05/11/2012

Addicted - Capitulo 7 e 8








Capitulo 7 

Acordei com Logan puxando meu braço e segundos depois ouvi o barulho da campainha. Sentei na cama ainda um pouco zonza e dei um beijo em Logan correndo pra porta em seguida. 
‘Bom dia!’ Abri a porta e dei de cara com uma Miley sorridente. 
‘Bom dia...acho!’ Falei em duvida e abri espaço pra ela entrar. 
‘Demi, não acredito que você tava dormindo! São quase duas da tarde!’ Ela me olhou sem acreditar e eu abanei o ar. 
‘Hoje é domingo, tá legal? Eu ando cansada com o estágio e a faculdade.’ Dei de ombros. 
‘Ok ok, não importa!’ Ela me puxou pro sofá. ‘Tava entediada em casa e resolvi passar no mercado e vir pra cá! Comprei chocolate, chocolate, chocolate, e erm...mais alguns chocolates!’ Ela falou sorridente tirando barras de todos os tipos da sacola. ‘Também peguei alguns filmes, vejamos...Um Amor pra Recordar, Elizabethtown, Dez Coisas Que Eu Odeio Em Você e A Casa do Lago.’ Ela empilhou os dvd’s na mesinha de centro. 
‘Nossa, preparativos pra uma fossa?’ Ri. 
‘Ah, que seja.’ Ela deu de ombros. ‘Hey Logan, vem aqui!’ Ela sorriu quando Logan entrou na sala. ‘Você gosta de chocolate?’ Ela pegou uma barra e ele sorriu concordando. 
‘Mi, pára de ensinar maus hábitos alimentares pro meu filho!’ Falei rindo. ‘Vou tomar um banho e venho.’ Ela concordou e ficou brincando com Logan enquanto eu corri pra tomar um banho. 

Quinze minutos depois voltei pra sala encontrando Logan sorrindo todo sujo de chocolate. 
‘Miley, não acredito que você fez isso!’ Falei rindo. 
‘Ah, qual é, Demi! Deixa o garoto aproveitar as coisas boas da vida!’ Ela deu língua e eu balancei a cabeça pegando Logan no colo. Fui até a cozinha e limpei a boca dele. 
‘Então, vamos começar nossa sessão?’ Miley me perguntou quando eu voltei pra sala. 
‘Yep! Vou fechar as cortinas!’ Falei botando Logan no sofá. Quando fechei a cortina parecia que já era de noite já que o dia estava nublado. ‘Vamos ver Elizabethtown primeiro? Tem tempo que eu não vejo.’ Pedi sorrindo e Mi concordou. ‘Me dá que eu boto.’ Falei pegando dvd e indo até a estante onde fica o aparelho. 
‘Demi, você vai no show dos meninos né?’ Ela me perguntou em dúvida. Uma semana atrás Joe me falou que eles tinham conseguido confirmar o show, que agora seria em dez dias. 
‘Claro que vou, e você também!’ Sorri. Ela abriu a boca pra falar alguma coisa, mas fechou logo em seguida balançando a cabeça. 


