Roma e não ver o Papa! (Demi)
- Mesmo que você pague mico? (Joe)
- Posso até pagar um king Kong, não estou nem aí. Eu quero é me divertir, tirar foto com o Tigrão, com o Pateta, com a Jasmin, com a Pocahontas e, se eu achar, com o Simba e o Mufasar! Claro a Nala também. (Demi exclamou sorridente)
- Esqueceu do Bambi, da Cinderela, da Bela e a Fera... (Joe)
- É verdade, como esqueci de citá-los. Também tem a Bela Adormecida, a Rapunzel. São tantos que até me perco. (Demi)
- O que acha de irmos comer antes de conhecer esse povo todo? (Joe)
- Acho uma ótima idéia, mas tem que ser um lanche bem grande e bem gorduroso. Quero mandar os regimes pra Conchinchina! (Demi)
- Lá vem você com essa de regime, sabe que não precisa disso pequena. (Joe)
- Mulheres nunca estão contentes, bebê! Isso é fato. Ai que lindo! (Demi afirmou parando em frente à uma das lojas)
- Mais um ursinho? (Joe)
- Mas esse eu não tenho, o Mickey Feiticeiro. Coisa mais linda. (Demi exclamou com os olhos brilhando)
- Vem, depois vemos isso. Minha barriga está roncando Maria. (Joe exclamou puxando a amiga que saiu reclamando)

Já à noite, Demi em seu quarto do hotel, terminava de se vestir, quando bateram na porta.
Não havia ninguém, apenas no chão um saco de presente cor lilás com uma fita de cetim roxa formando um laço.

- Ué? Que isso? (Demi se perguntou pegando o saco do chão e entrando para o quarto)

No laço havia uma foto dela com Joe, tirada pela tarde e atrás estava escrita uma mensagem
“Pequena, desculpe ter te puxado daquela maneira.
Mas sabia que se eu não te tirasse dali, compraria e me impediria de te dar de presente.
Enfim, aí está o que faltava pra sua coleção!
Beijos, Joe.”


Demi sorriu e, sem delongas abriu o pacote, lá estava o Mickey Feiticeiro de pelúcia que ela tanto queria.

Depois disso, tornou-se como um companheiro das noites sozinhas e, a grande lembrança dele. E claro, o lado menina que nunca ela conseguia deixar.

Demi rolava de um lado pro outro na cama, o sono nem havia chego quando, escutou seu celular apitando por ter recebido uma mensagem.
O pegou e, abriu vendo que vinha de Selena.

Dem perdoa minha grosseria?
Sabe que minha opinião não muda, mas não quero brigar com você por ser uma banana não é mesmo?
Te amo amiga, amanhã te ligo!
Beijinhos na bochecha
.

Demi sorriu e, respondeu à mensagem.
Sabia que Selena era geniosa e teimosa, não mudaria de opinião tão fácil, mas não queria ficar brigada com ela.
Sempre fora sua grande conselheira e não seria por tal coisa que brigariam.

Deixou o celular sob o criado mudo e, fechou os olhos.
Mas claro não conseguia pegar no sono de maneira alguma.
Abriu um olho e, pelo relógio viu que eram quase 1 da manhã e, foi nesse pensamento que deu um pulo da cama de susto, a campainha estava tocando.

- Esse horário? E por que esse porteiro não me interfonou? (Demi se perguntou estranhando)

Foi andando devagar até a porta, nem lembrando do curto short e o top decotado que usava.
Estava com medo de atender, mas a insistência era muita.
Abriu com tudo a porta e, deu de cara com Joseph.
Parado no batente como ele sempre fazia, com cara de sono e, exalando aquele perfume que a deixava tão louca.

- Joe? (Demi perguntou estranhando ao vê-lo ali)
Joe primeiro a mediu de cima abaixo, era difícil conter seus instintos masculinos.
Respeito então, mais difícil ainda.
Mas engoliu seco, tentando pensar que ela estava com um pijama de calça comprida e que a blusa não mostrava aquela barriga que ele achava tão perfeita.

