14/01/2013

Summertime - Capítulo 2





Capítulo 2: The War


O tempo passou rápido e logo uma massa de novas fofocas fez todos esquecerem sobre a festa em que Demetria havia armado o barraco. Faltava apenas uma semana para o fim das aulas e para as tão sonhadas férias de verão. Todos já tinham planos de viagem com os amigos, muitas festas e diversão. Demetria e Nick haviam acabado de chegar do colégio e a mãe deles os esperava na sala, o que não era muito comum. Nick logo achou que havia feito algo de errado e buscou em sua mente se havia deixado a toalha em cima da cama ou esquecido de alimentar os cachorros. Demi, por sua vez, achou que os boatos da sua noite de tequila no sábado já haviam chegado aos ouvidos da mãe e formulava desculpas boas para se livrar da bronca mais uma vez.
- Não fui eu. – Nick disse levantando as mãos.
- Eu também não fiz nada! – Demetria sentou no sofá e a mãe deles riu.
- Fiquem calmos, dessa vez a culpa não é de vocês. – Sra. Lovato sorriu e dois suspiros aliviados seguiram sua voz. – Eu tenho uma notícia para vocês.
- Você não vai casar com aquele cara, vai? – Nick arqueou a sobrancelha.
- Claro que não, Nicholas. – Ela riu.
- Não tem nenhum parente vindo se hospedar aqui, tem? – Demi franziu o nariz.
- Não, Demetria... – Ela bufou. – Me deixem falar, seus tagarelas.
- Desculpe. – Eles responderam em uníssono.
- Sem problemas. Bom, sabe a tia de vocês, a Janice?
- Ela vem pra cá? – Nick interrompeu e recebeu um olhar furioso da mãe. – Opa, continua... – Ele riu.
- Bem, ela é bem rica, mas isso não é novidade para vocês. – Sra. Lovato revirou os olhos. – Enfim, ela vai viajar com o novo marido nessas férias de verão para algum lugar distante... E ofereceu a mansão da Riviera Francesa para vocês passarem uns dias.
- O QUÊ? – Demetria arregalou os olhos.
- COMO É QUE É? – Nick a acompanhou.
- É isso mesmo! Acho que ela não tem juízo, todo esse dinheiro deve ter feito com que ela perdesse o senso, mas ela disse que prefere ter algum parente na casa do que deixa-la só com os caseiros ou com empregados. Eu não posso ir, vou trabalhar, então se vocês quiserem...
- EU VOU! – Os dois gritaram rapidamente, fazendo a mãe rir.
- Tudo bem então, vou mandar que ela dê férias aos empregados.
- Posso levar minhas amigas? – Demi perguntou rapidamente.
- Claro. A casa deve ter milhares de quartos, mesmo...
- Eu vou levar os meus então. – Nick sorriu. – EPA! Perai... – Ele olhou rapidamente para a irmã, que entendeu o recado.
- NEM VEM , EU VOU PRA LÁ! – Demetria berrou.
- Só se for no seu sonho! Você vai pra praia com as suas amigas, eu vou pra França com os meus e...
- HÁ-HÁ-HÁ. Só porque você quer, chuchuzinho.
- Mas já começaram? – Sra. Lovato bufou. – Vejam bem, porque não vão todos logo? Tem um caseiro lá, peço pra tomarem conta de vocês para não fazerem nenhuma besteira...
- Nem que eu quisesse! – Demetria riu. – Fique tranqüila mãe, eu não quero e acredito que nenhuma das minhas amigas quer nenhum tipo de envolvimento com os amiguinhos do Nick! Até por isso, quem vai pra lá sou EU.
- Não inventa Demetria, eu não quero ter que bater em você. – Nick disse e viu o olhar de reprovação da mãe.
- Você não mata nem uma mosca, chuchu! – Demi debochou fazendo o irmão mostrar o dedo pra ela.
- Ah, cansei de vocês dois! Subam para os quartos, depois eu penso em uma maneira sensata de resolver esse problema de vocês! – A mãe deles disse e os dois obedeceram, subindo as escadas discutindo.
- Então é GUERRA que você quer, maninha? – Nick debochou e Demetria riu alto, rolando os olhos.
- Não tenha dúvidas disso. – Ela respondeu prontamente.
- Então é isso que você vai ter! – Nick disse antes de bater a porta do quarto. - Cara, a gente TEM QUE IR. – Joe sorria abobalhado para a idéia de passar as férias em uma mansão na França.
- Eu sei dude, eu sei. Mas deixa estar, eu não vou deixar a Demetria ganhar nossas férias. – Nick riu.
- Vai fazer o que? – Kevin perguntou interessado.
- Eu ainda não sei. Minha mãe tá querendo fazer alguma competição louca e idiota de perguntas e respostas para ver quem ganha. Aí tipo, o vencedor vai com os amigos. Mas eu preciso de uma carta na manga, pro caso da Demetria ganhar... – Nick olhava para o nada, pensativo.
- Você pode contar os podres dela pra sua mãe! – Joe riu marotamente com a idéia, e Kevin o acompanhou.
- Golpe baixo. – Justin riu. – E infantil.