Quase duas horas depois já tinham papeis de chocolate por todos os cantos, eu e Miley estávamos deitadas no sofá e Logan estava no quarto dormindo. Um Amor pra Recordar estava começando e nós levamos um susto quando a campainha tocou. 
‘Tá esperando alguém?’ Miley me olhou em duvida e eu dei pause no filme. 
‘Nop!’ Me levantei e fui atender a porta. 
‘Hey!’ Me assustei vendo Joe e Nick parados na minha porta. Fiquei algum tempo encarando os dois sem saber o que falar. 
‘Erm... oi.’ Forcei um sorriso e os olhei com cara de interrogação. 
‘Então, a gente tava meio sem nada pra fazer, e sei lá, resolvemos aparecer pra ver o Logan, levar ele no shopping, sei lá.’ Joe deu de ombros sorrindo. 
‘Quem tá aí, Demi?’ Mi chegou perto de mim e congelou quando viu Nick. 
‘Hey!’ Os dois disseram juntos e eu percebi um pequeno sorriso no rosto de Nick. 
‘Então, erm...’ Olhei pra Mi em duvida, mas ela realmente parecia congelada com a visão de Nick parado ali na porta. ‘O Logan tá dormindo. A gente tá vendo alguns filmes e ele acabou pegando no sono.’ Sorri sem graça. 
‘Ah, bom então deixa. Não quero acordá-lo.’ Joe balançou a cabeça. ‘Bom, a gente vai indo, né, Nick?’ Ele olhou pro amigo ao seu lado que parecia em uma espécie de transe olhando pra Mi. Eu ri baixinho e Joe me olhou sorrindo. 
‘Vocês não querem erm...entrar?’ Sorri e Miley pareceu descongelar de imediato e me olhou de olhos arregalados. 
‘Ah não, a gente não quer incomodar.’ Joe abanou o ar e Nick concordou também saindo do transe. 
‘Hm, tem certeza? Não é incomodo nenhum!’ Dei de ombros e levei um beliscão de Mi. Joe e Nick se entreolharam como se conseguissem se comunicar sem palavras e sorriram. 
‘Bom, se não for incomodo...’ Nick sorriu e eu balancei a cabeça abrindo espaço pra eles entrarem em casa. 
‘Nossa, tavam descontando as frustrações no chocolate?’ Joe riu olhando a mesinha de centro com vários chocolates. Eu e Miley rimos. 
‘Cara vocês tavam em uma sessão fossa ou o quê?’ Nick riu observando os dvd’s. 
‘É, talvez.’ Dei de ombros sentando no sofá um pouco afastada dos dois e Miley sentou na poltrona. 
‘Tem pipoca?’ Joe sorriu. 
‘Yep, na cozinha.’ Falei me acomodando no sofá e ele levantou a sobrancelha. ‘A casa é sua meu bem, se vira, vai lá fazer.’ Dei de ombros e ele deu língua indo pra cozinha. Ficamos em silêncio na sala e eu sentia a tensão entre Mi e Nick, preferi não falar nada. Minutos depois Joe voltou com dois baldes enormes de pipoca, deu um pra Nick e sentou mais perto de mim com o outro deixando a entender que era pra Mi e Nick dividirem. 
‘Vou começar!’ Falei antes de apertar o play. 


"I might kiss you." 
"I might be bad at it." 
"That’s not possible." 

‘Eu podia ter a mesma idéia que o Landon.’ Ouvi Joe falar baixo em meu ouvido e me arrepiei. Estava tão concentrada no filme que não percebi ele se aproximando, e agora ele já tinha uma mão na minha cintura e estava com o queixo apoiado em meu ombro. 
‘Você podia ser mais criativo, Jonas.’ Ri baixo balançando a cabeça. 
‘Eu posso ser.’ Ele beijou meu pescoço e eu suspirei tentando voltar minha atenção pro filme. Senti ele me puxar mais pra perto ainda beijando meu pescoço e fechei os olhos tentando me controlar, ele foi subindo os beijos e depois mordeu de leve minha orelha. 
‘Joe, eu quero ver o filme.’ Falei com a voz falha. 
‘Aposto que você já viu.’ Ele riu. 
‘Já, mas eu quero ver de novo, posso?’ 
‘Não!’ Num movimento rápido ele puxou minhas pernas me fazendo ficar de frente pra ele e me beijou com uma certa urgência, eu correspondi da mesma forma. Quase um mês sem ficar com Joe e eu ainda não tinha me dado conta de como sentia falta disso. Passei meus braços em volta do pescoço dele enquanto Joe apertava minha cintura, senti ele passar uma mão por dentro da minha blusa e contraí o abdômen. Mordi com seu lábio fazendo-o soltar um gemido abafado, a essa altura parece que já tínhamos esquecido que ainda tinham mais duas pessoas na sala e que Logan estava em casa. A mão de Joe subiu minhas costas em direção ao meu sutiã e eu puxei o cabelo dele partindo o beijo, ele fez uma cara um tanto quanto desesperada e eu ri baixo. 
‘Eu ainda quero ver o filme!’ Sorri e me virei de novo pra tv. Joe suspirou alto e se levantou logo depois falando alguma coisa como “banheiro”. 