- Dem, eu te acordei né? Me perdoa... (Joe falou beijando a bochecha dela)
- Não estava conseguindo dormir, o que faz aqui? Vem, entra. (Demi exclamou o fazendo entrar e, fechando a porta)
- Fiquei com vontade de vir aqui, fiz mal? (Joe)
- Claro que não. (Demi afirmou sorrindo)
- Também vim saber por que a senhorita foi embora sem me dar tchau? (Joe)
- Ah, por nada. (Demi)
- E eu sou o Coelhinho da Páscoa. (Joe)
- Tive alguns probleminhas, é isso... (Demi)
- Se não quer me falar tudo bem! Mas também vim pra agradecer por ter tirado a doida da minha prima da sala. (Joe)
- Ela quase me bateu por causa disso, mas fiz porque ela passou dos limites. (Demi)
- Pois é, briguei com ela. Por isso estou andando pelas ruas feito um zumbi, por mais louca que ela tenha sido, me deixa chateado. Fora que odeio brigar com ela! (Joe exclamou sentando no sofá)
- A Sel não mede as palavras, ela sempre foi assim. Não fique chateado, ela não faz por mal. (Demi)
- Mas magoa. (Joe)
- Amanhã ela vai te pedir desculpas, tenho certeza. (Demi)
- Eu também vou pedir, acabei sendo grosso. Mas sei que ela não vai aceitar a Camilla e meu casamento nunca! (Joe)
- Com o tempo ela aceita, você vai ver. (Demi)
- Dem, posso te perguntar uma coisa? (Joe)
- Pode! (Demi)
- O que você pensa a respeito do meu casamento? Fale com sinceridade. (Joe questionou a olhando nos olhos)
- Como assim? (Demi perguntou mordendo a unha do dedão, mania que tinha quando ficava nervosa)
- Acha que estou sendo precipitado? (Joe)
- Por que e-está me perguntando isso? (Demi)
- Você sabe que é importante pra mim... (Joe)
- Joe, de verdade acho melhor pararmos por aqui. (Demi exclamou se levantando)
- Dem, me responde, por favor. (Joe)
- Eu acho, você pode estar apaixonado, amando, sonhando. Sei lá, o que seja, mas sabe que pode estar dando um passo errado. (Demi exclamou sinceramente)
- Às vezes algumas pessoas deixam-se ser conhecidas em pouco tempo, enquanto outras não conhecemos de verdade, mesmo que há anos façam parte de nossas vidas. (Joe exclamou a cutucando)

Demi engoliu em seco...

- J-joe, você sabe o que faz de sua vida. Não vai ser a minha opinião ou da Selena que vai interferir em sua decisão! Você pediu a minha opinião e eu dei, mas isso não significa que eu não te apóie. Pelo contrário, quero te ver feliz e isso que interessa pra mim. Por mais que... (Demi exclamou respirando fundo e, cortando o final)
- Por mais que? (Joe perguntou se levantando)
- N-nada, esquece. (Demi afirmou desviando a mirada dele e, arregalando os olhos)
- Acha que eu devo cancelar meu casamento? (Joe)
- Não sou eu que tenho que achar nada. (Demi respondeu ríspida)

Será que Joseph não estava esperando a resposta que Demi queria dar?
A resposta que ela sentia e, não a grosseria?

- Me deixa dormir aqui? (Joe)

Demi arregalou os olhos tentando digerir o pedido dele.
Não seria a primeira vez, mas a cada ano que passava, isso se tornava cada vez pior.
Era difícil estar dormindo sob o mesmo teto que ele e, não poder estar
 junto com ele...

- C-claro. (Demi respondeu gaguejando)

Joe sorriu e a puxou pra um abraço.
Sentia uma forte vontade de beijá-la, mas não poderia fraquejar, não agora!

- Vou arrumar o outro quarto pra você! (Demi falou saindo do abraço)
- Ah não, quero dormir na sua cama. (Joe exclamou de uma vez)
- Na minha cama? (Demi perguntou assustada)
- Ué, várias vezes já fizemos isso. Qual o problema? (Joe)
- Joe, eu no lugar da Camilla não gostaria de uma coisa dessas... (Demi afirmou ainda pasma)
- Ela está aqui? (Joe perguntou olhando para os lados)
- Não, mas é a minha consciência. (Demi)
- Por que a sua consciência? Por acaso vai fazer alguma coisa demais ou então está pensando coisas que te comprometam? (Joe)
- Claro que não, mas dormir na mesma cama? (Demi)
- Por favor, Dem, quando fico chateado sabe que gosto de estar com pessoas que me façam bem, não estou pedindo pra você tirar a roupa ou pra transarmos. Estou apenas pedindo uma coisa que sempre fizemos, de maneira inocente. Apenas durma do meu lado, só te peço isso. (Joe)
- Joe, a sua n-noiva... (Demi)
- Só dormir... (Joe)