- De que lado você está, Fletcher? – Joe falou mais alto e Justin deu de ombros.
- Do de vocês, é com vocês que eu vou.
- Não parece. – Jonas bufou.
- A Demetria disse que eu posso ir se elas ganharem. – Justin caiu na risada quando viu os olhares de susto dos amigos.
- Jogada dupla é mancada, Justin! – Nick disse fazendo o amigo rir ainda mais.
- Eu sei... – Ele jogou uma bolinha pro teto – Eu disse pra ela que só iria com vocês, aí ela mandou eu ir a merda. Sua irmã é um amor, Nick.
- Eu sei que é. – Nick riu.
- Okay meninas, FOCO! A gente precisa dar um jeito de ganhar essa viagem! – Demetria dizia andando de um lado para o outro no quarto.
- Aposto que eles vão jogar sujo! – Selena comia umas balinhas enquanto tentava pensar.
- Não podemos perder DE JEITO NENHUM! – Mi falou mais alto e as três riram.
- Tá, respira amiga! – Demi riu e Mi deu o dedo.
- Demi, você sabe como vai ser esse negócio que a sua mãe inventou? – Selena perguntou com um olhar malicioso.
- Perguntas e respostas. Sobre o que eu não sei, whatever. – Demetria fez careta.
- E se... – Selena riu sozinha – E se a gente roubasse as perguntas e decorasse?
- ÓTIMA IDÉIA! – Miley concordou de imediato e Dani virou os olhos.
- Não acho justo. – Ela disse simplesmente.
- Dani meu amorzinho – Miley soletrava as palavras como se falasse com um bebê – Põe uma coisinha na sua cabeça... Eles NÃO VÃO jogar limpo.
- Isso não significa que temos que ser iguais a eles! – Danielle retrucou.
- Argh! Esse negócio de ser boazinha 24h às vezes enjoa, amorzinho! – Mi reclamou.
- Ela tá certa, eu acho. – Demetria pensou. – Ah, sei lá.
- A escolha é sua, Demi. – Selena disse e Demetria ia rebater, quando a porta abriu.
- Meninas, o jantar está pronto, venham comer! – Sra. Lovato disse com um sorriso doce.
- Nós já vamos, mãe. – Demetria sorriu ao ver a porta fechando. – Ok, eu não quero ter que decidir isso!
- A tia é sua, Demi. O irmão é teu e tudo mais. Você quem sabe. Se quiser jogar limpo – Selly revirou os olhos pra idéia – tudo bem. Mas se não... Bem, você já sabe. – Ela riu maliciosa e Demetria a acompanhou.
- Vou pensar. – Demi disse abrindo a porta para descerem.
- Eu acho a idéia do roubo das questões super válida! – Mi riu, parada no corredor.
- Cala a boca, menina! Vai que eles ouvem! – Dani deu bronca na amiga que riu baixo.
- Tem razão. Acho que você está vindo pro nosso lado, não? – Miley perguntou e Danielle negou, mas ria muito alto e todas perceberam que ela começara a apoiar a idéia da trapaça.
- Certo. – Demetria cochichou. – Eles já estão lá embaixo, não tem problema. – Ela parou e todas escutaram as risadas altas que vinham da cozinha. – Se todas estão de acordo, vai ser assim então. Vou descobrir onde estão as perguntas e roubá-las. A gente tira xérox delas e decora. – Demi sorriu marota e Selena riu.
- Essa é minha garota! – Selly disse, rindo, enquanto desciam as escadas.
E então a porta do banheiro abriu vagarosamente. Uma risada maldosa e baixa tomou conta do corredor.
- Então quer dizer que é assim? – Kevin disse a si mesmo. – Deixem estar, meninas. Vocês não perdem por esperar. – Jones riu novamente e desceu as escadas correndo em direção à cozinha.
- Hum, que delícia! Adoro macarronada! – Selena saltitava ao redor da mesa, fazendo Joe rir.
- Ótimo, minha dieta vai pro espaço! – Mi reclamou e Nick fez careta. – Tia, isso é maldade! Sua comida é a melhor, é mancada você estragar minha dieta assim!
- Eu sei que você gosta, meu bem! – Sra. Lovato deu uma piscadinha e Mi riu.
- AI MEU DEUS. – Demetria gritou e Jonas derrubou refrigerante na mesa.
- O que foi amiga? – Danielle arregalou os olhos.
- Ah, que susto porra! – Joe virou os olhos e Justin estava rindo dele.
- Um, dois, três. TRÊS. Puta merda. – Demi olhava ao redor da mesa sussurrando. Ninguém estava entendendo nada do que ela dizia.
- Fala logo, Demetria! – Dani chacoalhou a amiga.
- Dani meu amor, vem cá. – Ela puxou a amiga para a outra sala. – O Kevin não está na cozinha!
- E? – Dani não acompanhou o raciocínio de primeira. – CACETE! – Ela berrou alguns segundos depois.
- O que foi, suas loucas?- Nick apareceu na sala com a boca suja de molho de tomate. Demi riu, mas ainda estava inquieta.
- Nada, chuchu. Vá limpar sua boca! – Ela disse e Dani riu.
Kevin desceu as escadas cantarolando baixo alguma música que nenhuma das garotas entendeu qual era. Os olhares fixos das duas no garoto tinham uma mistura de medo e curiosidade.