Alguns minutos depois ele voltou sentando do meu lado. 
‘E não pense que isso vai terminar aqui!’ Ele falou em meu ouvido e eu ri baixo dando de ombros. 
Consegui ver o resto do filme sem mais nenhuma interrupção da parte de Joe. Já Miley reclamava o tempo todo que a poltrona é desconfortável. O filme terminou e ela se levantou rapidamente. 
‘O que vai ser agora?’ Ela mostrou os dois dvd’s que faltavam. 
‘Ai calma, Mi! Preciso esticar minhas pernas.’ Falei me levantando. ‘Vou lá ver o Logan.’ Sorri saindo da sala. Quando estava no corredor senti meu braço sendo puxado e só pude ver Joe me prensando contra parede e me beijando novamente. Dei alguns tapas no braço dele até que finalmente consegui empurrá-lo um pouco. 
‘Joe, pelo amor de Deus, o Logan tá aqui!’ Falei num tom desesperado e ele riu. ‘E sem essa de que ele tem que aprender cedo, Joseph!’ O olhei séria e ele suspirou. 
‘Ok, ok. Vamos ver o Logan!’ Ele desgrudou o corpo do meu e pegou minha mão até o quarto de Logan. Entramos fazendo o mínimo barulho possível e vimos Logan dormindo tranqüilo. ‘Cara ele tá crescendo.’ Joe sorriu bobo. 
‘Ele fica cada dia mais parecido com você.’ Eu ri sem olhá-lo. ‘Vai, vamos voltar antes que a Mi e o Nick se matem, ou melhor, que a Mi mate o Nick.’ Joe me olhou como se não entendesse. ‘Ah não, oNick nunca te contou o que rolou entre ele a Miley?’ Ele negou. ‘Então depois pergunta pra ele, vamos!’ O empurrei pra fora do quarto. 

Quando estávamos chegando à sala ouvimos os dois conversando e eu peguei na mão de Joe para impedi-lo de entrar na sala e interromper a conversa. 
‘Shh!’ Fiz sinal pra Joe não falar nada quando ele abriu a boca. ‘Não vou interromper a conversa dos dois, deixa que eles se entendam.’ Falei baixo. 
‘E a gente vai ficar aqui? Parados no corredor esperando?’ Ele levantou a sobrancelha e eu dei de ombros. ‘Tenho uma idéia melhor.’ Ele sorriu malicioso e me puxou pra dentro do meu quarto fechando a porta em seguida. 
‘Joe você não desiste?’ Perguntei rindo e o vi balançar a cabeça e me puxar pela cintura me beijando em seguida. 

O beijo foi ganhando cada vez mais intensidade e eu senti Joe me empurrar em direção a cama, ele me deitou delicadamente sem parar de me beijar e depois passou a mão por dentro de minha blusa. Meu cérebro processava tudo rapidamente e eu sabia que ainda era cedo demais pra aquilo acontecer, mas de alguma forma meu corpo parecia reagir de forma contraria e eu correspondia a cada toque e cada beijo de Joe. Ele desceu os beijos pra meu pescoço e eu suspirei tendo certeza de que uma marca feia seria deixada ali, a mão dele também desceu até minha coxa e ao invés de eu interromper logo aquilo a única coisa que eu consegui fazer foi puxar o cabelo de Joe fazendo com que nossas bocas se encontrassem novamente. 
Ele foi subindo minha blusa lentamente e quebrou o beijo pra conseguir tirá-la por completo, antes de voltar a me beijar tirou a dele também e sorriu, nossa respiração já estava pesada e o quarto abafado. As mãos de Joe caminhavam por meu corpo livremente, ele mordeu meu lábio inferior me fazendo soltar um gemido realmente alto e novamente desceu os beijos pra meu pescoço. Eu fechei os olhos como se fosse me ajudar a passar as ações certas pra meu cérebro, eu precisava parar, mas não conseguia de jeito nenhum. Suspirei sentindo uma lagrima escorrer por meu rosto, mas Joe não viu. 