Já haviam dormido várias vezes na mesma cama, sem segundas intenções.
Mas como já havia sido dito, esse contato íntimo com o passar dos anos, tornava-se bem difícil.
Segurar instintos e vontades era quase uma façanha!
Seria algum tipo de provocação ou apenas uma carência?
Demi sabia que quando Joe brigava com alguém, precisava de mimos e de carinho.
Sempre foi carente, desde pequeno.
E como ela sentia vontade de suprir aquela carência, de amá-lo como ela sabia que ele merecia...
Amá-lo? Isso ela já fazia desde o momento que aquele pequeno garotinho amarrou um pedaço de camiseta em seu machucado, tudo pra conter o sangue e, pra deixá-la apaixonada desde o primeiro instante...

Ele dormia de costas pra Demi, havia tirado a camiseta e colocado uma calça de pijama que era de Danny, das vezes em que ele e as meninas iam dormir na casa dela...

Ela não pregava o olho, não conseguia dormir ao senti-lo do seu lado.
Mirava toda a extensão das costas dele, tão definida, tão perfeita.
Como queria abraçá-lo, beijá-lo...
Deus do Céu, ele era como uma tormenta.

Demi também não sabia que, ele não conseguia dormir.
Estava virado pra não faltar com respeito com ela, nem mesmo com Camilla.
Nunca foi desse tipo infiel, por isso fazia de tudo pra segurar sua louca vontade de agarrar Demi!
Mas sabia que isso tratava apenas de desejo, não gostaria de pensar na possibilidade de ser o contrário...
Não poderia!

Demi queria apenas rebobinar uma fase de sua vida, de poder ter uma segunda chance quanto à decisão que havia tomado, queria deixar de ser medrosa, assim como foi no passado e acabou estragando sua felicidade e, pelo jeito...
Pra sempre!...

------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Então meninas é o seguinte, amanhã tenho ensaio o dia td e chegarei muito cansada.. Mas farei o possível pra postar dois capítulos no domingo caso eu não consiga vir aqui no sábado, ou a Juh vem postar se ela tiver tempo ok?

Obrigada pelo carinho e pela paciência de vocês ;)
Bjo nas crianças!

8 comentários para o próximo

17 comentários:

  1. ai que emocionante jemi,pirando aqui *---*
    ta perfeitooooooooooooooooooo,
    adorei,os flash deles crianças,
    eu fico imaginando e fofo !!
    kkkkkkkkkkkkkkkk´k
    posta logooo,lekinha
    ou minha bebê!!
    beiijosssss
    <3 <3 <3

    ResponderExcluir
  2. agarra ela homiii
    oxiiiii
    cara tô viciada nessa fic
    isso não tem curaaaaa
    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Poxa quero ver Jemi logo ! posta mais e logooo kk! bjs....

    ResponderExcluir
  4. Falta Jemi :( posta mt mais!

    ResponderExcluir
  5. Estou mt VICIADA nessa fic ela e simplesmnete perfeita! posta logo!

    ResponderExcluir
  6. JEMIIIIIIIIIIIIII! I relly need Jemi! And i need more one chapter please!

    ResponderExcluir
  7. Demi + Joe = Minha felicidade :D

    ResponderExcluir
  8. To sofrendo, pq preciso de Jemi !

    ResponderExcluir
  9. Eu quero mais um capitulo tipo agora!kkkk

    ResponderExcluir
  10. Postem logo gatinhas! beijocas

    ResponderExcluir
  11. Se eu fosse a Demi dava uns pega nele era agora hehehe
    Ta perfeito o capitulo *-*
    Posta logooo
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  12. Essa fic tá me torturando. Eu preciso de mais cap, eu preciso que esses dois se peguem, eu preciso do Joe com ciúmes e com medo de perder a Demi. EU PRECISOOO DE MARATONA! Vou ter Heart Attack... Rs
    Postaaa logooo e muitooo pleaseee

    ResponderExcluir
  13. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA POOOOOOOOOOOSTA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  14. ADOREI! Esses dois tem que se agarrar logo hahaha
    Posta logo!!

    ResponderExcluir
  15. Pooostaaa omg eu quero jemiii *--* beijos

    ResponderExcluir

Sem comentários ........... sem capítulos!