- Hey, Jones. – Demi deu um passo a frente.
- Hey, Lovato. – Ele entrou na brincadeira, rindo.
- Onde você estava? – Dani perguntou com a voz falha. Demetria rolou os olhos.
- No banheiro. – Kevin fingiu não entender. Passou a mão pelos cabelos e sorriu. – Porque?
- Por nada. – Dani abaixou os olhos.
- Que banheiro? – Demi perguntou rapidamente e só depois percebeu a burrada que tinha feito. Kevin riu alto.
- Vocês são estranhas. MUITO estranhas. – Ele andou em direção a cozinha. – Eu estava no quarto do Nick, se isso importa tanto pra vocês. – Ele mentiu e riu baixo. As duas suspiraram aliviadas.
- Ah, que bacana. Eu gosto do banheiro dele. – Demi tentou disfarçar e Dani riu alto, quando Kevin entrou na cozinha.
- Nossa, essa foi péssima! – Ela ria e Demi a acompanhou.
- ELAS VÃO O QUE? – Nick berrou e Kevin tacou uma almofada na cara dele.
- Para de gritar, dude! É isso mesmo que vocês ouviram, elas vão roubar o questionário. – Kevin dizia relativamente baixo, dentro do quarto.
- AHÁ, eu sabia que elas iam aprontar alguma! – Joe disse olhando diretamente pra Justin, que rolou os olhos.
- O que vamos fazer? – Fletcher disse e Nick riu.
- O óbvio, ué. Vamos roubar primeiro do que elas. – Nick completou e Kevin riu.
- Mas e se... – Os olhos de Joe brilhavam. Ele ria abobalhado e sozinho.
- E se o que, cara? – Jones perguntou, curioso. Joe ainda ria sozinho.
- Fala logo porra! – Nicholas gritou e Justin riu.
- Nick, você está muito descontrolado ultimamente! – Ele disse e todos riram.
- Melhor do que roubar o questionário, seria mudar o questionário! – Joe dizia sob olhares atentos. – Nós roubamos o questionário original e falsificamos um pra colocar no lugar. Um com as respostas erradas! – Ele ria malicioso. – Elas vão decorar tudo errado e a vitória será NOSSA! Elas não terão como provar.
- Eu nunca, NUNCA MESMO pensei que ia dizer isso mas... ÓTIMA IDÉIA ! – Nick disse e os quatro riram.
- Perfeito, dude! Agora só precisamos descobrir aonde que sua mãe escondeu isso! – Kevin disse, andando pensativo pelo quarto.
- Eu tenho quase certeza que ela escondeu numa caixa amarela que tem no armário dela! Ela sempre coloca as coisas lá! – Demi dizia batucando na mesa do quarto.
- Tem certeza? – Dani perguntou enquanto fuçava em seu Myspace.
- Quase absoluta. Se não estiver lá, está no armário do banheiro. Tem uma gaveta de fundo falso e...
- Faz bastante sentido que ela coloque isso lá. – Selena riu. – Afinal, ela deve conhecer os filhos que tem.
- E os amigos desses filhos também! – Demi logo acrescentou, rindo.
- Então estamos esperando o que mesmo? Vamos lá! – Mi pulou fora da cama e abriu a porta.
- Espera, Mi! – Selena disse rapidamente. – É melhor não irmos todas, pode dar muito na cara. Onde os meninos estão?
- Tocando violão no jardim. – Dani respondeu prontamente. – Estavam todos lá há cinco minutos.
- Perfeito! – Demi sorriu. – Então vamos fazer assim: Selly, você desce e fica de olho nos garotos. A Mi me dá cobertura na porta do quarto. A Dani fica aqui, pra nada dar errado! – Ela completou e riu alto.
- Sua vaca. Eu não estrago assim... todos os planos. – Danielle reclamou.
- Ela tem razão, Demi. – Mi disse num tom de voz adorável. – Ela estraga QUASE todos. – Miley completou e as três riram da cara que a amiga fez.
- Agora vai logo Selena, desce e começa sua parte. Pra Dani não ficar de bico, ela fica olhando aí da janela e avisa quando a Selly chegar lá embaixo, ok? – Demetria disse e as amigas concordaram.
- Eu estou dizendo, vai dar certo. O Nick disse que deve estar na tal caixa e... – Justin ia falando quando tomou um tapa de Kevin.
- Selena! – Kevin gritou numa falsa animação. A garota revirou os olhos.
- Cadê todo mundo? Vocês não estavam tocando? – Selly disparou em perguntas e Justin riu.
- O Nick e o Joe foram lá no...
- ... MERCADO! – Kevin berrou antes que Justin terminasse a frase, mas Selena não se deu por vencida.
- Ah, claro. – Ela bufou. – Vou subir.
- NÃO! – Os dois gritaram juntos e ela deu um pulo.
- Como não?
- Fica aqui com a gente, Selly. – Justin pediu do jeito mais doce que conseguiu. Selena sentiu um leve arrepiar na nuca.
- Er... Ah... Não dá. – Ela saiu correndo e os dois foram atrás.
- Ai, mas que droga! – Mi reclamou ao tropeçar em algum objeto não identificado. – Tem certeza que sua mãe saiu?