O barulho de uma porta batendo finalmente me despertou daquilo tudo. 
‘Merda!’ Falei baixo e empurrei Joe que caiu ao meu lado na cama se encolhendo. Peguei minha blusa e vesti rapidamente, passei a mão pelo cabelo enquanto tentava regular novamente minha respiração. Quando cheguei à sala encontrei Nick sentado no sofá com a cabeça baixa. 
‘Ela nunca vai me perdoar, não é?’ Ele perguntou baixo ainda sem me olhar. 
‘Nick...não é isso. Ela gosta de você, eu sei que gosta, mas é difícil. Tenta ver o lado dela.’ Cheguei perto dele e me agachei. ‘Vai com calma, a Mi sofreu muito com tudo isso.’ Sorri sincera e ele me olhou sorrindo fraco. 
‘É melhor eu ir, avisa pro Joe tá?’ Eu concordei e ele me deu um beijo na bochecha saindo em seguida. 
Sentei no chão encolhida e cobri meu rosto com minhas mãos, segundos depois não consegui mais controlar e comecei a chorar ali mesmo. Sentia as lágrimas grossas caindo sem controle sobre meu rosto enquanto eu continuava sentada e encolhida ali pensando na besteira que quase tinha feito minutos antes. 

‘Demi?’ Joe apareceu na sala e eu continuei ali sentada chorando baixo. ‘O que aconteceu?’ Ele se agachou ao meu lado tocando em meu ombro e eu balancei a cabeça sem olhá-lo. ‘Demi, você tá chorando?’ Ele virou meu rosto antes que conseguisse impedir e viu meus olhos completamente vermelhos e cheios de lágrimas. 
‘Joe, vai embora, por favor.’ Falei baixo tirando meu rosto de sua mão e abraçando meus joelhos. 
‘Demi o que aconteceu, me fala!’ Ele tentou me abraçar, mas eu o empurrei levemente. 
‘Por favor, Joe, apenas vá embora.’ Repeti baixo escondendo meu rosto em minhas mãos. 
Ele suspirou e me deu um beijo na cabeça, logo depois ouvi a porta bater e me deitei no chão da sala chorando realmente alto, pra meu alivio Logan não acordou para me ver ali naquele estado. Nem sei por quanto tempo eu fiquei ali chorando e me amaldiçoando de todas as formas por ser tão fraca. Porque Joe sempre conseguia invadir meus espaços sem minha permissão, e porque eu nunca era capaz de parar tudo aquilo? Era como se ele fosse uma força muito além de mim e eu simplesmente não conseguisse controlar. Me levantei sentindo a cabeça pesada e demorei alguns instantes até conseguir me equilibrar e fazer tudo parar de girar. Fui até o banheiro e me enfiei embaixo da água fria rezando pra que todos os meus pensamentos descessem pelo ralo junto com água. Saí do banho e vesti uma camisola confortável, quando voltei pra sala encontrei Logan no sofá. Sorri sentando do lado dele e ficamos lá vendo desenho animado e rindo de qualquer besteira. 




















Capitulo 8 

O dia do primeiro show dos meninos era coincidentemente o mesmo dia em que completavam dois meses desde que Joe tinha saído do hospital. Cheguei cedo no bar acompanhada de Mi, tinha deixadoLogan com a babá, afinal o show era um pouco tarde e eu sabia que ele ia acabar dormindo se o trouxesse. 
‘Demi!’ Kevin me chamou quando estávamos entrando. 
‘Hey, Kevin!’ Sorri e Miley acenou ao meu lado. 
‘Que bom que vocês vieram!!’ Ele sorriu. ‘A gente tá sentado numa mesa ali perto do palco, os meninos estão lá no camarim, mas eu fiquei fazendo companhia a Ashley.’ Kevin falou apontando para a namorada que agora estava sozinha na mesa. ‘Tem lugares pra vocês lá!’ Ele nos acompanhou até a mesa. 
‘Hey, Ash!’ Sorri e ela se levantou me abraçando e abraçando a Mi em seguida. Elas se viam muito raramente. Apesar do namoro do Kevin e da Ashley já ter quase 1 ano, depois do acontecimento no aniversário da Mi, ela raramente saía pra algum lugar onde Nick estivesse. 
‘Bom, vou lá pro camarim!’ Kevin deu um selinho em Ash e sorriu entrando logo depois em uma porta na parte lateral do pequeno palco. 
‘Ai, tô ansiosa.’ Falei baixo e ri. 
‘Pra falar a verdade eu também tô!’ Ash sorriu e pegou minha mão. ‘Mas vai dar tudo certo, o Joe tem ido super bem nos ensaios, tenho certeza de que ele tá preparado!’ Eu sorri nervosa e ela apertou minha mão. 
Quase uma hora depois o local já estava cheio. Os meninos não tinham mais aparecido na mesa e eu, Miley e Ashley ficamos conversando e bebendo algumas coisas. 

