07/11/2012

Addicted - Capitulo 9 e 10



Capitulo 9 

‘Há, vingança é um prato que se come cru meu bem!’ Sorri vitoriosa quando Mi abriu a porta da casa dela com a cara amassada e os cabelos bagunçados. ‘Naquele dia você me acordou, hoje é a minha vez!’ Fiz um joinha e ela mandou dedo. 
‘Aproveita aí a casa, vou voltar a dormir e depois venho.’ Ela acenou entrando no quarto e eu fui atrás. 
‘Nãnãnão mocinha! Nem pense nisso.’ Falei me jogando na cama de casal que ela estava deitada. ‘Quero saber tudo, nos mínimos detalhes!’ Sorri ansiosa e ela levantou a sobrancelha. 
‘Não entendi essa animação.’ Ela deu de ombros enfiando o rosto no travesseiro. 
‘Não se faça de desentendida Miley, quero saber sobre ontem, você e o Nick!’ Sorri. 
‘Ah Demi, eu to com dor de cabeça. E além do mais, como você sabe se eu não matei o Nick?’ Ela sorriu e piscou. 
‘Ah, ontem quando eu tava saindo eu vi vocês dois quase se engolindo.’ Joguei verde, sabia que a Mi ia acreditar. 
‘Você viu?!?!?!?!’ Ela me olhou desesperada e eu ri alto. 
‘Não, não vi, idiota! Mas agora já sei que é verdade. Vai me conta!!’ Sentei na cama batendo palminhas parecendo o Logan quando fica animado. 
‘Cara porque eu ainda caio nessas suas brincadeiras?’ Ela bufou sentando de frente pra mim com as pernas cruzadas. ‘Bom, você quer que conte tudo mesmo?’ Ela fez uma cara derrotada. 
‘Claro, nos mínimos detalhes! Quer dizer...não precisa exagerar né?’ Falei imaginando que a Mi ia querer contar coisas erm...não muito agradáveis de se imaginar. 
‘Hm...ok. Ele me chamou àquela hora lá na mesa, você viu.’ Balancei a cabeça concordando. ‘Fomos pra um canto mais reservado do bar, e ele começou a pedir desculpas pelo que aconteceu na sua casa e essas coisas.’ Ela suspirou e ficou um tempo olhando pro nada. 
‘E daí...’ Fiz um gesto ansioso pra que ela continuasse. 
‘Daí, daí, daí que eu beijei o Nick, oras!’ Ela falou rápido e escondeu o rosto com um travesseiro. 
‘Você o quêê?!?!’ Comecei a tossir e rir ao mesmo tempo e Mi deu alguns tapinhas nas minhas costas e riu do meu rosto completamente vermelho. ‘Miley, você e o Nick! Vocês se entenderam!!’ Pulei em cima dela gritando e rindo. 
‘Menos Demi, bem menos!’ Ela falou rindo e me empurrando. ‘Só porque a gente se beijou não significa que a gente tenha se acertado, oras!’ Ela deu de ombros. 
‘Mas vocês não se beijaram, foi você quem beijou, sua safada!’ Dei risada e ela mandou o dedo do meio. ‘Mas iai? Qual a reação dele?’ Sentei novamente na cama. 
‘Ah, ele correspondeu ué, até parece que você não conhece o Nick!’ Ela riu sem graça. ‘Não sei como vai ser daqui pra frente Demi, mas a gente resolveu ir devagar.’ Ela suspirou e eu a abracei sorrindo. 
‘Tenho certeza que vai dar tudo certo dessa vez.’ Sorri sincera. Meu celular começou a tocar e eu corri até a bolsa, me assustei quando li o nome de Joe na tela. ‘É o Joe!’ Olhei pra Miley que sorriu fazendo gestos exagerados pra que eu atendesse logo. 
‘Vai, idiota!’ Ela gritou e eu ri. 
~Ligação On~

‘Hey!’ Sorri comigo mesma. 
Liguei pra avisar que cheguei vivo, tá vendo? Nem precisei gastar dinheiro com táxi.’ Joe riu. 
‘Ah, bom saber que meu filho ainda tem um pai.’ Falei a primeira coisa estúpida que me veio na cabeça e bati na minha própria testa. ‘E os meninos estão bem?’ 
Tudo certo, estamos todos vivos.’ 
‘Ahn, ok!’ Sorri e ficamos um tempo em silêncio apenas escutando as respirações. 
Demi, você quer, sei lá...jantar hoje a noite comigo?’ Ele perguntou um pouco inseguro e eu mordi o lábio olhando pra Mi. 
‘Erm...claro Joe, eu adoraria.’ Falei sem muita convicção e Mi sorriu mesmo sem nem saber do que estávamos falando. 
Então, posso te pegar as oito? 
‘Tudo bem.’ Sorri. 
Hm...até mais!’ Ele desligou depois que eu mandei beijos e a Mi começou a dar pulinhos histéricos me fazendo rir. 