- Claro que tenho, monga. Ela até deu tchau. Sabe, alguém tem que trabalhar nessa casa... – Demi riu baixo, abrindo a porta e fechando-a vagarosamente.
- AH! – Mi e Nick berraram ao mesmo tempo. Demi arregalou os olhos.
- O que você tá fazendo aqui? – Ela disse rapidamente e em seguida viu Joe abaixado ao lado da cama. – E o que ele está fazendo aqui?
- Nada! – Nick e Joe engoliram seco. Demetria trancou a porta atrás de si quando ouviu um estrondo do lado de fora.
Justin, Kevin e Selena gritavam e corriam pelo corredor. Danielle aparecera por ali sem entender porque os dois perseguiam Selly freneticamente.
- Demi! Demi! Demi! – Selena gritava do lado de fora.
- O que foi?- A amiga berrou do lado de dentro.
- Eles vão pegar, eles vão roubar o questio... – Selena não conseguiu terminar a frase. Justin a derrubara em um pequeno sofá que tinha em frente ao quarto de Nick, enquanto ela se debatia. Kevin quase arrombava a porta do quarto de Demetria, e Danielle estava devidamente trancada lá dentro.
- SABIA! – Demi gritou e subiu na cadeira em frente ao armário.
- DESCE DAÍ! – Nick a pegou no colo tirando-a de perto de um dos possíveis locais em que as perguntas estavam. Demetria se debatia e chutava o irmão. – Outch! Pára com isso!
- Me põe no chão seu babaca! – Ela gritava e Joe pegou o banco rapidamente, mas Mi puxou as calças dele antes, e enquanto ele abaixava para pegá-las, xingando alto, ela subiu no banco.
- Você não vai pegar NADAAA! – Jonas deu um berro e saiu correndo com o banco ao redor do quarto. Miley nunca alcançaria a caixa sem aquilo.
- Me dá isso AGORA Joseph Jonas! – Mi berrava e corria atrás dele, que estava vermelho de tanto rir.
Os dois passaram correndo em frente à Demetria, que em um impulso, pulou da cama nas costas de Joe como se ele fosse um cavalinho, tampando os olhos do garoto, que perdeu a direção.
- SAAAAI DE CIMA SUA DOIDA! – Joe gritava e Demi ria enquanto ele tentava se desvencilhar da menina.
- Solta o banco, idiota!
Demi mordia o ombro de Joe e ele não conseguia se defender. Nick puxava a irmã para trás, mas ela fazia força com as pernas ao redor da cintura de Jonas. Miley teve um acesso de riso enquanto tentava puxar o banco da mão do garoto.
- CONSEGUI!
Mi gritou e saiu correndo com o banco na mão. Nick rapidamente soltou Demetria e foi atrás dela. A força que ele estava fazendo pra puxar a irmã era muita, e assim que ele a soltou, ela despencou no chão. Joe sentiu o peso saindo das costas e pensou que ela tivesse apenas descido, mas quando ouviu o barulho percebeu que não se tratava daquilo.
- Demi! – Mi gritou em cima do banco e Nick não olhou para trás. Tentava a todo custo puxar as pernas da menina.
Joe parou no meio do caminho e olhou Demetria que segurava a cabeça, deitada no chão. Olhou para Nick que tentava a todo custo tirar Miley da cadeira. Ficou simplesmente parado no meio do quarto por dois segundos, sem saber pra que lado ir, e então recuou.
- Você está bem? – Ele abaixou na frente de Demetria, estendendo a mão para ajudá-la a levantar.
- Joe, me ajuda aqui! – Nick arfava levantando uma das pernas de Miley para o alto. Demi riu baixo vendo aquilo. Olhou para a mão de Joe estendida e ficou receosa em aceitar. Ele mantinha o olhar fixo nela. Então ela segurou a mão dele e Jonas a puxou para cima.
- Er. Obrigada. – Ela ainda segurava a cabeça.
- Tudo bem, mas você... – Joe ia dizendo quando um grito alto e conjunto de Nick e Mi ecoou no quarto.
Os dois tinham derrubado a grande caixa amarela no chão e espalhado todos os pertences de Sra. Lovato por todos os lados. Joe e Demetria se entreolharam rapidamente e saíram correndo na direção dos amigos, ajudando a vasculhar entre tantos papéis. Por um minuto, quase esqueceram que estavam competindo.
- Não é isso, nem isso... – Nick jogava os papéis pra trás. – Caralho, pra que diabos a mamãe guarda tanta coisa?
- Mamãe. – Mi chacoalhou a cabeça e riu.
- ACHEI! – Demi berrou e em menos de dois segundos Joe e Nick estavam jogados em cima dela, tentando faze-la largar o papel verde que tinha em mãos. – Saiam de cima de mim, seus brutamontes! – Ela berrava e Mi pegou o papel da mão dela, e saiu correndo.
- HÁ-HÁ-HÁ! – Ela ria sarcástica enquanto os garotos a perseguiam pelo quarto. Mi subiu na cama e abriu a folha que estava escrito “Nick e Demetria” em cima. Em menos de dois segundos, Nick já estava puxando o papel da mão da garota.
- Me dá! – Ele gritava.