‘Ai eu soube que nessa banda só tem gatinhos.’ Duas loiras aparentando menos de 18 anos passaram pela mesa cochichando e rindo. Nós rimos balançando a cabeça e logo depois um senhor subiu no palco. 
‘Boa noite!’ Ele cumprimentou e sorriu. ‘Fico feliz em ver a casa cheia hoje à noite. A banda que veremos a seguir é de um grande amigo meu e garanto que vale muito a pena. Com vocês...McFLY!’ Ele saiu do palco e as cortinas abriram revelando quatro garotos sorridentes. Eles cumprimentaram o publico agradecendo a presença de todos e em seguida começaram a tocar. 

À medida que eles tocavam o publico parecia cada vez mais animado. Joe estava ótimo no palco, sorridente e confiante exatamente como antes do acidente. Quando nossos olhares se encontraram ele sorriu pra mim e eu retribuí um pouco sem graça. As duas loiras que tinham passado pela nossa mesa estavam bem na frente do palco com mais duas amigas, todas cochichando entre risinhos. Os meninos deviam estar amando aquele assédio todo, se agora já tem isso, imagina quando eles ficarem realmente famosos. 
Sorri imaginando Joe sendo perseguido nas ruas e a gente tendo que mudar o numero do telefone porque as fãs sempre descobriam. Fiquei algum tempo perdida nesses pensamentos até me dar conta que eu estava criando um futuro que nem é tão provável assim, claro que era o que eu mais queria; eu, Joe e Logan juntos como uma família de verdade, mas o futuro é realmente incerto. 


Os meninos tocaram sete musicas e foram muito aplaudidos. Eles saíram do palco e a principio sumiram da nossa vista, logo depois Kevin apareceu suado e sorrindo muito. Ash pulou em cima dele distribuindo beijos por todo seu rosto e ele riu. 
‘Iai, gostaram?’ Ele olhou pra Ashley e depois pra mim e Miley. 
‘Foi perfeito, amor!’ Ela o abraçou. 
‘Foi mesmo Kevin, vocês foram ótimos!’ Miley sorriu e eu concordei. 
‘Ufa, acho que não fomos tão mal, né?’ Ele sorriu sentando ao lado de Ash. 
‘E os meninos?’ Ela perguntou como se lesse os meus pensamentos e acho que os de Miley também. 
‘Nick tá vindo ali.’ Ele apontou para um garoto sorridente que passava cumprimentando todo mundo. ‘E o Joe e o Brian eu não sei, devem estar com umas meninas que estavam nos esperando do lado de fora do camarim.’ Ash deu um tapa discreto em Kevin como se o repreendesse por dizer isso e ele riu sem graça. ‘Quer dizer, talvez não né? Não sei.’ Ele tentou se consertar e eu ri sem graça. 
‘Arrasamos dude!’ Kevin fez um high five com Nick quando esse sentou na mesa. 
‘Sério?’ Ele olhou de mim pra Mi. 
‘Vocês foram ótimos, Nick!’ Sorri sincera. 