~Ligação Off~

‘Conta, conta, conta!’ Ela me puxou pra sentar novamente na cama. 
‘Ele me chamou pra jantar.’ Falei indiferente e o sorriso dela aumentou ainda mais. 
‘Você não me engana mocinha, eu sei que você está nervosa e doida pra dar uns pegas no Jonas de novo.’ Ela riu safada. 
‘Miley!’ Dei um tapa no braço dela, mas não agüentei e ri também. 
‘Vem, vamos ao shopping comprar uma roupa pra você ir!’ Ela se levantou animada. 
‘Mi, eu tenho roupa pra ir.’ Dei de ombros. 
‘Tem nada, Demetria! Vamos sair e comprar uma nova, não discuta comigo!’ Ela botou o dedo na minha cara. ‘Vou tomar um banho e me arrumar rápido!’ Ela entrou no banheiro e eu suspirei derrotada. 


O celular começou a tocar em cima da cama enquanto eu dava o ultimo retoque na maquiagem que estava bem simples, apenas uma sombra clara, lápis e um gloss. Não gosto muito de ficar me entupindo de maquiagem. Peguei o celular, mas antes que eu pudesse atender ele já tinha parado de tocar, vi o nome de Joe na tela e deduzi que ele já estava chegando. Peguei minha bolsa e dei a ultima olhada no espelho, até que eu estava me sentindo muito bem com aquele vestido novo que Mi tinha escolhido. Preto e tomara que caia, nem muito curto e nem muito longo, na medida certa. Sorri comigo mesma e saí do quarto. 
‘Hey filhote, se comporta tá?’ Me agachei ficando na altura de Logan que assistia tv na sala com a Kat, a babá. ‘Kat qualquer coisa me liga, meu celular vai ficar ligado o tempo inteiro.’ Ela concordou e eu mandei beijos no ar pro Logan saindo de casa em seguida. 

‘Wow!’ Foi a única coisa que saiu da boca de Joe quando ele saiu do carro e me viu. Sorri sem graça e ele balançou a cabeça. ‘Você tá linda!’ Ele abriu a porta do carro pra mim. 
‘Brigada, você também.’ Falei baixo sentindo meu rosto arder. Ele estava realmente lindo com aquela camisa preta social com as mangas dobradas e o tênis de skatista. ‘Então, pra onde vamos?’ Perguntei quando ele deu partida no carro. 
‘Surpresa!’ Ele sorriu e eu concordei silenciosamente. Se existe uma coisa que Joe Jonas sabe fazer, é me surpreender. Fomos o caminho todo em silêncio exceto pelas musicas que tocavam em uma rádio qualquer. ‘Chegamos.’ Ele sorriu parando o carro e logo um manobrista abriu a porta para mim e pegou a chave do carro de Joe. Ele estendeu a mão pra mim e eu sorri sentindo o calor da mão dele. 

Entramos no restaurante que parecia ser realmente caro além de ser lindo. 
‘Não sabia direito qual restaurante seria legal, então minha mãe indicou esse.’ Ele riu sem graça depois que sentamos na mesa. 
‘Isso aqui é lindo, Joe.’ Sorri olhando em volta. O restaurante tinha o teto espelhado e tudo por ali parecia ter detalhes em bronze. Eu já tinha ouvido falar muito bem sobre o lugar, mas nunca tinha realmente freqüentado. 
Ficamos conversando sobre coisas banais e rindo de qualquer besteira até o nosso jantar ser servido. Jantamos deixando que o silêncio predominasse, exceto quando Joe falava alguma besteira e me fazia rir como sempre. 