- Não é isso! – Mi disse quando viu o conteúdo do papel. Ela olhou diretamente para a amiga com os olhos arregalados e rapidamente derrubou Nick na cama. – CORRE !
Mi berrou e Demetria saiu correndo em direção ao banheiro, para ver a tal gaveta do fundo falso. Joe correu junto com ela. Demi tentou bater a porta do banheiro, masJonas empurrava a porta com força.
- Vaza Jonas, vaza! – Ela tentava, quase sem forças, vencer Joe empurrando a porta.
- Não, não! – Joe enfiou metade do corpo pra dentro do banheiro. – Eu não vou a lugar algum!
- Joe, SE MANDA DAQUI! – Demetria gritava, mas ele estava com o corpo quase inteiro ao seu lado, agora.
Então Joe forçou a porta e Demi tropeçou, sem cair. Os dois estavam dentro do banheiro quando a porta bateu com absoluta força atrás deles. Nenhum dos dois se importou. Mi e Nick gritavam do lado de fora. Sem pensar, correram até a gaveta e começaram a tacar tudo pra cima. Demetria tacou uma escova de cabelo em Jonas na esperança dele largá-la, mas foi em vão. Joe a empurrava para trás enquanto a garota tentava levantar o fundo da gaveta.
- Tira a mão daí! – Demi mordeu o braço de Joe e ele deu um grito baixo, fazendo-a rir.
- Canibal! – Ele rolou os olhos, a puxando para trás.
- Demi, DESTRANCA A PORTA, DEIXA A GENTE ENTRAR! – Miley gritou do lado de fora, mas nenhum dos dois se moveu.
- Entra logo, não tá trancada! – Demi gritou e Nick respondeu.
- Claro que está!
Joe e Demetria se olharam nos olhos desesperados e largaram a gaveta, indo em direção à porta. Joe forçou a maçaneta várias vezes, mas nada acontecia. Demetria também tentou, sob risadas sarcásticas do garoto.
- Puta que pariu! – Demetria gritou se afastando da porta. – Isso NÃO ESTÁ acontecendo.
- Ninguém merece. – Joe falou baixo e Demetria rolou os olhos. – Vocês não tem nenhuma chave extra?
- Não que eu saiba.
- Cacete.
O barulho dos amigos havia cedido ao lado de fora tinha uns cinco minutos. Todos estavam se mobilizando pra tentar achar uma cópia da chave ou pelo menos para achar o número de um chaveiro. Joe e Demetria não haviam se falado, até então. Falaram apenas com Nick, Miley e Justin através da porta. Fugir pela janela não era uma opção, era tão pequena que uma criança de cinco anos não escaparia. Jonas sentou-se ao lado da pia e ficou olhando para o teto. Demi estava em pé. E foi só aí que ela lembrou das questões. Em um passo rápido ela se aproximou e soltou o fundo da gaveta. Joe arqueou a sobrancelha quando viu e em segundos estava ao lado da garota.
- Ah, sai de perto Joe! – Demi fez careta quando percebeu que a guerra ia recomeçar.
- Não vou a lugar algum. – Ele sorriu malicioso.
- Você é tão, tão... – Demi fechou as mãos em punhos de raiva.
- Lindo? – Ele riu alto e a garota rolou os olhos.
- Irritante, imbecil, retardado e agora posso perceber que também é PRETENCIOSO. – Demi sorriu vitoriosa pela cara que ele fez.
Então dois envelopes grossos foram retirados do fundo da gaveta. Joe tomou um da mão de Demetria, que ficou furiosa, mas já não tinha mais paciência para reclamar. Cada um sentou, a uma certa distância, e abriu o envelope que tinha em mãos em silêncio.
- Er. Joe... – Demi disse depois de três minutos.
- O que?
- A gente podia trocar de envelope, né? Afinal as perguntas que eu tenho que responder estão na sua mão. – Ela sorriu marota e Joe riu.
- E porque eu faria isso?
- Porque eu tenho aqui o que você precisa.
- Faz sentido. – Ele riu e quando ia deslizar o envelope pelo chão, parou no meio do caminho.
- O que foi? – Demi franziu a testa.
- Eu não posso entregar o que você quer tão fácil. Você supostamente tem que responder isso aqui. – Ele sorriu torto e Demi revirou os olhos.
- Você quem sabe. Mas vocês vão zerar amanhã, queridinho. – Ela zombou. – Vocês não devem saber nem metade do que está aqui.
- Não me desafie. – Joe sorriu e Demi fez o mesmo, involuntariamente, tentando se controlar. – Aliás, onde sua mãe descobriu essas coisas?
- Ela deve ter ligado para as mães de vocês.
- Ah. – Ele olhou para o papel. – Com quantos anos seu irmão ganhou o primeiro violão? – Joe perguntou do nada e Demetria riu, gostando da brincadeira.
- Com onze. Lembro disso. Vividamente. – Ela riu alto e fez uma careta estranha, que fez Joe rir. – Qual a marca de bolsas preferida da Danielle?
- Prada. – Ele respondeu rápido e Demetria arregalou os olhos. – Ah vai, essa era muito fácil.