Ficamos conversando na mesa durante quase uma hora, e ainda nenhum sinal de Joe ou Brian. Pensei ter o visto algumas vezes, mas acho que foi só coisa da minha cabeça, a essa hora ele já devia estar em algum motel barato da cidade com alguma vadia loira. 
‘Hey!’ Uma voz conhecida me despertou do meu transe e eu sorri quando vi Joe parado na minha frente. Ele sentou do lado de Nick e os dois começaram uma conversa animada. As coisas entre a gente ainda estavam um pouco estremecidas, desde o dia em que ele me viu chorando lá em casa logo depois de a gente ter quase... passado dos limites. A gente ainda não tinha ficado de novo, e ele evitava ficar lá em casa, sempre que ia visitar Logan o levava pra algum outro lugar. Parece que ele entendeu que eu não queria tocar mais naquele assunto, então ele não perguntou por que eu estava chorando naquele dia. 
‘Mi, será que a gente pode conversar?’ Nick a olhou apreensivo. Ela ficou algum tempo o encarando, até que eu a cutuquei por debaixo da mesa e ela sorriu fraco confirmando. 
‘Boa sorte!’ Falei baixo rindo e ela balançou a cabeça se levantando. 

A mesa ficou em silêncio por alguns minutos, exceto por Kevin e Ash que soltavam risinhos e se beijavam, eu olhava pra todos os cantos do bar evitando encontrar os olhos de Joe. Me distraí observando um casal que dançava engraçado ali por perto e só fui perceber Joe ao meu lado quando seu braço tocou no meu. 
‘Gostou do show?’ Ele sorriu e inexplicavelmente eu não consigo não sorrir junto com ele. 
‘Foi ótimo, você foi muito bem.’ Desviei o olhar dele e mexi as mãos nervosa com aquela nossa primeira conversa “amigável” depois do incidente lá em casa. ‘O Logan ficou em casa dormindo?’ Percebi que ele também mexia as pernas nervosamente. 
‘Ficou, achei melhor não trazê-lo. Muito barulho, e ele tá acostumado a dormir cedo.’ Dei de ombros e ele balançou a cabeça concordando. ‘Mas ele tava doido pra vim te ver tocar.’ Sorri olhando pra ele que sorriu de volta. 
‘Joe, posso falar com você?!’ Uma loira sorriu pra ele como se eu nem existisse. Olhei pro rosto dela e percebi que era uma daquelas garotas que estavam em frente ao palco durante o show. 
‘Claro, Gabby.’ Ele sorriu amigável pra ela. Hm...Gabby? Já tem essa intimidade toda? A olhei forçando um sorriso e ela deu aceninho no mínimo cínico. Vadia. ‘Já volto, Demi!’ Joe sorriu pra mim e me deu um beijo na cabeça, pelo menos isso. 
Acompanhei os dois com o olhar até que eles sumissem na multidão. Bufei apoiando o queixo na mão e fiquei lá apenas observando a movimentação. Me lembrei de Miley e Nick e fiquei imaginando se os dois já estavam se matando ou se pegando, sorri sozinha rezando pela segunda opção. Minutos depois Joe voltou com o cabelo um pouco bagunçado, fingi que não percebi e sorri quando ele voltou a sentar do meu lado. Eu realmente precisava sair dali, aquilo estava me magoando. 

‘Eu acho que eu já vou.’ Falei já me levantando. 
‘Eu te levo.’ Ele também se levantou sorrindo. Como ele consegue ficar com uma menina e logo depois se oferecer pra me acompanhar até em casa? 
‘Não precisa Joe, minha casa é aqui perto, eu vou andando.’ Abanei o ar. 
‘Por isso mesmo, você acha que eu vou te deixar ir andando a essa hora? E também eu me ofereci pra te levar a pé mesmo, tô sem carro.’ Ele riu e eu balancei a cabeça. ‘Vamos?’ Ele fez um gesto para que eu fosse na frente e eu concordei silenciosamente. Caminhamos durante algum tempo em silêncio, eu sentia o ar gélido bater em meu rosto e passei a mão pelos braços sentindo frio. ‘Melhor a gente se apressar, senão vamos acabar congelados no meio da rua.’ Ele riu pegando na minha mão e andando mais rápido. A mão dele estava quente e eu me senti bem com seu toque. 