Um rapaz simpático começou a tocar em um palco improvisado perto da nossa mesa, todo o lugar parecia agora prestar atenção nele. Ele fazia alguns covers acústicos que parecia realmente agradar a todo mundo, pelo menos a mim agradava muito. 
Blind do Lifehouse começou a ser tocada e eu sorri sozinha, amava essa musica. 
‘Que dançar?’ A voz de Joe pareceu me acordar e eu olhei pra frente vendo-o parado com a mão estendida, olhei pro lado e vi que vários casais já dançavam ali perto, num espaço vazio. Sorri pegando a mão de Joe e deixei que ele me guiasse. Passei meus braços por seu pescoço e ele me abraçou pela cintura aproximando nossos corpos. 

"I was young but I wasn't naïve
(
Eu era jovem, mas não era ingênuo) 
I watched helpless as you turned around to leave
(
Eu assisti sem poder fazer nada enquanto você ia embora)
And still I have the pain I have to carry
(
E eu ainda tenho a dor que devo carregar) 
A past so deep that even you could not burry if you tried.
(Um passado tão profundo que nem você não poderia enterrar se tentasse)" 


Eu respirava o perfume de Joe com o rosto quase afundado em seu pescoço enquanto ele se movimentava calmamente no ritmo da musica. Eu apenas deixei que meu corpo se movimentasse em sincronia com o dele. 

"
After all this time
(
Depois de todo este tempo)
I never thought we'd be here
(
Eu nunca pensei que nós estaríamos aqui)
Never thought we'd be here
(
Nunca pensei que nós estaríamos aqui)
When my love for you is blind
(
Quando meu amor por você era cego)
But I couldn't make you see it
(
Mas eu não consegui fazer você ver isto)
Couldn't make you see it
(
Não conseguia fazer você ver)
That I loved you more than you'll ever know
(
Que eu te amei mais do que você jamais vai saber)
and part of me died when I let you go.
(
E uma parte de mim morreu quando eu deixei você ir)" 


Sorri com essa parte da musica, sentia como se ela fosse sobre mim. O fato de eu nunca ter contado ao Joe o que sentia por ele, e agora nós dois estávamos juntos novamente depois do acidente. Senti o rosto de Joe se afastar um pouco e o olhei, ele sorriu e apertou mais seus braços em minha cintura e diminuiu a distância entre nossos rostos. Ele encostou o nariz no meu fazendo carinho e eu sorri boba, senti ele beijar o canto da minha boca e dar uma mordidinha no meu lábio inferior antes de começar a me beijar. 

"I would fall asleep only in hopes of dreaming
(
Eu dormiria somente na esperança de sonhar)
That everything would be like it was before
(
Que tudo seria como era antes)
But nights like this it seems are slowly fleeting
(
Mas noites como essas parecem estar passando lentamente)
They disappear as reality is crashing to the floor.
(
Elas desaparecem conforme a realidade vem a tona)" 

"
After all this time
(
Depois de todo este tempo)
I never thought we'd be here
(
Eu nunca pensei que nós estaríamos aqui)
Never thought we'd be here
(
Nunca pensei que nós estaríamos aqui)
When my love for you is blind
(
Quando meu amor por você era cego)
But I couldn't make you see it
(
Mas eu não consegui fazer você ver isto)
Couldn't make you see it
(
Não conseguia fazer você ver)
That I loved you more than you'll ever know
(
Que eu te amei mais do que você jamais vai saber)
and part of me died when I let you go.
(E uma parte de mim morreu quando eu deixei você ir)" 


Me afastei lentamente quebrando o beijo, mas deixei nossas testas encostadas. Joe sorriu me dando um selinho em seguida. Deitei minha cabeça em seu ombro e fechei os olhos querendo aproveitar cada segundo daquele momento. 

"After all this while
(
Depois de tudo isto)
Would you ever wanna leave it
(
Você gostaria de partir?)
Maybe you could not believe it
(
Talvez você não pudesse acreditar)
That my love for you is blind
(
Que meu amor por você era cego)
But I couldn't make you see it
(
Mas eu não consegui fazer você ver isto)
Couldn't make you see it.
(Eu não consegui fazer você ver)" 

"
That I loved you more than you'll ever know
(
Que eu te amei mais do que você jamais vai saber)
and part of me died when I let you go
(
E uma parte de mim morreu quando eu te deixei ir)" 


A musica acabou, mas nós continuamos na mesma posição até que outra musica começasse a ser tocada, e depois outra e mais outra. Várias musicas depois resolvemos voltar pra mesa e pedir a conta, já era tarde e eu estava preocupada com Logan, como sempre. 
‘Então, gostou da noite?’ Joe perguntou enquanto caminhávamos até o carro. 
‘Claro que sim! Brigada, Joe.’ Sorri sincera e ele me deu um selinho abrindo a porta do carro e fazendo uma reverencia. 