- Se você diz. – Demetria riu.
- Qual o único livro que Kevin leu na vida? – Joe riu para a pergunta.
- Orgulho e Preconceito. O Nick disse que viu ele chorando. – Demi rolou os olhos rindo. – Vejamos... Demi pesquisava alguma coisa na lista. Não, não vou perguntar nada sobre mim...
- ... Porque não? – Jonas interrompeu.
- Porque você não vai saber. – Demi riu e fez graça da cara de Joe.
- Eu sei muito mais do que você imagina. – Joe respondeu em um sorriso tímido e olhou para baixo.
- Duvido.
- Então manda.
- Nome do meu panda de pelúcia.
- Johnny Depp. – Ele fez sinal de vômito e Demetria riu.
- Certo. Qual meu personagem de livro preferido?
- Fácil. Edward Cullen.
- Como você sabe essas coisas? – Demi olhava pensativa.
- É só observar.
- Você me... observa? – Ela olhou nos olhos do garoto que corou imediatamente.
- Não, não. Sei lá. Essas perguntas tão fáceis demais! – Joe olhou para baixo tentando disfarçar.
- Tá. Porque eu tenho medo de altura? – Demi perguntou vitoriosa. Joe abaixou os olhos pensativo. Um minuto se passou. Depois mais dois. – Anda, Joe.
- Er... Sei lá, porque você caiu de uma escada? – Ele riu baixo. – Isso explicaria sua loucura.
- Cala a boca. – Demetria rolou os olhos, impaciente. – E você está errado.
- Então qual é a resposta certa?
- Ai, seu cotovelo está sangrando. – Demi disse olhando fixamente para o braço do garoto, que fez uma expressão estranha e engraçadíssima.
- Mas o que isso tem a ver com altura e... – Joe parou e passou a mão no próprio cotovelo. – Aaaaah tá! – Ele disse e Demi riu verdadeiramente. Ele fechou a cara nos dois primeiros segundos, mas não resistiu em acompanhá-la no riso.
- Dói? – Ela perguntou num sorriso tímido e Joe sorriu sem olhá-la.
- Bom, tendo em vista que eu estou preso com uma garota boni... – Ele parou no meio da frase e tossiu – Com uma garota. Eu poderia dizer que sim, o que obrigaria você a cuidar de mim. Mas como eu tenho medo de você quebrar meus ossos, eu digo que não.
Demetria deu uma risada estranha, algo que misturava fúria e graça, mesmo.
- Espero sinceramente que você tenha que amputar esse braço. – Ela disse olhando para as unhas e ele riu.
- Ah, você é adorável, docinho.
Joe riu baixo e sentiu um baque na porta atrás de si. Levantou-se, assim como Demetria, e ficaram olhando a porta.
- Aleluia, acharam a chave ou resolveram arrombar? – Joe perguntou um pouco alto e Demi suspirou de alívio.
- A chave estava comigo. – Sra. Lovato respondeu num olhar furioso. – Os dois, fora do meu banheiro.
- Mãe, isso pode parecer estranho, mas não é nada do que você... – Demi estava confusa e atropelava palavras.
- Eu sei que vocês não estão postergando a existência, graças a Deus. Agora SUMAM do meu banheiro. Eu falo sério. Estou logo atrás de vocês. Teremos uma conversa definitiva. – Ela disse num tom de voz alto e um tanto assustador, para uma pessoa sempre bastante calma. As mãos de Demetria gelaram ao descer as escadas.
No andar debaixo, estavam todos os outros seis devidamente acomodados nos sofás. Todos com caras de absoluto espanto. Todos querendo fugir dali. Danielle deu um espaço para o lado e olhou para Demi, sem dizer nada, e ela entendeu o recado, sentando-se ali. Joe sentou no chão em frente a Selena.
- Joe, sente-se no sofá. – A Sra. Lovato disse num tom de voz severo. Ele obedeceu prontamente, sentando-se num pequeno sofá de dois lugares entre Kevin eJustin.
- Er,mãe eu... – Nick tentou dizer alguma coisa, mas seu rosto estava vermelho.
- Silêncio, Nicholas. Agora eu falo, e vocês escutam. – Ela disse andando de um lado para o outro da sala, como uma policial em frente a vários delinqüentes. – Muito bem. Tentando roubar o questionário, não é mesmo? – Ela ia dizendo e percebeu que vários deles iam se manifestar ao mesmo tempo. – Quietos. Como eu estava dizendo... Eu arrumei uma maneira prática e justa de resolver o problema de vocês, mas ninguém aqui pareceu colaborar comigo, não é mesmo? Pena. – Ela chacoalhou a cabeça. – Eu confiei em vocês, mas vocês traíram minha confiança. E eu tenho algo a dizer: Eu já esperava. Sim, eu esperava que vocês trapaceassem, eu conheço muito bem meus filhos e também os amigos deles. E eu tenho um ultimato.
- Mãe, por favor nos desculpe. Não era nossa intenção e... – Demi ia tentando usar seu poder de convencimento, mas foi interrompida.
- Nós só fizemos isso porque as meninas iam fazer! – Nick disse e Demetria arregalou os olhos.