‘Então, se divertiu hoje?’ Me pronunciei depois de mais alguns minutos. Ele levantou a sobrancelha pra mim como se não tivesse entendido. ‘Ah, vai dizer que não gostou de ver várias menininhas babando por vocês no palco.’ Ri. 
‘Ah!’ Ele deu de ombros. ‘É legal, eu acho.’ Ele passou a mão livre pelo cabelo bagunçando-o ainda mais. Me perdi durante alguns segundos admirando seu perfil. Joe é um cara realmente bonito, mas não é aquele tipo de beleza que enjoa, é uma beleza natural, como se todo o rosto dele tivesse sido cuidadosamente desenhado. Ele é definitivamente o tipo de garoto que qualquer garota poderia se apaixonar, não importa se ela tiver algum tipo preferido. 
‘Que foi?’ Ele me olhou com um pequeno sorriso no canto da boca. 
‘Ahn?’ Acordei do transe e ele riu baixo. ‘Desculpa.’ Botei o cabelo atrás da orelha querendo me enterrar em algum buraco. 
‘Chegamos.’ Ele sorriu apontando a entrada do prédio. ‘Tá entregue, madame.’ Ele fez uma reverência e só então eu reparei que ainda estávamos de mãos dadas. 
‘Brigada, Joe.’ Sorri. ‘Quer subir? Tomar uma água, ou um chocolate quente.’ Ele balançou a cabeça. 
‘Não brigada, ainda tenho que voltar pro bar. Provavelmente hoje eu vou ter que voltar dirigindo, duvido que aqueles três ainda estejam sóbrios.’ Ele riu. 
‘Ai cara! Esqueci da Mi e do Nick.’ Bati na minha testa. 
‘Bom, pelo que o Nick me contou da historia deles, ou estão se matando, ou se agarrando.’ Eu ri percebendo que ele pensou a mesma coisa que eu. ‘Espero que seja a segunda opção.’ Ele sorriu e eu o olhei achando que ele era uma espécie de telepático. Ficamos nos olhando uns segundos até eu balançar a cabeça como se despertasse. 

‘Melhor eu entrar, cuidado Joe, andar sozinho a essa hora é perigoso. Não é melhor chamar um táxi?’ Mordi o lábio olhando as ruas quase desertas. 
‘Não precisa Demi, sério. Amanhã te ligo pra dizer que ainda to vivo.’ Ele riu e eu dei língua. ‘Tchau pequena.’ Ele me deu um beijo na cabeça e eu sorri lembrando que ele costumava me chamar de pequena. 
‘Tchau.’ Soltei nossas mãos e entrei pelo portão fechando-o em seguida. 
‘Demi!’ Joe me chamou e eu olhei pra trás ainda segurando a grade de portão. ‘A Gabby...ela é ficante do Brian.’ Ele sorriu fraco e virou refazendo o caminho que tínhamos feito minutos atrás. Continuei parada segurando o portão e observando-o se afastar chutando pedrinhas. Sorri comigo mesma e resolvi entrar antes que congelasse. 



-------------------------------------------------------------------------------------------

Espero que goste, estou postando hoje pq eu estou muito feliz pelos comentários ... estou no curso ... o meu intervalo está acabando ... tenho que ir correndo !!!

bjssss



Respostas aos comentários do capitulo anterior !!!

20 comentários:

  1. eu acho que o Joe percebeu que a Demi estava com ciumes... KKKKKKKKKKKKK Quando é que o Joe ou a Demi dizem um ao outro que gostam um do Outro.
    Posta logo
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkk Ele percebeu sim ...kkk vish, vc terá de ter um pouco mais de paciência, pq isso vai demorar um pouquinho =((( eles são muito cabeça dura kkk

      postei fofa, bjssssssssss

      Excluir
  2. Querenddo um HOT aqui kkkkkkkkkk
    não sou tarada -magina
    Posta loogo
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk calma, logo ...