Fizemos o caminho de volta comentando sobre as musicas tocadas e a comida do restaurante. Joe não me deixou nem mesmo ver a conta, eu quase implorei pra que dividíssemos, mas ele não deixou de jeito nenhum. 
‘Hm...então, brigada pela noite, Joe. Foi realmente maravilhosa.’ Sorri quando ele estacionou o carro em frente ao meu prédio. 
‘Brigada por ter aceitado jantar comigo, Demi.’ Ele piscou e me deu um selinho, quando eu ia me afastar ele me puxou de volta intensificando o beijo. Passei meus braços por seu pescoço enquanto ele me puxava pela cintura pra que eu sentasse em seu colo, quando eu consegui, ele empurrou o banco pra trás e eu ri imaginando como ele tinha feito aquilo sem quebrar o beijo. Senti a boca dele descer até meu pescoço e suspirei tentando me lembrar que estávamos em um carro e parados numa rua deserta a noite, mas não tive muito tempo de pensar nisso já que segundos depois Joe voltou a beijar minha boca e eu esqueci o que ainda nem tinha conseguido lembrar. Ficamos alguns minutos ali até o carro começar a ficar realmente abafado, puxei o cabelo dele quebrando o beijo e ele me olhou meio desesperado. 
‘Tenho que ir.’ Dei um selinho nele e saí rapidamente de seu colo. Ele soltou um gemido de indignação e eu ri. 
‘A gente ainda vai terminar isso.’ Ele falou um pouco ofegante e sorriu. 
‘Claro que vamos.’ Pisquei e mandei beijos no ar saindo do carro e entrando no prédio em seguida. 



Capitulo 10 

A semana pareceu se arrastar, talvez pelo fato de eu ter voltado ao trabalho depois de algumas semanas de férias. Mal tive tempo pra mim mesma e pro Logan, minha chefe parece que resolveu descontar meu tempo de férias. Joe sempre aparecia pra ver o filho, mas eu raramente estava em casa, só ficava sabendo por que a Kat sempre me contava. 

‘Hey!’ Entrei em casa e pra minha surpresa encontrei Joe no sofá brincando com Logan. 
‘Heey, finalmente! Achei que fosse se mudar pra empresa!’ Joe riu e eu mandei língua. Ele não deixava de estar certo, ultimamente tenho passado mais tempo na empresa que em casa, chego da faculdade e já tenho que ir correndo pro trabalho, vida de estagiário não é fácil. ‘A Kat teve que sair mais cedo, então eu fiquei com o Logan.’ Concordei balançando a cabeça e Joe botou Logan no chão, ele veio correndo me abraçar. 
‘Sódadi!’ Ele me olhou fazendo bico e eu carreguei ele e o abracei forte. Na verdade acho que quase matei meu filho sufocado, mas é que eu estava morrendo de saudade de ficar em casa com ele vendo desenho na tv e comendo besteira. Ainda bem que a sexta-feira chegou. 
‘Ai que saudade de você também, meu príncipe!’ Mordi a bochecha dele que soltou uma gargalhada gostosa. ‘E essa bagunça aqui na sala, você e seu pai vão arrumar depois?’ Ele olhou pra Joe e depois pra mim, eu sorri e olhei pra Joe que estava com o pé na mesinha de centro. ‘Tira o pé daí folgado!’ Brinquei e ele deu língua. 
‘Você parece minha mãe, Demi!’ Ele riu. ‘Não tem nada pra comer aí não? Tô com fome!’ Ele passou a mão na barriga. 
‘Não fuino mercado ainda!’ Dei de ombros. ‘Pede pizza se quiser!’ Joguei o telefone pra ele que sorriu. 
‘Calabresa?’ Ele me olhou. 
‘Muzzarela!’ Sorri me levantando do sofá. 
‘Metade de cada e não se fala mais nisso.’ Ele sorriu já discando o numero da pizzaria e eu ri. 
‘Vou tomar banho, já volto!’ Gritei já entrando no quarto e encostando a porta. Separei um short e uma blusa básica, botei em cima da cama e entrei no banheiro. 