- O QUE? Você bebeu, Nicholas? Deixa de ser ridículo!
- É isso mesmo, o Kevin ouviu e...
- Grande coisa, como se vocês já não estivessem planejando isso. – Selena interrompeu.
- Não estávamos não! – Nick bateu o pé e as meninas riram alto.
- Ah sim, claro. Vocês são todos SANTINHOS agora, não é mesmo? A-D-O-R-O! – Demi revirou os olhos impaciente e Fletcher abaixou a cabeça.
- CHEGA! CANSEI DE VOCÊS. CALEM A BOCA AGORA! – A mãe de Nick e Demetria disse e todos voltaram a sentar. – Escutem bem o que eu vou dizer agora. Eu NÃO VOU mais me preocupar com essa eterna briguinha ridícula de vocês. É o seguinte: vou dar duas alternativas pra vocês. Se me interromperem na primeira, eu faço valer a segunda e fim de papo. – Ela disse severa e ninguém se moveu. – A primeira: Todos vocês vão. Eu estou pouco me importando se vão se matar ou não. – Ela disse todos arregalaram os olhos, mas ninguém disse nada. Não era uma possibilidade a ser considerada.
- E a segunda? – Danielle perguntou timidamente e Sra. Lovato abriu um largo e malicioso sorriso.
- A segunda, minha querida Danielle é essa: Se não forem todos, ninguém vai. Repito: NINGUÉM. Lindo não é? Agora se matem, eu vou tomar um banho. – Ela disse subindo as escadas enquanto todos permaneceram em silêncio absoluto e caras de espanto. Até ouvirem o barulho da porta.
- SEM CHANCE! – Nick gritou.
- Eu NUNCA vou viajar com vocês. NUNCA! – Miley gritou e todos começaram a falar ao mesmo tempo.
- Eu já sou obrigada a agüentar vocês o ano todo, e nas férias também? Não mesmo!
- Isso é ridículo, eu não vou.
- Nem eu.
- Eu quero ir. – Justin disse baixo e todos olharam pra ele. – O que foi? É verdade mesmo, eu quero ir.
- Ah, cala a boca Justin! – Selena disse e a guerra continuou.
Estavam todos falando ao mesmo tempo. Não dava nem para entender uma pessoa sequer. Demetria sentou-se no sofá contrariada e ficou observando a guerra em sua frente. Ninguém iria ceder. Ninguém iria simplesmente dizer que aceitava. Joe olhou para ela do meio da muvuca e manteve os olhos fixos. Ela desviou o olhar, sem graça, olhando para Justin, e então levantou.
- Eu estou com o Justin. – Disse simplesmente e Joe arregalou os olhos.
- O que? – Miley olhou, incrédula.
- Isso mesmo. Eu também quero ir. – Ela disse confiante e olhou para Joe.
- Você bebeu né amor? Coitada, uma hora presa num banheiro com o Jonas foi demais pra sanidade dela... – Selena disse e Kevin riu.
- Eu estou falando sério. Eu não vou estragar minhas férias por causa dessas briguinhas. Caramba gente, é a Riviera Francesa! Vocês tem noção disso? É um paraíso, e a gente vai ficar aqui sendo que poderíamos estar nos divertindo MUITO lá? Não faz sentido!
- Aleluia, alguém sensata! Amo você Demi! – Justin disse e ela riu.
- Mas Demi, eu também quero muito, mas eles vão e... – Mi ia dizendo mas a amiga e interrompeu.
- E daí, Mi? Cara, aquilo é uma mansão, se a gente não quiser, nem precisa se ver direito! Mas eu não vou perder minhas férias por causa disso!
- Okay maninha, você me convenceu. Tô dentro! – Nick disse e Justin riu. E em seguida todos concordaram. Alguns mais a contragosto, outros mais convictos, e imediatamente começaram a bolar planos para que ninguém melasse as férias alheias, para que não precisassem se ver o tempo todo. Sra. Lovato sorriu vitoriosa, no topo da escada, vendo que tinha conseguido.
- Ah, que susto Joe! – Demetria pulou para trás na sala de estar escura, iluminada apenas pela luz da tv. Ela estava de pijama e tinha um balde de pipoca em mãos. – O que você ainda está fazendo aqui? É quase uma da madrugada!
- Fiquei jogando vídeo game com o Nick e esqueci da hora. – Ele sorriu levemente para ela. – É, parece que a gente vai se ver muito mais do que imaginávamos nessas férias, né? Por essa eu não esperava. Demetria Lovato me surpreendeu de novo.
- Eu sou uma caixinha de surpresas, amorzinho. – Ela riu presunçosa e ele rolou os olhos.
- Acha que vamos sobreviver? – Ele perguntou com as mãos nos bolsos e ela riu baixo.
- Claro que vamos, Joe. Só precisaremos de alguns anos de terapia depois que voltarmos, mas isso é básico. – Ela riu e ele também.
- É, acho que vamos precisar mesmo... – Joe disse pegando um pouco da pipoca. – Boa noite, Demetria. Até daqui a pouco. – Ele sorriu verdadeiramente. Demi sentiu um arrepio estranho na espinha, mas manteve-se inteira.
- Boa noite, Joe.