      Claro que não né !! - brinksss

      postei linda

      Excluir
  3. KKKKKKKKKKKKKKKKK' Ta PERFEITO JUH! QUE PERFEIÇÃO É ESSA? EU QUERO UM POUQUINHO!!! RSRS'
    Enfim, eu falei que viria não é mesmo ;) (Eu sou a Becca do Mini Fics Jemi ;) RS' Falando em Rebecca, meu nome tava em um dos apitulos da Fic \õ/ ~joga cabelo~ Me invejem u.u eu sou irmã da Denise e estou na Fic da Juh u.u rsrs'
    Enfim, quero geral procurando o potinho de perfeição que a Juh usa para escrever! eu quero um pouquinho u.u rs'
    Enfim, Joe percebeu que Demi estava com ciúmes KKKKKKKK' isso é constrangedor! KKKKKKKK'
    Bebê JEMI = Perfeição em miniatura. kk' LOGAN, ME ESPERE, JA QUE NUM DÁ PRA MIM ME CASAR COM A DEMI OU COM O JOE A MINHA OUTRA OPÇÃO É VOCÊ, VENHA AQUI MEU GATO ;) KK'
    To falando muito nesse comentário '*'
    Maaaaaas enfim ^.^
    Está perfeito e eu finalmente cheguei ufa' rsrs' Consegui finalmente acompanhar :3
    Cara, estou apaixonada pela Fic <3
    POSTA LOGO MORE *-* !
    Bjks ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ebaaaaaaaaaaaaaaaaaa, finalmente né !!!! Eu sei quem você é amor, estou feliz em ter vc aqui de novo !!!!!! muito mesmo...
      E que eu saiba, quem tem Potinho de Perfeição aqui é você ... kkkkkkkkk

      Becca... eu tbm amo o logan, sério, ele é fofo demais !!!!

      e constrangedor é pouco né, e aomesmo tempo reconfortante para a demi.

      enfim ... quero ver seus comentários hein, Sódade kkkkkkkkkkk

      bjsssss amora

      Excluir
  4. E no final tudo era apenas enganação da Dems! Oxi !! Hahah
    Ameeeeei!! A drogada aqui em fics está, realmente, viciada em Addicted! É bom demais!! Percebi que, após ler os 5 caps seguidos, que o que me conquista também, é a química dos personagens! Ah, e ver que não é como as histórias comuns, onde sempre há a ex que leva o mocinho com ela, ou uma vilã, ou os pais não aceitam, e bla bla bla!
    COnclusão: Uma fic original, onde é evidente a quimica entre os personagens e que a trama acontece em um bom ritimo, conquista de jeito!

    xoxo

    Até mais princesaaa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz por vc gostar !!!! Thank You =))))))

      postei lindaaaaaaaaaaaa !!!

      Excluir
  5. posta logo pelo amor de santo cristo.
    tá perfeito.

    ResponderExcluir
  6. omggggggggggggggggggggggggggggggg
    quase sem palavras pro capitulo
    ta muito perfeitooooooooooooo
    to amando <3
    esse capitulo foi bem especial
    amei posta logo bjs .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Posteiiiiiiiiiiiiiiiiiii fofa ^^

      que bom q gosta !!!! sério !!!

      bjsssssssssss

      Excluir
  7. que lindooo,
    Posta mais
    bjoo ;)

    ResponderExcluir
  8. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAWN q lindo o Joe se explicando.. morri com a fofura dele.. eu quero q ele se declare pra ela, poxa ela já sofreu tanto minha Dems.. podia ter um cadin de felicidade agora.. ele se apaixonar por ela mesmo sem lembrar de tudo.. cmo em 50 First dates *--------------* ia ser TUDO.. a fic ta perfeita e tu escreve mt bem, parabens.. to amando.. e posta mais *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk lindo é pouco ^^ well, isso vai demorar um pouco... eles são muito cabeça dura quando se trata em se declarar =/ , mas vamos ver né ... tem muita coisa ainda ...

      postei linda ... bjssssssssss

      Excluir
  9. Amando... Posta mais. :D
    Demi ciumenta *------*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito ciúmenta ... muito mesmo kkkk

      que bom q gosta linda ... postei, bjsssssss

      Excluir
  10. ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh, to amando.
    valeu por matar minha curiosidade postando esses dois capitulos.
    ta incrivel, beijos e posta logo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. posteiiiiiiiiiiiiiiiiiii linda

      kkkkkk que nada ... já to indo postar mais ^^ kkkkk

      bjssss

      Excluir

Sem comentários ........... sem capítulos!