Demorei um pouco embaixo do chuveiro, estava realmente cansada e aquela água morna me ajudava a relaxar. Desliguei a água e me enrolei na toalha, fui até o espelho, penteei o cabelo apenas jogando-o para trás já que estava molhado. Quando abri a porta do banheiro dei de cara com Joe e Logan sentados na cama, os dois se viraram para me encarar e eu fiquei sem reação. 

‘Wow, Demi!’ Joe tapou os olhos de Logan e eu não aguentei e comecei a rir. 
‘Larga de ser idiota Joe, quem devia tapar os olhos era você!’ Balancei a cabeça controlando o riso. 
‘O Logan é uma criança inocente Demi, eu já estou acostumado!’ Ele sorriu convencido. 
‘Ah, desculpa então, garanhão!’ Dei língua e ele riu. Fui até a cama pegar as roupas que tinha separado e percebi Joe acompanhando cada movimento meu. 
‘Pára, Joe!’ Joguei uma almofada em cima dele já sentindo meu rosto arder. 
‘Quê? Só tô apreciando!’ Ele sorriu safado e eu ri sem graça. 
‘Idiota!’ Entrei no banheiro e fechei a porta. Enquanto estava me vestindo Joe disse que a pizza tinha chegado e que ele ia descer pra pegar. Saí do banheiro, já vestida e peguei Logan que ainda estava na minha cama levando-o pra sala. 

‘A pizza chegou!’ Joe entrou novamente em casa sorrindo feito uma criança. 
‘Piça!’ Logan bateu palminhas animado e eu sorri. Fui até a cozinha pegar pratos e talheres e coloquei na mesinha de centro, depois sentei no chão colocando Logan no meu colo. 
‘Qual você quer, meu amor?’ Perguntei mostrando a pizza, Logan ficou alguns segundos analisando e apontou pra pizza de calabresa. Até nisso ele tinha que ser igual ao pai? 
‘Esse é o meu garoto!’ Joe sorriu orgulhoso cortando um pedaço e botando no prato. 
Comemos a pizza assistindo alguma reprise de Friends que passava na tv, deixando o silêncio prevalecer na sala, exceto pelas nossas risadas histéricas. 
‘Daqui a três meses alguém faz aniversário!’ Joe sorriu olhando pro Logan. A reprise já tinha terminado, assim como a pizza, estávamos apenas olhando pra tv em silêncio. Sorri olhando de Logan pra Joe. 
‘Ai céus, como eu tô ficando velha. Meu filho vai fazer 3 anos!’ Fiz uma cara dramática e Joe riu. ‘Acho que vou fazer uma festinha pra ele!’ Sorri vendo Logan no meu colo quase dormindo. 
‘Oba! Adoro festa de criança, tem várias porcarias pra comer!’ Joe esfregou as mãos sorrindo com a maior cara de criança e eu ri. 
‘Você é uma criança, Joseph!’ Balancei a cabeça voltando minha atenção pra tv. Joe levantou tirando as coisas da mesa e levando pra cozinha, eu sorri agradecida já sentindo meus olhos pesados de tanto sono. 

‘Aposto que você dorme antes do Logan!’ Joe falou baixo se agachando do meu lado e eu sorri fraco negando com a cabeça. ‘Vou botar ele na cama!’ Ele pegou Logan do meu colo e eu me levantei logo depois. 
‘Vou com você!’ Sorri acompanhando-o até o quarto de Logan. Joe botou o filho na cama e eu parei ao seu lado. Ficamos algum tempo apenas observando-o respirar calmamente. 
‘Sabe, às vezes eu fico imaginando se o Logan não se incomoda com essa confusão de eu não morar mais aqui, e ficar vindo toda hora.’ Joe falou sério e eu o olhei sem entender muito bem o que ele queria dizer. ‘Era mais fácil quando eu morava aqui, não era?!’ Ele me olhou e eu demorei um tempo pra responder, ainda estava tentando processar as palavras dele. Talvez fosse por causa do sono, mas acho que ele tinha acabado de dar uma indireta de que queria voltar a morar comigo e com Logan. 
‘Era.’ Falei sincera e voltei meu olhar pra Logan. Ele suspirou pesadamente, mas não falou mais nada. 
‘Vai pra cama Demi, você tá dormindo em pé!’ Joe riu baixo e eu balancei a cabeça. Pra falar a verdade acho que cheguei a cochilar em pé. ‘Vem!’ Ele passou um braço pela minha cintura e me carregou. 
‘Joe, eu sei ir pro quarto sozinha.’ Falei com a voz embolada de tanto sono. 
‘Tô vendo!’ Ele riu. Segundos depois ele me botou na cama e me cobriu ajeitando os travesseiros.
‘Brigada Joe.’ Sorri lutando pra manter meus olhos abertos enquanto ele estava sentado do meu lado me observando. Ele botou uma mecha do meu cabelo atrás da orelha e desceu a mão pelo meu braço acompanhando todo o caminho com o olhar, quando chegou em minha mão ele entrelaçou os dedos nos meus e me olhou sorrindo. Acariciou minha bochecha com o polegar e se inclinou deixando o rosto a centímetros do meu, passou o nariz no meu como num beijo de esquimó e eu sorri inconscientemente. 