--------------------------------------------------------------------------------------------

Espero que gostem .. e me desculpa a demora para postar , minha vida está muitooo corrida !!! 

só passei pra postar mesmo , bjssssssss minhas lindas e obrigada aos comentários e os selinhos !!! 

♥ 5 comentarios para o próximo , lindasss ♥

8 comentários:

  1. aaaa tá super fofo o capítulo tá perfeito.
    adorei tudo mesmo.
    posta logoooooooooo bebê.
    beijos.

    ResponderExcluir
  2. finalmente você postou flor !!! tava com saudades !!!
    e posta logooooo!!!!

    e se puder divulga ta flor ? obrigada :)

    voltaparamimmissao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ai que saudade mô *--*
    Eu simplesmente berrei lendo esse capitulo kkkk
    muito engraçado!
    Estou com xaudades =(
    Posta logo!
    Bjks MINHA gata seduzente ;*

    ResponderExcluir
  4. Amei serio mesmo, incrível, louca pra ler o próximo, ve se não demora... :D

    ResponderExcluir
  5. Awn eu ameiii esse capitulo
    Super show =)
    To amando essa fic hihi'
    Posta logooo
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  6. HAHAHA!
    ARREPIO NA ESPINHA!!! :OOOO
    QUER ME FAZER TER UM TRECO ??? KKKKKKKKKK

    AMei está perfeito!
    Posta logooooooooooooooooo *-----------*

    ResponderExcluir
  7. EU RI DEMAIS COM ESSAS CRIANÇAS OU SEJA LÁ O QUE SÃO, MAS PARECEM CRIANÇAS ALSKAJKSKAKA momento Jemi no banheiro... Joe observa a Demi então? Hm, isso me cheira, paixonite! QUERO VER O QUE VAI ROLAR NESSA TAL MANSÃO HAHAHHA! Posta logo o 4. Beijos

    ResponderExcluir

Sem comentários ........... sem capítulos!