‘Boa noite, Joe.’ Sussurrei baixo. Ele sorriu e roçou a boca na minha me fazendo sentir um arrepio passar por todo o corpo. 
‘Boa noite, Demi.’ Ele beijou o canto da minha boca e se afastou soltando minha mão. 
Fechei os olhos e sorri comigo mesma, instantes depois ouvi a porta de casa ser fechada e adormeci em seguida.


-------------------------------------------------------------------------------

Well, galera ... 10 comentáriossssssss ... OMG ... eu estou muito feliz, muito mesmo!!!!! 

Postei mais um capitulo duplo ... espero que gostem ^^ e continue comentando bastante !!! 

♥ +5 Comentários para o próximo, lindas ♥


Resposta Dos Comentários Do Capitulo 7 e 8

18 comentários:

  1. Ownnnnnnnt *-*
    Que perfeito!
    Joe tarado como sempre né! ADOREIII!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Postei =)))))

      kkkkkkkk tarado ??? tadinho dele , kkk isso é pouco eu acho ... kkk

      bjsssss

      Excluir
  2. tarada here
    Joe seu fofo/tarado casa comigooo
    kkkkk
    Posta logo lindaaa
    Beijocaaas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkk muito tarado ... e fofo tbm né, sempre kkkkkkk

      bjsssss linda .. postei !!!

      Excluir
  3. Amei..
    Own't..
    Jemi é tão fofo..
    Uma pergunta que eu to pra fazer faz tempo..
    O Joe vai lembrar ou eles vão seguir a vida assim??
    Hum..
    Posta Logo.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari !!!!!!!!!!!! curiosa como sempre né ?? kkkk Oh God ... kkk

      Ele talvez lembre de tudo, ou não! Só lendo pra saber... mas ele terá picos de memória sim. Só direi isso kkkkk

      VC SÓ ME BOTA EM ROUBADAS HEIN ... MAS EU ADOROOOOOO TE DEIXAR CURIOSA!

      postei amora !!! Bjsss

      Excluir
  4. tá perfeito, por favor, posta rápido.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Perfeito é pouco, esses capitulos tão indescritiveis!
    Hahahaha amei amei amei mesmo!
    Posta logo lindaaa!
    Jemi jemi jemi *-*

    ResponderExcluir
  6. Hola!! Acho q nunca comentei aqui, mais tenho lido a fic. Adoro!!! Perfeita!
    Até q enfim o Joe tá tomando mais iniciativa com a Demi. Tava me dando nos nervos ele galinhando enquanto a Demi tava chatiada por ele só procurar ela as vezes. Adoroo qnd a Demi deixa ele só na vontade. rsrsrs Tá certa. tem q fazer isso msm pra ele ficar louco. kkkkkk

    Q fofo ele colocando ela pra dormir.

    Posta logoooo pleaseeeee!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O importante é que você está comentando agora ^^ que bom que está gostando !!!!

      postei fofa ^^ bjsssss

      Excluir
  7. OI LINDA!:))
    Pode divulgar meu blog?
    http://jemimylife.blogspot.com.br/
    obrigada! ^^

    ResponderExcluir
  8. amei, ta lindo demais.
    Posta logo
    besitos

    ResponderExcluir
  9. ai, ta lindo.
    quer me matar do coraçãõ?
    lindo é chingamento para essa perfeiçao.
    desculpa nao comentar antes, mas assim a minha net ja é uma porcaria so que nesse ultimos dias ficou mais devagar do que uma tartaruga.
    beijos e posta logo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Obrigado amora ^^ tudo bem .. eu entendo .

      postei ... bjssssssssssss

      Excluir

Sem comentários ........... sem capítulos!